Descubra os principais pontos turísticos de Dublin e veja o que conhecer durante sua visita à capital irlandesa

Apesar de estar entre as menores capitais da Europa, Dublin, na Irlanda, pode ser considerado um verdadeiro refúgio para os brasileiros que decidem passar um tempo no Velho Continente. O motivo disso é a facilidade dos brasileiros que querem fazer intercâmbio na Irlanda, aprender inglês e visitar um país completamente diferente do nosso.

Dublin, a maior cidade irlandesa é diversa e inesquecível. Na sua viagem você irá se deparar com uma cidade moderna e um destino cheio de atrações interessantes para explorar. Entre elas o maior parque urbano da Europa, chamado de Phoenix Park, museus que explicam a história da capital irlandesa e ver de perto um pouco da cultura boêmia que toma conta da cidade.

Castelos, palacetes e construções medievais revelam um longo passado que atravessou milhares de anos. Estimam-se que há mais de 9.000 anos existem pessoas habitando essas terras que hoje chamamos de Irlanda. E, mesmo sem sair de Dublin, é possível imaginar como essa cidade funcionava em tempos remotos.

Esse passado também reflete na cultura e no estilo de vida irlandês e pode ser visto até os dias de hoje durante as festas tradicionais e alguns eventos imperdíveis que acontecem todos os anos. O St. Patrick’s Days (a maior festa da Irlanda) ou mesmo o Helloween, uma festa que começou com os celtas e acontece desde meados do século XV. A tradição tomou ainda mais força nos Estados Unidos após a evasão de irlandeses que saíram da Ilha Esmeralda na época chamada “Grande Fome”.

A capital irlandesa também é muito conhecida pelos seus pubs que agitam as noites na cidade. Se você está planejando uma viagem por essa região, confira nossas dicas de atrações imperdíveis para conhecer em Dublin.

Lugares para conhecer em Dublin

Temple Bar e os pubs mais famosos para conhecer em Dublin 

Foto: Tom Cleary / Unsplash

A região cultural do Temple Bar concentra os pubs  mais famosas da cidade e reúne uma maravilhosa gama de opções hoteleiras. Essa é considera a região mais atraente de Dublin, e um dos principais pontos para curtir a vida noturna da cidade. Além dos pubs tradicionais, os turistas que passam pela região, encontram diversos restaurantes, lojas de souvenirs, galerias de arte e alguns museus interessantes, como o Irish Rock’n Roll Museum e o Irish Whiskey Museum, localizado na Grafton Street, em frente ao Trinity’s College.

Se você está buscando por uma noite típica irlandesa, procure um pub nessa região que chame sua atenção e experiente as cervejas e pratos típicos do país. A maioria dos estabelecimentos também oferecem apresentações de música ao vivo, sendo uma ótima oportunidade de conhece o ritmo tradicional do país. 

A zona está situada entre o Rio Liffey e a Dame Street. Quando estiver pela região, não deixe de conhecer o Temple Bar, considerado o pub mais antigo de Dublin. Outras opções imperdíveis são os agitadíssimos The Porter House, Pub Crawl e o O’Donoghues Bar.

Trinity College, passeio imperdível em Dublin 

Foto: Matteo Grando / Unsplash

A universidade mais antiga da Irlanda fundada no século XVI pela rainha Elizabeth I, em um antigo mosteiro. A Trinity Colllege está situada no coração de Dublin e apresenta diversas áreas verdes e prédios impressionantes de arquitetura gótica. Entre os principais destaques da Trinity College, estão a Antiga Biblioteca, um local que chama atenção pelas suas prateleiras repleta de livros que vão do chão até o teto, e o Book of Kells, um dos livros mais antigos do mundo, feito por monges no ano 800 d.C.

Apesar das atrações citadas à cima sejam pagas, é possível caminhar por todo o campus da Trinity College sem precisar pagar e o local rende ótimas fotos.

