Maior templo budista tibetano da América Latina fica no Rio Grande do Sul e é uma ótima sugestão de passeio para o fim de semana saindo de Porto Alegre

A apenas 100 km de Porto Alegre e 30 de Gramado, a cidade de Três Coroas no Rio Grande do Sul, foi emancipada a pouco mais de 50 anos e é cercada de paisagens inspiradoras do Vale do Rio Paranhana. O município recebeu influência de tradições milenares graças ao templo Khadro Ling, o maior templo budista tibetano da América Latina, e vem recebendo turistas e curiosos que buscam renovar as energias e inspirações positivas.

Fundada em 1995 pelo mestre tibetano Chagdud Tulku Rinpoche (1930–2002), o Templo Chagdud Gonpa Khadro Ling – que em tibetano significa “Morada das dançarinas do céu”, foi totalmente construído e ornado dentro das tradições artísticas do Tibet, e está localizado no topo da montanha da cidade de Três Coroas. O local criado para a prática e estudo do budismo vajrayana, possuí retiros e cerimônias budistas, monumentos, salas de oração, estupas e uma réplica da Terra Pura, um templo com 3 andares preenchido com estátuas e pinturas incríveis repletas de imagens de deidades e trechos da história do Buda Shakiamuni, constituindo numa réplica perfeita da morada simbólica de Padmasambava, o mestre indiano que levou o budismo da Índia ao Tibet.

Os pátios e os templos são todos enfeitados com as coloridas bandeiras de oração, pedaços de tecido com mantras e preces impressos. Os visitantes também podem conferir o Jardim das 21 Taras e a Casa das Lamparinas, local onde são acendidas as lamparinas e os visitantes podem fazer orações tanto para pessoas queridas que já faleceram, quanto a pessoas que necessitam de ajuda.

Pela exuberância da arte sacra tibetana e pela beleza natural do entorno, o Khadro Ling entrou no roteiro turístico da Serra Gaúcha. Quando Chagdud Rinpoche idealizou o templo, ele não tinha a intenção explícita de criar uma atração turística. No entanto, sempre disse que construiu o templo para inspirar positivamente todos os visitantes, independentemente de suas crenças ou tradições religiosas.

O Khadro Ling é uma associação religiosa sem fins lucrativos e não cobra a entrada de visitantes, o local se mantém com doações voluntárias, com vendas de livros e artigos religiosos e com a ajuda de 50 moradores praticantes do budismo que são responsáveis pela manutenção das atividades e dependência através de trabalho voluntário.

O templo budista está aberto à visitação de quarta às sextas, das 9h30 até 11h30 / das 14h às 17h, e de sábados e domingos das 9h00 até as 16h30.

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Foto: Divulgação Chagdud Gonpa Khadro Ling

Como chegar no templo:


De carro, a partir de Porto Alegre:

Pegue a estrada BR-116 em direção a Novo Hamburgo e pegue a RS-239 em direção a Taquara/Gramado. Em seguida continue pela RS-115 em direção a Três Coroas
No primeiro trevo na cidade de Três Coroas, pegue a rua lateral à direita
Dobre na segunda rua à direita, acessando a Estrada Linha Águas Brancas
Siga pela estrada por 7 km, mantendo a esquerda na bifurcação. Haverá uma placa indicativa na rua à esquerda que dá acesso ao Templo

De carro, a partir de Gramado

Pegue a estrada RS-115 em direção a Três Coroas
No segundo trevo na cidade de Três Coroas faça o contorno e pegue a primeira saída seguindo pela rua lateral à direita Dobre à segunda rua à direita, acessando a Estrada Linha Águas Brancas Siga pela estrada por 7 km, mantendo a esquerda na bifurcação até as placas indicativa que dão acesso ao Templo

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Vagões de luxo são inaugurados no trem turístico Curitiba – Morretes

Artigo anterior

Explore o impacto global dos drones no turismo

Artigo seguinte

Você pode gostar

Mais em Destaque