Evite surpresas e saiba o que são e como são cobradas as taxas de turismo pelo mundo

Férias programadas, passeios reservados, hospedagem paga. Mas será que é só isso? Dependendo do seu destino, uma taxa de turismo poderá ser cobrada e gerar gastos extras durante seu roteiro.

Apesar das cidades europeias serem mais conhecidas pela taxa de turismo, outros destinos pelo mundo também estão aderindo à prática. A taxa de turismo nada mais é que uma pequena cobrança municipal utilizada para preservar as atrações turísticas, além de ser um meio de conter, mesmo que minimamente, o turismo massivo que algumas regiões enfrentam atualmente.

Mas você sabe o que são exatamente e onde são cobradas essas taxas? Vamos esclarecer tudo nesse post para evitar surpresas ao longo da sua viagem.

O que são as taxas de turismo?

As taxas de turismo são pequenas cobranças de esfera municipal que o turista encontra em alguns destinos pelo mundo. Elas são importantes meios de fazer com que os locais invistam na preservação de paisagens naturais e lugares históricos, como museus e edificações. Além disso, as taxas de turismo são revertidas, muitas vezes, para manutenção e modernização das instalações desses locais, como sinalização e acessibilidade, além de limpeza pública e saneamento.

As taxas de turismo não possuem um valor fixo, cabe a cada município decide como cobrar e quanto cobrar. Os valores podem variar de acordo com o local e época do ano – alguns destinos costumam aumentar a taxa no período de alta temporada, quando há maior concentração de turistas. Outras vezes, as taxas são uma estratégia para conter um turismo massivo, que muitas vezes pode prejudicar o patrimônio local.

A cobrança de algumas taxas de turismo pelo mundo é incorporada antecipadamente no valor da acomodação, já em outros casos, é realizada na hora no check-out do hotel. Geralmente, a mesma é calculada com base no número de dias que o visitante permaneceu na cidade.

Há isenções para situações específicas, como no caso de pessoas que viajam para se submeter a tratamentos médicos, crianças, guias turísticos e turistas que se hospedam em hostels, mas isso também vai depender das políticas locais.

Quais destinos cobram taxa de turismo?

Muitos destinos pelo mundo são adeptos da taxa de turismo. Na Europa, a maioria das cidades, especialmente as mais famosas, costumam praticar a cobrança, como Veneza, na Itália, que cobra 3 euros por dia até mesmo para aqueles que não pernoitam por lá – mas não se assuste, esta é uma das maiores taxas da Europa.

Na França, a conhecida “Taxe de Sejour” é cobrada por pessoa e por noite, de acordo com suas acomodações e cidades. Os valores variam de vinte centavos a 3,50 euros por pessoa. Já a Grécia, por exemplo, no início de 2018 começou a cobrar um imposto turístico fixo que varia de acordo com a categoria da acomodação escolhida, podendo chegar a 4 euros por dia.

No Brasil, existem várias localidades que aderiram à cobrança, como ilhas e parques nacionais, que arrecadam valores para preservação ambiental desses biomas naturais. Porta de entrada para quem deseja conhecer as belezas do Parque Estadual do Jalapão, a cidade de Mateiros, no Tocantins, cobrar R$ 20 para cada dia de permanência no município. Já a taxa que o visitante pagará por dia em Gramado, no Rio Grande do Sul, por exemplo, é de R$ 2.

Como saber se seu destino cobra a taxa de turismo

Você já sabe que diversas cidades pelo mundo cobram a taxa de turismo, mas como saber se o seu destino de férias é um deles e descobrir os valores? Uma dica é pesquisar em sites das prefeituras dos municípios onde pretende se hospedar, que costumam informar sobre o valor dessas taxas. Outra opção é verificar com o hotel reservado, que poderá te informar sobre os valores praticados.

O importante mesmo é se informar sobre as taxas de turismo para se organizar financeiramente e evitar surpresas pelo caminho.

Leia também:

» Lugares para conhecer na cidade do Rio de Janeiro
» Casas em Orlando: como é alugar casas para temporada na Disney
» Colômbia é eleita principal destino da América do Sul
» Passagens aéreas devem ficar mais baratas a partir de setembro

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Low cost chega ao Brasil com voos até 63% mais baratos para Buenos Aires

Artigo anterior

Maior telescópio aberto ao público no Brasil é inaugurado no interior de SP

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.