Se aventure por esse parque no norte do Brasil, onde a natureza exuberante com cachoeiras e chapadões dá lugar a esportes de aventura e relaxantes piscinas naturais

No centro do Brasil, no estado de Tocantis encontra-se um paraíso natural de beleza única: o Jalapão, um dos principais roteiros para praticantes de ecoturismo e turismo de aventura. A região é um lugar de descobertas permanentes, em plena mata de transição do cerrado e a caatinga, surgem cachoeiras, rios com águas cristalinas, corredeiras, chapadas e formações rochosas de diferentes cores.

Neste cenário, destacam-se dunas de areias douradas, com até 30 metros de altura, o que levou o lugar a ser chamado de deserto do Jalapão. A dificuldade de acesso é o grande responsável pela preservação do santuário, estas condições fizeram com que a diversidade de animais e plantas totalmente adaptados a região.

O Jalapão é um conjunto de áreas de conservação que fica a quase 200km de Palmas, capital do Estado do Tocantins. No total, são 34 mil km² e o público pode conhecer de perto lindas cachoeiras com águas cristalinas, piscinas naturais, dunas, fervedouros e chapadões, além de ter a oportunidade de praticar esportes como canoagem, rafting, rapel, ciclismo e caminhada por trilhas. Como as estradas são arenosas e mal sinalizadas o acesso deve ser feito com carros 4×4 ou através de jipes contratados por agências de turismo da região.

O acesso ao parque estadual é dificultado pelas estradas de terra, por isso muitas pessoas optam por contratar um pacote de viagem que inclua um transporte 4×4 até lá. As cidades mais próximas para hospedagem e com mais estrutura são Ponte Alta do Tocantins e Mateiros.

Os turistas podem andar por entre as formações rochosas do Canyon Sussuapara, com seus 12 metros de altura, e ver o pôr do sol da Pedra Furada, ou se aventurar por trilhas na Serra do Espírito Santo, na Serra da Catedral e nas dunas laranjas. Mas todo o calor sentido nas subidas vai ser esquecido quando mergulhar nas águas cristalinas dos fervedouros, rios e cachoeiras que permeiam todo o parque.

É comum encontrar diversos artesanatos feitos com capim dourado e seda de buriti por toda a região. Esse tipo de artesanato se tornou fonte de renda para as comunidades locais e tem sido alvo de estudos e ações para garantir seu uso sustentável, fortalecendo a economia local.

O que fazer no Jalapão


Foto: Filipe Gonzaga Ferreira / Wikimedia Commons

Fervedouros

São cerca de 80 piscinas naturais catalogadas no parque e apenas alguns são abertos para visitação. Os mais buscados são o Bela Vista, Encontro das Águas, Buriti, Buritizinho, Ceiça, Rio do Sono e Alecrim.

Cachoeira do Formiga

Essa é a queda d’água mais famosa do Jalapão, os visitantes que chegam até a atração se deparam com uma nascente de água verde esmeralda. Apesar de pequena, a queda tem grande volume de água e forma um poço cristalino em meio a árvores e palmeiras.

Cachoeira da Velha

Aqueda d’água mais procurada do Jalapão tem 15 metros de altura e 100 metros de largura, fazendo com que a água caia em formato de ferradura.

Dunas do Jalapão

São encontradas em muitos pontos do parque estadual e a areia alaranjada pode alcançar até 40 metros de altura.

Povoados do Mumbuca e Prata

Ambos são comunidade quilombolas remanescentes de visitação aberta ao público permitindo um mergulho na cultura local.

Canyon Sussuapara

Localizado na cidade de Ponte Alta do Tocantins, essa formação rochosa de 12 metros de altura permite que os visitantes passeiem por entre os vãos e se deparem com nascentes cristalinas.

Serra do Espirito Santo

Com formações arenosas causadas pela ação dos ventos e chuvas, a Serra do Espirito Santo, possui um mirante, onde é possível ter uma visão panorâmica de toda a região.

Outros lugares para conhecer no Jalapão:

  • Pedra Furada
  • Prainha do Rio Novo
  • Praia do Alecrim
  • Serra da Catedral
  • São Félix do Tocantins
  • Novo Acordo
  • Ponte Alta do Tocantins
  • Mateiros

Como chegar no Jalapão


Foto: Rodrigo José Fernandes / Wikimedia Commons

A cidade mais próxima com aeroporto próprio é a capital do estado, Palmas. De lá o viajante deve seguir pela TO-050 até Porto Nacional e depois pegar a TO-255 até Ponto Alta do Tocantins (195km de Palmas).

Outro caminho até o Jalapão é entrar por Mateiros, onde estão muitas das principais atrações da região. Para chegar até lá o motorista deve continuar pela TO-255 depois de Ponte Alta do Tocantins por mais 160km.

É importante ressaltar que não é recomendado fazer o trajeto sem um guia.

Melhor época para visitar o Jalapão


Foto: Flávio André / MTUR

As temperaturas são altas o ano todo (entre 30°C e 40°C), mas o período mais indicado é entre maio e setembro porque as chuvas são mais raras.

Entre os meses de maio e setembro quase não chove na região e o céu está sempre azul. Para ver os campos de Capim Dourado, visite o parque nacional em setembro. Durante essa época os dias são mais quentes e as noites são mais frescas. Já na época com mais chuva entre outubro e março, os dias são mais frescos, mas em compensação as noites não esfriam tanto.

» Tocantins: veja fotos dos fervedouros mais belos do Jalapão
» 5 cachoeiras com águas incrivelmente azuis para você conhecer no Brasil
» Lugares para conhecer em Palmas
» 10 rotas para fazer um mochilão pelo Brasil

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

5 passeios bate e volta para fazer saindo de Roma

Artigo anterior

Lugares para conhecer na Chapada dos Guimarães

Artigo seguinte

Você pode gostar