St. Patrick’s Cathedral, cartão-postal de Dublin  

Foto: Wikimedia Commons

Com arquitetura gótica, a St Patrick Catedral sem duvida uma das edificações mais impressionantes de Dublin. São Patrício é o padroeiro da Irlanda e evangelizava os celtas usando trevos de três folhas para explicar a eles sobre a Santíssima Trindade.

A Catedral de São Patrício, ou Saint Patrick’s Cathedral, foi construída em sua homenagem no ano de 1191, pela Igreja Católica, mas assim como o Trinity College, a edificação passou para as mãos da Igreja Anglicana durante a Reforma Protestante e está assim desde então. Uma ótima dica para economizar no ingresso da atração, visitá-la durante o horário das missas. 

Phoenix Park, o maior parque urbano da Europa 

Foto: Wikimedia Commons

Considerado o maior parque público da Europa, o Phoenix Park o local ideal para fazer uma caminhada, ou até mesmo curtir um dia de preguiça na capital irlandesa. Com 712 hectares, o parque está localizado a 3km do centro de Dublin, e é um dos principais pontos turísticos gratuitos da cidade. 

O parque fica aberto 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana. O local é realmente imperdível, e lá você encontrará desde lindos jardins e monumentos, até um zoológico.

The Spire, o ponto de encontro no centro de Dublin

Foto: Robert Linsdell / Flickr

O Spire é um monumento em formato de agulha tem 120 metros de altura, 3 metros de diâmetro na sua base e 15 centímetros na sua ponta. O local é conhecido por ser o principal ponto de encontro em Dublin. A escultura está instalada na principal avenida da cidade, a O’Connell Street, no centro comercial da capital irlandesa.

Visite a Guiness Storehouse 

Foto: Wikimedia Commons

A famosa cerveja preta irlandesa está entre as maiores cervejarias do mundo, vendendo cerca de 10 milhões de copos de Guinness em mais de 170 mil pubs ao redor do mundo. 

A cervejaria possui sua sede em Dublin e é aberta para curiosos e cervejeiros conhecerem como o processo de fabricação da bebida. O prédio conta com 7 andares, sendo o último o Gravity Bar, um bar com vista de 360° para a cidade de Dublin. 

A Guiness Storehouse foi eleita como uma das melhores atrações turísticas de Dublin e com certeza vale uma visita. 

Parque Stephen’s Green 

Foto: Wikimedia Commons

Outro lugar imperdível para conhecer em Dublin é o Parque Stephen’s Green. A área verde está localizada em Dublin 2, próximo ao centro da cidade. Criado em 1664, este é o parque mais antigo de Dublin rabeira alguns monumentos que homenageiam alguns personagens ilustres do país. 

São 9 hectares que concentra jardins, uma lagoa e zonas arborizadas, perfeitas para fazerem pic-nic, ou apenas uma paradinha para descanso. O parque habitado por cisneis, patos e com sorte, é possível encontrar esquilos. 

Dar uma volta de ônibus na cidade

Foto: Nico Baum / Unsplash

Dublin é inteiramente conectada por um ótimo serviço de transporte público. O mais famoso deles é Dublin Bus, o tradicional ônibus do Reino Unido composto por dois andares. Essa é uma forma divertida e econômica de fazer um tour pela cidade. 

Se for utilizar o Dublin Bus, sente-se na parte de cima e utilize o caminho para fazer um city tour e apreciar as belezas da capital irlandesa.

Outra opção é pegar o ônibus turístico de Dublin, uma ótima forma de fazer um city tour de forma mais independente. O ônibus oferece três rotas diferentes: uma de 105 minutos, outra de 2 horas e uma rota noturna. Entre as paradas estão a Trinity College, a Catedral de Christ Church, a Catedral de São Patrício, a Guinness Storehouse, a O’Connell Street, a Prisão de Kilmainham, o Hospital de Kilmainham, o Phoenix Park, o Museu Nacional e a Galeria de Arte Nacional.

