Praga é a capital e mais importante cidade da República Tcheca e guarda em suas ruas uma rica arquitetura com forte influência do período em que pertenceu ao Império Austríaco e à Dupla Monarquia Austro-Húngara. Entre os edifícios memoráveis, que mesclam estilos medievais, barrocos e góticos, destaque para o Castelo de Praga, que tem um pouco de cada um desses movimentos. Em seu interior estão guardadas as Jóias da Coroa da Boêmia, que pertenceram à diversos reis e imperadores ao longo da história. O espaço conta com um belíssimo jardim e um grande acervo histórico. Vale a pena fazer a visita guiada.

Com 1,3 milhões de habitantes, a incrível cidade de Praga se destaca das demais no Leste Europeu. A capital da República Tcheca tem no turismo a sua principal atividade econômica, o que se revela em centenas de hotéis e restaurantes a preços módicos, e outros tantos onde o luxo e a sofisticação combinam com a arquitetura suntuosa e preservada.

A cidade que já sobreviveu em duas grandes guerras, ainda hoje, 11 anos após a queda do comunismo, celebra uma espécie de renascimento cultural que toma conta da cidade durante o ano todo. Por toda parte, artistas de rua dividem a atenção com os belíssimos patrimônios arquitetônicos da cidade, representada por catedrais góticas, palácios barrocos e edifícios Art Nouveau.

O centro histórico de Praga é Patrimônio Cultural da Humanidade, e entre os monumentos mais famosos está o intrigante Relógio Astronômico, além da Praça Central, que atrai diversos músicos e atores em performances ao vivo.

Para conhecer um dos templos mais emblemáticos da área central, explore o rico interior da Catedral de S. Vito. O prédio foi construído em estilo gótico e possui alguns dos vitrais mais bem trabalhados do Leste Europeu. As paredes internas são decoradas com belíssimas pastilhas pintadas à mão. O espaço foi usado por incontáveis reis e imperadores ao longo dos séculos como o local de suas coroações e fica no mesmo complexo do castelo. Outra atração para conhecer em Praga é a Ponte Carlos, um dos cartões-postais mais famosos, que começou a ser construída em 1354 e ficou pronta no final do século XIV, tendo sido fundamental para a expansão urbana durante a Idade Média. Ficou famosa por suas estátuas de pedra que adornam seu trajeto, mas que foram sendo substituídas por réplicas para a preservação das originais que hoje encontram-se no Museu Nacional. 

E é neste museu que encontra-se o mais rico acervo histórico da República Tcheca, contando com mais de 14 milhões de itens em exposição, divididos em inúmeras salas e categorias que contam da pré-história aos tempos modernos o desenvolvimento da região. Outro lugar para conhecer em Praga, a Praça da Cidade Velha, no coração da capital tcheca, é uma das atrações que não podem faltar no seu roteiro. Este local sempre foi o centro do comércio, sendo rodeado de ruas com bons restaurantes, lojas, museus e locais históricos. Vale a pena caminhar pela região por algumas horas.

Encerrando sua viagem para Praga, não deixe de conhecer um dos lugares mais espetaculares para conhecer, onde o passado encontra com o futuro, é a Casa Dançante. Esta obra de arquitetura, rodeada de casas neobarrocas, neogóticas e art nouveau, é um exemplos mais emblemáticos da modernização da cidade, tendo sido idealizada pelos arquitetos Vlado Milunić e Frank Gehry. Suas linhas curvas e assimétricas criam a ilusão de que a casa estaria se movendo ou derretendo.

O que fazer em Praga

Foto: Dmitry Goykolov / Unsplash

Praça Central

A Praça Central é o ponto vital de Praga, onde estão concentrado as principais atrações de Praga e onde ocorre os principais eventos, além de excelente ponto de partida para conhecer o resto da cidade. Ao seu redor, inúmeras ruas e vielas desdobram-se com cafeterias, lojinhas, restaurantes e muita tradição e cultura. É uma ótima pedida para passeios no começo da manhã e ao final do dia, com possibilidade de comprar lembrancinhas e desfrutar de uma boa refeição.

Igreja de Nossa Senhora Diante de Týn

É o ponto mais alto nos arredores da praça central de Praga, com duas torres em estilo gótico chegando a 80 metros de altura. A fachada, rústica e grandiosa, impressiona também à noite, com iluminação especial. No interior da igreja, o estilo predominante é o barroco, reconstruído no século 17. Destacam-se no conjunto um altar rococó de grandes proporções e a tumba do astrônomo Tycho Brahe, morto em 1601, quando era consultor do rei. Uma das curiosidades do entorno é a casa na rua Celetná, residência do escritor Franz Kafka durante a adolescência.

