Estudar na Irlanda se tornou a opção perfeita para brasileiros que querem ter a oportunidade de estudar e trabalhar legalmente na Europa

Estudar fora do país é um dos principais sonhos do brasileiro que deseja aperfeiçoar sua carreira e vida profissional. Nos últimos anos ficou mais fácil viver legalmente fora do Brasil e aprender um novo idioma. Para economizar, além de escolher destinos com moedas competitivas, algumas modalidades de intercâmbio permitem estudar e trabalhar no exterior.

Se o destino escolhido for algum país da Europa, rapidamente a Irlanda aparecerá nas suas buscas. Os motivos são diversos, mas o fato do país permitir visto de estudante sem muita burocracia e ser aberto para receber imigrantes, facilita a vida dos brasileiros que querem ter uma experiência dessas no exterior. 

Além disso, a Irlanda é um destino econômico quando se comparado aos Estados Unidos e Inglaterra, podendo, inclusive, conciliar o seu intercâmbio com trabalho. Assim é possível conseguir uma atividade remunerada durante os seus estudos, recebendo em moeda local e custeando parte da sua estadia no país. 

Mas não é apenas a economia e a certa facilidade de conseguir trabalho que faz da Irlanda um dos principais países para fazer intercâmbio. O governo irlandês facilita o recebimento de estrangeiros do mundo todo que querem estudar inglês nas escolas do país, mesmo para pessoas que não têm cidadania europeia.

Outro ponto positivo que vale ser destacado, é a qualidade das escolas de inglês da Irlanda. A The English Studio, marca inglesa presente em Londres e em Dublin com mais de 20 anos de existência, traz para os alunos professores de diferentes nacionalidades, permitindo que o estudante tenha vivência com sotaques de diferentes países. 

Algumas pessoas que querem fazer intercâmbio também tendem a optar por destinos que oferecem opções de trabalho conciliado com estudos. Com mais essa vantagem, estudantes estão escolhendo fazer intercâmbio na Irlanda para ajudar nas suas próprias despesas e ainda ter uma experiência internacional praticando o novo idioma.

No Brasil já existe grandes redes de agências de intercâmbio que oferecem assessoria completa ao intercambista que quer trabalhar em programas no estilo “Study and Work” (estudo e trabalho). A agência World Study, por exemplo, tem mais de 40 lojas físicas distribuídas por diferentes regiões do país.

Para quem busca trabalhar e estudar na Irlanda, contar com o suporte de empresas confiáveis podem facilitar toda a viagem. Essas agências auxiliam nos processos legais do aluno, na escolha da hospedagem, escola e documentos necessários para entrar e residir na Irlanda com visto que possibilita um trabalho de até 20 horas por semana.

Como funciona esse tipo de intercâmbio na Irlanda? 

Dublin. Foto: ugglemamma / Pixabay

Fazer um intercâmbio com trabalho na Irlanda é bem simples. Para solicitar a opção de trabalho e estudo, a pessoa precisa estar matriculada em um curso de no mínimo 25 semanas com 15 horas de aula semanais.

Então, é possível exercer atividade remunerada por até 20 horas semanais durante o período em que estiver estudando. Sendo que durante as férias escolares, o tempo permitido de trabalho pode dobrar para 40 horas.

O visto para estudar e trabalhar na Irlanda é retirado na hora que você chega no país e é cobrada uma taxa em euros para sua obtenção. É importante lembrar que se você pretende passar um longo período no país, que ultrapasse 2 anos, o visto precisa ser renovado.

Além disso, é recomendado que o profissional possua experiências anteriores e em algumas vagas, inglês com fluência intermediária. Lembrando que na hora de se aplicar para algum emprego, comprovantes de seus trabalhos anteriores vão ser exigidos, então mantenha toda documentação em dia e o currículo traduzido.

Onde é possível trabalhar na Irlanda? 

Galway. Foto: CarinaChen / Pixabay

Sabemos que quando alguém decide fazer um intercâmbio na Irlanda, automaticamente pensa nos pubs e bares típicos. Esses ambientes são os mais comuns na hora de procurar um emprego, porque estão sempre abertos para estrangeiros que querem tentar a vida no país, oferecendo trabalhos de garçons, gerentes, cozinheiros e muito mais.

No entanto, essas não são as únicas opções de serviços, já que inúmeras sedes de multinacionais estão instaladas no país. Além disso, cidades como Dublin recebem grande volume de turistas, com oportunidades de trabalho em hotéis, comércios, empresas de serviço e outros. Então, se você tiver um bom currículo e quiser se arriscar, saiba que essas empresas estão em busca de profissionais que possuem domínio tanto do português quanto do inglês.

Quais são os destinos mais comuns para estudar e trabalhar na Irlanda? 

Galway. Foto: coolpropix / Pixabay

A cidade mais conhecida do país é Dublin, a capital. Esse é o destino preferido de quem quer fazer intercâmbio na Irlanda, porque possui diversas atrações, como a famosa fábrica de cerveja Guinness, símbolo da cultura irlandesa, a Grafton Street, conhecida por ser o point de compras e ainda o rio Liffey, que passa por toda a cidade. 

Outra cidade que é ponto de intercâmbio e trabalho na Irlanda é a cidade de Galway. A região abriga uma intensa cultura irlandesa e um clima mais tradicional, diferente de Dublin, mas tão encantadora quanto. Sendo considerada um ótimo centro universitário e mais econômico que a capital o que acaba atraindo muitos intercambistas.

Leia também:

» Quais países podemos trabalhar e estudar no exterior
» Lugares para conhecer em Dublin
» Belmond lança seu mais novo trem de luxo com viagens na Irlanda
» Roteiro de 15 dias no Reino Unido: 5 cidades escolhidas a dedo

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

10 destinos (quase) desconhecidos no Rio de Janeiro para fugir do óbvio

Artigo anterior

Qual é o custo de vida na Irlanda para estudantes?

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.