Confira um roteiro imperdível passando por 5 cidades históricas de Minas Gerais e apaixone-se pelo estado

Relíquia nacional, as cidades históricas de Minas Gerais têm como principal destaque suas imponentes construções preservadas, resultado de uma riquíssima herança arquitetônica deixada pelos colonizadores do país, durante o período Brasil Colônia.

Quem viaja pelas cidades históricas de Minas Gerais, tem a oportunidade de conhecer um pouco mais da história do nosso país, além de visitar cenários naturais impressionantes e experimentar o melhor da culinária mineira.

Se você está buscando conhecer as principais cidades históricas de Minas Gerais, confira esse roteiro passando por 5 municípios do estado.

Cidades históricas de Minas Gerais: Estrada Real

Construída com o intuito de ligar as regiões produtoras de ouro de Minas Gerais aos portos localizado no litoral carioca, a Estrada Real nasceu da necessidade de oferecer uma rota de transporte mais segura aos viajantes e para controlar a circulação das riquezas produzidas durante o ciclo do ouro.

A Estrada Real é um dos principais roteiros turísticos do país e reúne caminhos utilizados na época do Brasil Colônia, nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Ao todo são 177 municípios espalhados em 1.600 km de estradas, que levam os visitantes a cidades históricas majestosas, sítios arqueológicos, cachoeiras e trechos onde a Mata Atlântica e o Cerrado comandam a paisagem.

O Caminho Velho interliga Ouro Preto a Paraty, passando por 38 cidades em 630 km de estrada, entre o planalto mineiro, a Serra da Mantiqueira e o litoral fluminense. Esse é o roteiro mais popular entre os visitantes que almejam conhecer as principais atrações da Estrada Real, entre elas as cidades de Tiradentes, São João Del Rey, Congonhas, Cunha e Guaratinguetá.

Além do Caminho Velho, outros três caminhos completam o circuito da Estrada Real, são eles: Caminho de Sabarabuçu (interligando as cidade de Ouro Preto e Cocais), o Caminho dos Diamantes (Ouro Preto x Diamantina) e o Caminho Novo, que tem início na cidade de Ouro Preto e segue até o capital do Rio de Janeiro.

Apesar de oferecer um roteiro turístico integrado e mastigado ao turista, a Estrada Real pode ser feita de maneira autônoma, sem necessariamente circular todo o trajeto dos quatro caminhos disponíveis. Ou seja, você pode escolher as atrações mais atraentes para o seu tipo de viagem, já que a distância entre as cidades costumam ser bem curtas, e fazer um roteiro personalizado.

Principais cidades históricas de Minas Gerais

Entre as principais cidades históricas de Minas Gerais estão São João Del Rei, Tiradentes, Congonhas, Ouro Preto e Mariana. Esses são alguns dos destinos mais populares da Estrada Real e estão separadas em aproximadamente 160 km de distância.

O acesso até as cidades históricas de Minas Gerais é rápido e fácil, podendo ser feito de Belo Horizonte e das outras três capitais da região sudeste, para quem deseja chegar de carro ou ônibus. Os municípios são todos interligados por ótimas estradas e além dos transfers oferecidos por agências de turismo, o visitante também tem a opção de se locomover nos ônibus de viagens que circulam toda a região.

Vale lembrar que a Estrada Real se destaca como um dos roteiros turísticos mais premiados e elaborados do país, portanto, todas os municípios oferecem ótimas opções de hotéis, pousadas e restaurantes.

Se a sua intenção é se surpreender cada vez mais durante a viagem, indicamos iniciar o seu roteiro pelas cidades históricas de Minas Gerais no município de São João Del Rei e terminar a viagem em grande estilo na majestosa cidade de Ouro Preto.

Cidades Históricas de Minas Gerais: São João Del Rei

Situada no sul do estado de Minas Gerais, próximo às montanhas da Serra da Mantiqueira, a cidade de São João Del Rei foi fundada em 1704 e teve um papel importante na história do estado durante o ciclo do ouro.

Hoje, a cidade conta com um lado contemporâneo, mas ainda abriga vestígios do seu apogeu em seu Centro Histórico. Igrejas centenárias, casarões coloniais, museus e uma linha ferroviária inaugurada em 1881, são algumas das atrações imperdíveis de São João Del Rei.

Foto: Gustavo Albano

O que fazer em São João Del Rei:

Comece seu passeio caminhando pela R. Getúlio Vargas, a via concentra diversos pontos de interesse como o Museu de Arte Sacra e o Solar dos Neves, sobrado pertencente à família Tancredo Neves, que já foi morada do ex-presidente. Outros destaques são a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, localizada no Largo do Carmo.

Depois de conhecer as charmosas ruas do Centro Histórico, ande em direção a Ponte do Rosário e siga até a Igreja São Francisco de Assis, famosa pelo seu interior rico em detalhes barrocos e rococós, como o lustre de cristais Baccarat, presente de D. Pedro II à igreja após uma visita a São João Del Rei.

