O deserto mais seco do planeta te espera para uma viagem única. Resta apenas uma dúvida: quando ir?

Fazer uma viagem para o Deserto do Atacama sem dúvidas é a meta de milhares de turistas, principalmente os mais aventureiros, que não abrem mão do contato com a natureza em todas as suas formas. Mas qual será a melhor época para viajar?

Descubra abaixo e comece a preparar as malas.

A melhor época para ir ao Deserto do Atacama é aquela em que você tem mais dias disponíveis para viajar

Foto: Andrew-Art / Pixabay

Pode parecer estranho, mas é justamente isso: não existe uma melhor época para ir ao Deserto do Atacama, isso irá depender unicamente de você. Porém, considere que são necessários pelo menos 5 dias para conhecer as principais atrações nessa região turística do Chile.

Então, quando você tiver esses dias disponíveis será o melhor momento para começar sua aventura, certo?

Certo! Mas mesmo assim há alguns pontos que você precisa considerar, como a alta temporada, que normalmente ocorre entre novembro e março e durante as férias escolares do meio do ano. Nesse período os preços de hospedagem, por exemplo, podem ser bem maiores.

A temperatura também merece muita atenção: no verão ela oscila de 5ºC a até 27ºC, e no inverno de 1ºC a aproximadamente 25ºC. É pouca diferença, principalmente se considerarmos que em um mesmo dia é possível sentir um frio extremo (de manhãzinha ou após anoitecer) e muito calor durante a tarde, por isso é indispensável ter na mala roupas para encarar essas duas situações, independente de quando você decida viajar para o Deserto do Atacama.

Com temperaturas tão distintas, alguns fenômenos pouco usuais podem aparecer nesse destino, como a neve (vista nos pontos mais altos) e a chuva. Sim, você não leu errado: também chove nesse destino chileno, principalmente em fevereiro, mas são chuvas passageiras, que não costumam atrapalhar os passeios.

Leia também: Melhor época para ir ao Chile.

San Pedro de Atacama além do deserto

Foto: Ana Raquel Hernandes

Sua viagem para o Deserto do Atacama começa de verdade em San Pedro de Atacama, o pequeno vilarejo localizado na parte mais seca do planeta.

Quando dizemos que são necessários pelo menos 5 dias para curtir a viagem estamos nos referindo também a conhecer o que o vilarejo tem a oferecer, junto às atrações do deserto em si.

Em seu roteiro deve constar, por exemplo:

Igreja de San Pedro

Que foi construída em 1774 e está na parte central de San Pedro do Atacama.

Laguna Cejar

Que é mais densa do que o próprio Mar Morto, sendo uma ótima atração tanto no verão, para flutuação, quanto no inverno, para observar os vulcões ao redor cobertos de neve.

Mercado de Artesanato

Onde se encontra o famoso chá de coca e as melhores lembranças para uma viagem ao Deserto do Atacama, como peças feitas a partir de lã de alpaca.

Leia também:

» Lugares para conhecer em San Pedro de Atacama
» Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama
» 9 lugares sensacionais que você precisa conhecer no Chile
» Vai para o Chile? Aproveite para fazer um incrível tour astronômico

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Liberfly: passageiros podem receber até R$ 10 mil por voos atrasados ou cancelados

Artigo anterior

Expresso do Oriente ganhará novas suítes de luxo com passagens a R$ 29 mil

Artigo seguinte

Você pode gostar