Lugares para conhecer em Nova York

Cercada por atrações incontáveis, Nova York é um dos destino preferidos dos brasileiros no exterior. A cidade oferece passeios turísticos para todos os gostos: museus, parques, locais históricos, edifícios com arquitetura de arrepiar e restaurantes que estão entre os melhores do mundo.

Imortalizada em inúmeros cenários de filmes, a cidade mais influente do globo é um verdadeiro caldeirão cultural. São tantas as opções de atrações, que a cidade recebe milhares de turistas com os mais diversos interesses. Você pode visitar alguns dos mais importantes museus do mundo, observar construções famosas, assistir shows, peças de teatros e os famosos musicais da Broadway ou até mesmo aproveitar a imensidão de lojas, shoppings e galerias espalhadas pela cidade e fazer algumas comprinhas.

Para compreender melhor Nova York é bom começar entendendo a divisão da cidade. São 5 distritos (também conhecido como borough) e cada um possuí atrações, histórias e peculiaridades próprias. O mais famoso deles é Manhattan, onde estão concentrados os melhores hotéis, restaurantes, museus e lojas do destino.

Outra zona muito frequentada é a região do Brooklyn. A área que antigamente era considerado um local perigoso, se transformou na região mais descolada de Nova York. Hoje o local é frequentado por intelectuais, artistas e curiosos que aproveitam a grande diversidade de opções de galerias, parques, museus, praias, restaurantes, bares e uma das visões mais famosas do skyline de Manhattan, que pode ser observado em uma travessia pela Ponte do Brooklyn.

A Zona do Queens é conhecida pela população multicultural que vive e frequenta esse pedacinho de NY. São mais de 100 nacionalidades dividindo o mesmo espaço, transformando o Queens em uma das áreas com maior diversidade étnica no mundo! É lá que estão as opções mais econômicas de hospedagens em Nova York.

Localizado ao norte de Manhattan, o Bronx é separado pelo rio Harlem e abriga bairros icônicos como o Little Italy, um pedacinho da Itália dentro de NY cheio de restaurantes que oferecem pratos típicos italianos. O último e menos importante é o distrito de Stanten Island, essa é talvez a zona mais longe de Manhattan e menos procurada pelos turistas. Apesar disso é considerada também uma parte autêntica de Nova York por abrigar a maior quantidade de prédios da época colonial. Se você decidir conhecer essa região não deixe de visitar o Historic Richmond Town, um pequeno povoado rural com incontáveis casas do século XVII e o Fort Wadsworth, um forte construído por holandeses que serviu para proteger Nova York de possíveis invasões.

Das cinco regiões que dividem a cidade: Brooklyn, Queens, Bronx, State Island e Manhattan, é a última o abrigo dos principais pontos turísticos de Nova York. A terceira maior cidade das Américas reúne algum dos cartões postais mais famosos do mundo, como o romântico Central Park, a agitada Times Square, a emblemática Estátua da Liberdade e prédios que são considerados verdadeiras obras primas da engenharia, como o Empire State Bulding Bank of America Tower e o Chrysler Building.

Outro ponto forte de Nova York é a gastronomia reconhecida mundialmente. Seus restaurantes estão entre os melhores do mundo e a diversidade multicultural da cidade pode ser conferida em um passeio gastronômico pela cidade. Assim como em outras grandes capitais é possível achar tanto restaurantes especializados em pratos típicos do país, como aqueles voltados à culinária de outras nações.

Leia também:

Viajando para os Estados Unidos: como tirar o visto americano
Melhores praias para curtir na Califórnia
25 lugares surreais que você precisa conhecer nos EUA
Conheça San Francisco a cidade mais charmosa da Califórnia

O QUE FAZER:

Empire State Building

Com 102 andares e 448,7 metros de altura, o arranha-céu Empire State Building foi batizado com o apelido do estado de Nova York e ostentou o posto de prédio mais alto do mundo durante 40 anos — até a abertura da torre norte do World Trade Center, em 1972.

Foto: Free-Photos / Pixabay

Museum of Natural History

O Museu tem galerias recheadas acervos que incluí desde animais empalhados até meteoritos. O museu é tao grande que ocupa quatro quarteirões no Upper West Side. A galeria mais visitada é o andar dos dinossauros onde estão mais de 600 fósseis, incluindo um esqueleto de Tiranossauro Rex.

Foto: Divulgação Museum of Natural History

Central Park

Com mais de 320 hectares o Central Park corta boa parte do distrito de  Manhattan e conta com uma lista de atrações para fazer ao ar livre, como aluguel de bicicletas, o pequeno zoológico com 130 espécies, o maravilhoso Jardim de Shakespeare e outras dezenas de trilhas e esculturas espalhadas por toda área verde.