A natureza que rodeia São João Del Rei é outro atrativo que merece ser explorado. Além das cachoeiras e mirantes presente nas serras que rodeiam a cidade, outra alternativa para  contemplar os cenários é o tour de Maria Fumaça que segue à cidade vizinha de Tiradentes.

Foto: Gustavo Albano

Outros pontos de interesse:

  • Mercado Municipal de São João Del Rei
  • Rua das Casas Tortas
  • Museu Ferroviário
  • Igreja Nossa Senhora das Mercês
  • Cachoeira Reserva do Cala Boca
  • Chafariz da Legalidade
  • Teatro Municipal

Onde ficar:

Cidades Históricas de Minas Gerais: Tiradentes

Com ótima infraestrutura para o turista e paisagens naturais que enchem os olhos, a cidade de Tiradentes é apontada por muitos como uma das cidades históricas mineiras mais charmosas e preservadas.

Tombada em como Patrimônio Histórico pelo IPHAN, Tiradentes respira arte e tem clima descolado, com ótimas opções de bares e restaurantes. A cidade fica a apenas 10 km de São João Del Rei e possui muitos exemplos da arquitetura do século XVIII.

Foto: Gustavo Albano

O que fazer em Tiradentes:

Apesar de pequena, a cidade de Tiradentes merece pelo menos dois dias no seu roteiro pelas cidades históricas Minas Gerais. Com ruas estreitas, clima calmo e cercada pela a Serra de São José, a cidade funciona como reduto para viajantes que desejam se desconectar em meio às paisagens montanhosas e curtir o melhor da gastronomia mineira: são dezenas de restaurantes e bistrôs que oferecem pratos típicos do estado, chocolates artesanais, queijos e os famosos doces mineiros.

Quem está focado em conhecer as construções coloniais do destino, não pode deixar de conferir a Rua Direita, principal via de acesso da cidade que abriga pontos turísticos como a antiga Cadeia Pública, que hoje funciona como Museu de Arte Sacra e a Capela de Nossa Senhora do Rosário. Não deixe de conferir a Igreja Matriz de Santo Antônio localizada em um imponente mirante com vista para a Serra de São José. A construção atrai curiosos e amantes das artes, já que conta com uma fachada ornamentada com esculturas feitas pelo artista do barroco mineiro, Aleijadinho.

O Mirante da Igreja de São Francisco é um ótimo local para apreciar o pôr do sol e conferir um vista diferente da cidade.

Foto: Gustavo Albano

Outros pontos de interesse:

  • Museu de Sant’Ana
  • Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
  • Gruta Casa de Pedra
  • Museu do Automóvel da Estrada Real
  • Chafariz São José
  • Ponte das Forras
  • Estação Ferroviária de Tiradentes

Onde ficar:

Cidades Históricas de Minas Gerais: Congonhas

Outro destino que não pode faltar no seu roteiro pelas cidades históricas de minas é o município de Congonhas. O local abriga um dos quatro Patrimônios da Humanidade declarados pela Unesco no estado e está localizada a apenas 80 km de Belo Horizonte e 122 km de São João Del Rei.

Foto: Gustavo Albano

O que fazer em Congonhas:

Congonhas é uma cidade pequena e pode ser explorada em apenas um dia. O conjunto da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é o principal ponto de visita dos turistas que passam pela região. Nele estão os 12 profetas construídos em pedra-sabão e as seis capelas que narram a Paixão de Cristo, considerados a grande obra-prima de Aleijadinho.

Uma caminhada pela Ladeira Bom Jesus rende ótimas fotos da cidade e outras paradas interessantes para conhecer um pouco mais da história do destino: o Museu da Imagem e Memória de Congonhas e a simpática Igreja de São José.

O Beco dos Canudos está ao lado do Santuário e concentra casinhas charmosas e bem preservadas, onde estão localizadas diversas lojinhas de artesanato. Outras atrações próximas que merecem sua atenção é o Museu de Congonhas, um espaço dedicado às obras de Aleijadinho, e a Romaria, uma antiga hospedaria que abrigava devotos sem condições financeiras, que chegavam em Congonhas a pé ou cavalo, que desde 1770 visitavam a região para os festejos do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

Foto: Gustavo Albano

Outros pontos de interesse:

  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição
  • Igreja do Rosário
  • Parque da Cachoeira

Onde ficar:

Cidades Históricas de Minas Gerais: Ouro Preto

Ouro Preto foi uma importante cidade na época do Brasil colonial devido a grande quantidade de ouro e outras pedras preciosas encontrado na região. Toda riqueza tornou a cidade um importante pólo econômico, político e cultural. O destino está entre os mais visitados de Minas Gerais e carrega o mais importante acervo da arquitetura e da arte do período colonial no Brasil. Tamanha importância trouxe o título da primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

Ouro Preto encontra-se a apenas 56 km de Congonhas e é palco de diversos festivais de música, dança e cinema durante todo o ano. A cidade respira cultura e a prova disso são os inúmeros espaços culturais, museus, galerias de arte e os ateliês de artesanato que a cidade comporta.