Ponte Carlos e Torres da Ponte

Uma das pontes mais charmosas da cidade, tem a estrutura adornada por estátuas de pedra, que são reproduções de santos em estilo gótico. Foi construída durante a Idade Média, tendo sido fundamental para a ampliação do antigo feudo e para o comércio de Praga. Hoje, faz parte de roteiros de walking tours, que ajudam a revelar a importância desta construção durante guerras e diversos outros episódios.

São apenas 500 m de extensão e 10 m de largura, mas esta faixa rígida sobre o rio Moldava parece conter boa parte dos turistas do mundo, disputando espaço com artistas de rua e vendedores ambulantes. Cruzar a Ponte Carlos, rumo ao Castelo de Praga e conhecer as atrações vizinhas ao redor dela, é um dos principais programas para os turistas que visitam a cidade. Construída em 1357, ela foi a única ligação direta entre os dois lados da cidade até 1841, cortada pelo rio Moldava.

Josefov

Bairro judeu está a aproximadamente cinco minutos de caminhada da Praça Central e reúne seis das mais antigas sinagogas da Europa, como a Staronová de 1270, e um cemitério construído em 1470, com 12 mil lápides. O bairro foi reformado na virada do século, por exigência do governo, que via nos edifícios antigos uma ameaça à saúde pública. Hoje, a arquitetura em estilo “art noveau” cria um cenário encantador.

Castelo de Praga

O complexo do Castelo Real de Praga é recheado de belas construções e atrações que ajudam a revelar as belezas mais importantes da Boêmia. No local estão as jóias da coroa, além de um rico acervo de pinturas, estátuas e documentos sobre os diversos reis e imperadores que dominaram a região ao longo dos séculos. A visita guiada permite conhecer melhor os detalhes históricos.

Catedral de S. Vito 

Local de coroação de inúmeros reis, é um dos templos mais bonitos da cidade. Com o interior adornado de pastilhas centenárias pintadas à mão e belíssimos vitrais, é um dos expoentes góticos de Praga.

Como chegar em Praga

Foto: Raul Cacho Oses / Unsplash

Não há voos diretos entre o Brasil e a República Tcheca. Todavia, Praga é facilmente acessível através das diferentes companhias aéreas que servem cidades brasileiras e a Europa. O Aeroporto Internacional de Praga Václav Havel (PRG) fica a cerca de 20 quilômetros do centro.

Para chegar em Praga a maneira mais fácil é por meio do Aeroporto , com voos para diversas capitais mundiais. Além disso, a cidade é atendida por um grande sistema ferroviário, com três linhas principais, que conectam Praga à capitais como Berlim e Viena.

Praga é razoavelmente bem servida por um sistema ferroviário que a liga com as principais cidades não só da República Tcheca, mas também de toda Europa Central. As partidas diárias para destinos importantes, como Munique, Salzburgo, Viena, Berlim e Varsóvia.

Melhor época para conhecer em Praga

Foto Alisa Anton / Unsplash

Praga apresenta um clima bastante definidas as quatro estações do ano, com verões bastante quentes e invernos rigorosos, chegando a temperaturas negativas e bastante neve.

A melhor época para viajar para Praga é entre os meses de maio a setembro, quando faz mais calor e é possível apreciar suas belezas mais facilmente. Já os turistas que desejam conferir a cidade pincelada de branco durante o inverno, escolha entre os meses de dezembro ao início de março.

Confira qual a melhor época para viajar para a Europa aqui.

Onde se hospedar em Praga

Foto: Marius Serban / Unsplash

O MeetMe23 é uma ótima opção para quem busca boa localização. O hotel está situado a 400 metros do Museu Nacional de Praga, um dos principais museus da cidade. Outra ótima pedida pode ser o luxuoso Art Deco Imperial Hotel, a apenas 10 minutos a pé da Praça do Centro Histórico de Praga.

Para quem viaja sozinho ou não se incomoda de hospedagens compartilhadas, os hosteis Little QuarterPrague-1 são os mais indicados na plataforma de pesquisa Booking.com.

O Booking oferece mais de 1000 opções de hospedagem em PragaVeja aqui todos os hotéis disponíveis no Booking.com.

Praga tem ótimas opções de hospedagem pelo Airbnb. A plataforma que oferece aluguel de casas, apartamento e quartos pode sair bem mais barato do que hotel. E se você ainda não tem cadastro, pode usar esse código de desconto.

Leia também:

» As melhores cidades para visitar na República Tcheca
» Burano a cidade mais colorida da Itália
» Costa Amalfitana o destino mais romântico da Itália
» Viagens clichês que você precisa fazer antes de morrer

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Lugares para conhecer em Madrid

Artigo anterior

Conheça a cidade medieval de Dubrovnik na Croácia

Artigo seguinte

Você pode gostar