Foto: 12019 / Pixabay

Estátua da Liberdade

O maior símbolo de Nova York está localizado em uma pequena ilha. Para subir os seus 354 degraus até a sua coroa o turista precisa pegar um barco que sai do Battery Park, no sul de Manhattan.A enorme escultura foi dada de presente pelos franceses em comemoração ao centenário da Revolução Americana e representa política e democracia.

Foto: Ronile / Pixabay

Times Square

Iluminada 24 horas por dia com telas animadas, outdoors imensos e marquises de teatro, a Times Square de Manhattan é considerada o coração da Cidade de Nova York. Quem adora fazer compras durante a viagem vai se deliciar andando pelas galerias e lojas do famoso cruzamento.

Foto: StockSnap / Pixabay

Ponte do Brooklyn

A ponte que liga o Brooklyn a Manhattan foi inaugurada em 1883, era a mais longa ponte suspensa do mundo e, em 1964, ela foi designada como um marco histórico nacional. Hoje, ela permanece como um dos grandes ícones da cidade.

Foto: LNLNLN / Pixabay

Wall Street

Wall Street em Nova York é considerado um dos centros mundiais do capitalismo. Esta rua está localizada ao sul de Manhattan,  entre os arranha-céus que parecem alcançar as nuvens, e onde está a maior bolsa de valores do mundo. É o centro dos negócios de Nova York.

Foto: TreptowerAlex / Pixabay

Grand Central Terminal

Grand Central Terminal é considerado o maior terminal metroviário do mundo. São 44 plataformas e 67 trilhos além de muitos restaurantes, mas nada disso se compara a grandiosidade do enorme saguão da estação. A atração é famosa não somente por ser um grande hub de transporte. Atualmente existem muitas lojas, restaurantes e até um mercado dentro do terminal.

Foto: Free-Photos / Pixabay

Chinatown

Bem pertinho do Broadway fica outro bairro bem famoso e cênico de Nova York: o Chinatown. O bairro que mais parece um cenário produzido para a produção de um filme asiático, é um dos mais antigos da cidade e reúne milhares de lojinhas e restaurantes caracterizados em estilo chinês.

Foto: Wikimedia Commons

Quinta Avenida

A Fifth Avenue ou Quinta Avenida é sem dúvida uma das vias mais movimentadas e impoprtantes de Nova York. A avenida já foi o endereço de pessoas ricas e famosas, mas hoje se transformou em uma área comercial e abriga lojas de marcas mundialmente conhecidas.

Foto: Tookapic / Pixabay

Top of the Rock

O Top of the Rock é um observatório dentro do GE Building, edifício que faz parte do Rockefeller Center, em NY. A atração é uma ótima opção para quem deseja observar a cidade do alto. Do topo do prédio é possível admirar inúmeros pontos da cidade, entre eles o Central Park, Lower Manhattan e o Empire State.

Foto: MichaelUnsoeld / Pixabay

Museu Metropolitano de Arte

Conhecido como MET, o Metropolitan Museum of Art está na lista dos museus mais importantes pelo seu rico acervo que incluem temas como arte e cultura egípcia, pinturas europeias, arte asiática, arte americana, arte islâmica, arte medieval.

Foto: Anielbaez0 / Pixabay

 

QUAL A MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR NOVA YORK?

Nova York é encantadora em todas as estações do ano. Durante a primavera entre os meses de abril e maio os parques da cidade ficam tomados pelas flores e é bem comum chover.  A temperatura no verão pode chegar até 40ºC, nessa época do ano as pessoas ficam mais descontraías e lotam parques, festivais e feiras de ruas.

O inverno é mágico. Os dias escurecem cedo, as árvores não têm mais folhas e o frio toma conta do lugar podendo chegar até -15°C. O auge do inverno atinge Nova York em janeiro e fevereiro.

A primavera começa em meados de março e vai até o meio de junho. Essa época também costuma ter dias frios. A partir de abril a temperatura costuma fixar e o sol aparece com mais frequência.

COMO CHEGAR:

Voos diretos ligam as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro até Nova York .Os aeroportos que servem a região metropolitana são o JFK (www.kennedyairport.com), La Guardia (LGA, www.laguardiaairport.com) e Newark (EWR, www.newarkairport.com) , o tranporte para o centro é feito de táxis, trens ou shuttle vans.

Manhattan está interligada por trens a outras importantes cidades dos Estados Unidos, como Miami, Washington, Orlando e Boston.


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.