Dublinia

Foto: Marco Zanferrari / Flickr

O museu fica ao lado da Christ Church Catedral e apresenta 4 exposições que funcionam de maneira lúdica, mostrando como era a época medieval e a presença dos vikings na região de Dublin.

O Dublinia é considerado um dos melhores museus para visitar em Dublin e está aberto diariamente das 10 às 18:30.

Dublin Castle 

Foto: Jeremy Matteo / Unsplash

Com mais de 800 anos de história, o Dublin Castle é uma das atrações imperdíveis para conhecer em Dublin próximas do centro da cidade e sua entrada fica na Dame Street.

O castelo é aberto para visitação e seu complexo dispõe de 2 museus, 2 cafés, um centro de conferências, belíssimos jardins e prédios de repartições governamentais.

Kilmainham Gaol

Foto: Wikimedia Commons

A antiga prisão de Kilmainham foi inaugurada em 1796 e foi palco de diversos eventos que ocorreram durante o processo da independência irlandesa durante mais de 100 anos. Hoje, o local foi transformado em museu, e é uma maneira interessante de aprender alguns capítulos da história irlandesa.

Jardim Botânico Nacional

Foto: Wikimedia Commons

Inaugurado em 1795, o Jardim Botânico Nacional ocupa 20 hectares e conta com mais de 17 mil espécies de planta. O local também abriga algumas estufas de ferro que foram construídas entre 1843 e 1869 e ajudam a preservar as mais de 300 espécies que estão em perigo de extinção e algumas que já se extinguiram exteriormente.

Christ Church Cathedral

Foto: Jeremy Matteo / Unsplash

Também conhecida como a Catedral da Santíssima Trindade, a Cathedral Christ Churh é a mais antiga das catedrais de Dublin. Da parte exterior, é possível ver uma pequena ponte, construída em 1870, que conecta a catedral com Synod Hall, o lugar onde funciona o museu de exposições vikings de “Dublinia”. A igreja possui 19 sinos que foram incluídos ao longo dos anos e ainda conserva um dos mais antigos, que data de 1038.

Rio Liffey

Foto: Unsplash

O rio Liffey passa no meio da cidade de Dublin e é um ótimo local para quem deseja fazer um passeio ao ar livre na cidade. Em toda sua extensão é possível encontrar pontos icônicos da cidades, como a Ha’Penny Bridge, a primeira ponto construída sobre o Liffey, e a Ponte Samuel Beckett, um dos principais cartões postais de Dublin.

Grafton Street 

Foto: dahon / Flickr

A Grafton Street é a rua comercial mais importante de Dublin, concentrando inúmeras opções de shoppings, cafés, restaurantes, museus, galerias e lojas.

Durante o dia é possível assistir inúmeras apresentação musicais de artistas que se apresentam diariamente em todo o caminho. Quem passa pela Grafton Street tem a oportunidade de conhecer outras atrações turísticas de Dublin que estão localizadas próximas, como a Trinity College, o Stephen’s Green e o Bewleys’s Oriental Café, uma agradável cafeteria inaugurada em 1927.

Museu Irlandês de Arte Moderna

Foto: Wikimedia Commons

O museu conta com mais de 4.500 obras de artistas irlandeses e internacionais. O museu também recebe exposições temporais que ocupam as salas do antigo Hospital Real Kilmainham, um dos mais antigos da Irlanda.

Leia também:

» Dicas de turismo em Dublin
» 9 motivos para fazer intercâmbio na Irlanda
» Roteiro de 15 dias no Reino Unido: 5 cidades escolhidas a dedo
» Ilhas de Aran na Irlanda, a calmaria sedutora de um lugar isolado

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

PPS na Irlanda: o que é, para que serve e como tirar o seu?

Artigo anterior

Promoção de passagens aéreas Rio de Janeiro

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.