Veneza inundada: a Praça São Marcos e outros pontos turísticos de Veneza estão cheias de água na segunda maior inundação da história da cidade  

Após um grande alta na maré, acumulada com ventos fortes que ocorreram nesta semana (12), Veneza, um dos principais pontos turísticos da Itália, passa por uma das cheias mais marcantes da sua história recente. Essa é a primeira vez em 53 anos que moradores, autoridades e turistas se surpreendem ao encontrar Veneza em uma de suas piores inundações. 

A última vez que houve esse tipo de inundação em Veneza, também foi no mês de novembro, no ano de 1966. Neste momento a cidade está mergulhada, com gôndolas espalhadas para a margem, barcos afundados e duas pessoas mortas. A cidade está paralisada, com escolas e comércios fechadas, inclusive o Centro de Previsão de Marés de Veneza, também foi atingido e ficou sem comunicação por um longo tempo. Autoridades buscam reduzir os impactos causados em uma das piores enchentes de Veneza.

Um pouco antes de iniciar a inundação, o órgão tinha previsto uma cheia de no máximo 160 centímetros, mas a cidade foi surpreendida com um volume superior ao esperado, chegando a subir 1,87 m em alguns pontos. Infelizmente, a cidade está em estado de alerta ainda hoje, um dia após a cheia.

Veneza inundação

Veneza tem a maior inundação dos últimos 50 anos. Stefano Mazzola / Getty Images

Foto: NurPhoto / Getty Images

Stefano Mazzola / Getty Images

Inundação em Veneza

Uma porta-voz do município afirmou em uma ligação que “há 80% da cidade sob a água e danos inimagináveis”. Alguns locais como a Bienal foram fechados por precaução, para inibir o prejuízo deixado pela maré. O fenômeno já está sendo considerado a segunda maior inundação da história da cidade.

O atual prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, que está no cargo desde junho de 2015, disse que este é um alerta importante de que o mundo todo precisa se preocupar cada vez mais com as mudanças climáticas. Veneza e outras cidades que estão próximas ao nível do mar, correm riscos de entrarem em colapso com o aumento do volume de água gerado pelo aquecimento global, podendo até ficar submersa em um futuro não tão distante. 

Foto: Stefano Mazzola / Getty Images

Foto via BBC

Veneza inundada

Veneza inundada. Foto: Stefano Mazzola / Getty Images

Veneza: destino italiano está em estado de alerta

“Desta vez a situação é verdadeiramente grave, um vento soprava fortíssimo e alimentava a maré. Estes são os efeitos da mudança climática” diz Brugnaro em sua conta oficial do Twitter. Especialistas do mundo da ciências e ambientalistas trazem comprovações sobre o perigo do aquecimento global para o planeta e para a humanidade. 

Se você tem viagem marcada pra Veneza nos próximos dias, vale repensar o seu roteiro, ao menos até a situação normalizar. Restaurantes, lojas, hotéis e residências viram o volume da água chegar em mais de um metro e meio de altura.

Museus, galerias, palácios e estabelecimentos estão tendo prejuízos incalculáveis com o transtorno causado pela água. Nem a Basílica de São Marcos, ponto visitado por turistas e moradores, escapou dessa situação alarmante.

Veneza inundada

Veneza inundada. Imagem: NurPhoto / Getty Images

Imagem: NurPhoto / Getty Images

Foto: NurPhoto / Getty Images

Imagem: NurPhoto / Getty Images

Veneza inundada

Turistas caminhando pelas ruas alagadas. Foto: Miguel Medina/Getty Image

» Viagens de fim de ano para fazer no Brasil
» Roteiros de viagens para apaixonados por vinho
» Melhores praias do Brasil: veja 50 praias para conhecer
» Hard Rock Hotel São Paulo será instalado na Av Paulista

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Dicas de apps para quem quer viajar sozinho

Artigo anterior

Natal: 4 shoppings de São Paulo tem decoração inspirada em filmes da Disney

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.