Cercada por montanhas com picos nevados, bosques selvagens e glaciares milenares, a Laguna Esmeralda é um local que precisa ser visitado em uma passagem por Ushuaia

A Laguna Esmeralda, ou Lagoa Esmeralda é uma das opções de passeios clássicos para conhecer em Ushuaia, na Patagônia argentina. A atração está localizada à apenas 20 km do centro da cidade, e é acessada por uma trilha de 4,5 km, com duração média de 1h30m. O início do trajeto que leva a atração fica na Reserva Natural Tierra Mayor, logo na entrada do parque. 

Todo o trajeto é sinalizado com placas, que indicam o caminho para o visitante até a lagoa. A trilha é considerada de dificuldade leve, sendo indicada até mesmo para quem não tem experiência em ambientes mais inóspitos, ou quem não costuma fazer atividades físicas com frequência.

No início do trajeto, campos abertos começam a aparecer, nesse trecho existem muitas castoeiras, uma espécie de diques construídos por castores, e muitos restos de troncos. Os castores são considerados pragas em Ushuaia. Os pequenos animais foram indevidamente introduzidos pelo homem na região com a intenção de iniciar uma indústria de casacos de pele. Devido ao fato de não haver os mesmos predadores naturais do Canadá, como linces, ursos e lobos, os castores se multiplicaram rapidamente em Ushuaia passando de apenas 25 casais introduzidos inicialmente, para uma quantidade de mais de 200 mil casais. Esse número descontrolado faz com que os castores depredem e mudem a natureza de Ushuaia em uma grande e lamentável velocidade.

Leia também:

Ushuaia: o que fazer a noite
Onde ficar em Ushuaia: dicas de hotéis e pousadas
Embarque pelo Trem do Fim do Mundo em Ushuaia
Descubra a melhor época para visitar a Patagônia Argentina

O próximo trecho possuí solo plano, iniciando logo após cruzar um rio. Antes da subida há uma placa ilustrativa que indica os cerros da região, os glaciares e a localização da Laguna Esmeralda. Nesse ponto da trilha, o cenário parece sair de uma revista e documentários sobre natureza, onde mostram paisagens completamente selvagens.

Em seguida o visitante precisa passar por uma área com muita lama e um bosque de lengas, um tipo de árvore típico da Patagônia Argentina. Antes de iniciar a trilha, as agências contratadas para fazer o percusso oferecem galochas para atravessar essas partes com terreno lamacento.

Emoldurada por montanhas e glaciares, a Laguna Esmeralda é abastecida pelo degelo do Glaciar Ojo del Albino, e recebeu esse nome pela sua coloração em tom de verde esmeralda, fenômeno que ocorre pela presença dos minerais expostos nas rochas da região e que são carregados para lagoa durante o degelo.

Foto: via FLickr – Lorenzoboy

Foto: via FLickr – Agostush

Foto: Chino Pablo

Foto: Alessandro Grussu

Bônus:

Trilha para o Glaciar Ojo del Albino
Distância: 4km

Essa é uma segunda opção para quem tem disposição, o trecho até o Glaciar Ojo del Albino não é muito conhecido pela a maioria dos turistas que visitam Ushuaia, mas existe essa opção para quem deseja prolongar o passeio. A trilha passa pela borda direita da laguna e vai seguindo até as montanhas no fundo da Lagoa. E pode ser feito em 3h.

Para quem deseja conhecer de pertinho esses cenários maravilhosos da Patagônia Argentina indicamos a agência Ushuaia Extremo, um receptivo da região especializado em receber brasileiros e promove passeios com guias em português.

+Info
Ushuaia Extremo
Tel: +54 2901 433816
info@ushuaiaextremotravels.com
www.ushuaiaextremoevt.tur.ar
Facebook | Instagram

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Embarque pelo Trem do Fim do Mundo em Ushuaia

Artigo anterior

O que fazer em Cusco além de Machu Picchu

Artigo seguinte

Você pode gostar

Mais em Argentina