A gastronomia local também traz fama ao destino: Ouro Preto possui uma impressionantes gama de restaurantes e bistrôs com ótimas avaliações.

Foto: Gustavo Albano

O que fazer em Ouro Preto:

Para conhecer as principais atrações da cidade, são necessário pelo menos 3 dias no destino. Igrejas, capelas, praças, casarões, museus, pontes, minas de ouro, atrativos naturais e até um bate-volta para outras cidades como Mariana, são alguns dos programas disponíveis em Ouro Preto.

A Praça Tiradentes junto ao Museu da Inconfidência formam o cenário mais emblemático do destino e são o ponto ideal para começar um tour. Prepare-se para subir e descer ladeiras íngremes sem parar: Ouro Preto foi erguida em meio à montanhas, trazendo vistas deslumbrantes que parecem ter saído de pinturas em um quadro.

Conheça as histórias e curiosidades do destino nos 9 museus espalhados pelo sítio histórico. Se o seu tempo na cidade for curto, dê preferência para o Museu de Arte Sacra, a Casa dos Contos e o Museu da Inconfidência.

Além de conseguir observar um enorme acervo de peças artísticas e elementos decorativos no estilo Rococó, as igrejas da cidade também dão acesso a ótimas vistas da cidade e apresentam fachadas impressionantes, que mostram toda a riqueza de detalhes assinados por artistas como Manuel da Costa Ataíde e Aleijadinho.

Gosta de trilhas e cachoeiras? Passeios ecológicos também estão entre as atividades imperdíveis na cidade histórica de Ouro Preto. O Pico do Itacolomi pode ser visto de quase todos os ângulos da cidade e oferece uma visão panorâmica de toda a região. Outra atração muito popular e ideal para dias de calor é o Parque da Cachoeira das Andorinhas. O parque fica aberto das 6h às 18h e dá acesso a mirantes, cachoeiras e poços formados por nascentes, que mais parecem piscinas naturais escondidas em verdadeiros oásis que aparecem em meio a floresta.

Foto: Gustavo Albano

Outros pontos de interesse:

  • Mina du Veloso
  • Feira de Pedra Sabão do Largo de Coimbra
  • Casa de Aleijadinho
  • Teatro Municipal
  • Estação Ferroviária de Ouro Preto
  • Chafariz Marília de Dirceu

Onde ficar:

Cidades Históricas de Minas Gerais: Mariana

Bem pertinho de Ouro Preto, a elegante Mariana é outra cidade histórica de Minas Gerais que não pode faltar no seu roteiro. O município está a 10 km de Ouro Preto e pode ser acessado de carro próprio, ônibus circulares e trem, partindo da estação ferroviária.

A cidade foi a primeira capital do estado e mais rica durante o ciclo do ouro, perdendo espaço futuramente para Ouro Preto. Com mais de 300 anos, a cidade fica a 112 km de Belo Horizonte e concentra uma grande parte do patrimônio histórico e cultural de Minas Gerais.

Foto: Gustavo Albano

O que fazer em Mariana:

Mariana é pequena e pode ser desfrutada em apenas um dia. A melhor opção para conferir as atrações é circular pelo Centro Histórico caminhando. Comece o tour pela Praça Minas Gerais e confira o principal cartão postal do destino: a Casa da Câmara e Cadeia, a Igreja São Francisco Assis e a Igreja Nossa Senhora do Carmo.

Outros pontos que rendem ótimas fotos são o largo que abriga a Catedral Basílica da Sé e a Basílica de São Pedro dos Clérigos, localizada em uma área alta da cidade, com vista privilegiada de toda Mariana.

Os aventureiros vão adorar o tour pela Mina de Ouro da Passagem. O acesso é feito em um vagoneta que guia o público até uma das maiores minas abertas ao público do mundo!

Foto: Gustavo Albano

Outros pontos de interesse:

  • Museu Arquidiocesano de Arte Sacra
  • Cachoeira do Brumado
  • Estação Ferroviária
  • Casa de Alphonsus de Guimarães

Onde ficar:

Leia também:

» Viaje de carro pela Estrada Real
» Hotéis e pousadas de charme na Estrada Real
» Lugares para conhecer em Ouro Preto
» 14 fotos de Tiradentes que vão te convencer a viajar pra lá

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Dicas de turismo em Tiradentes

Artigo anterior

Conheça o passeio de Maria Fumaça entre Tiradentes e São João Del Rei

Artigo seguinte

Você pode gostar