Onde se hospedar em Paraty: conheça a Casa Colonial e seu serviço repleto de luxo e requinte

Operando em uma antiga casa em estilo colonial, com quartos bem decorados e localização estratégica, o hotel-boutique é um dos mais elegantes para se hospedar em Paraty

Paraty é uma agradável cidade do litoral sul do Rio de Janeiro, que já foi a principal porta de saída para o ouro que ia para Portugal, durante o período colonial. Hoje, esse centro histórico virou uma parte agitada na costa fluminense. A cidade é sede de grandes eventos como a Feira Literária de Paraty, FLIP, do festival de música MIMO, que só acontece em cidades coloniais brasileiras, do Festival da Cachaça de Paraty e de uma grande variedade de galerias de arte, monumentos históricos e praias paradisíacas. Com tantos atrativos, é fundamental escolher bem onde ficar em Paraty, já que o centro histórico, por exemplo, não permite a circulação de carros. Por isso, para ficar bem hospedado, uma das melhores opções é a Casa Colonial.

A Casa Colonial opera em um grande casarão em estilo colonial, com seu exuberante jardim, e ergue-se majestosa na rua Dona Geralda, uma das mais bem localizadas do centro histórico de Paraty. A rua é uma homenagem à Geralda, personalidade famosa da antiga vila, era filha de pirata e roubou o próprio pai para doar o dinheiro para a construção da imponente catedral de duas torres, a Igreja Matriz. Bem localizada, a Casa Colonial é o melhor local para se hospedar em Paraty. Em estilo hotel-boutique, conta com dois espaços: a Casa do Simon e a Casa Colonial 12. Ambos os interiores são muito bem decorados, com luxo e sofisticação em cada detalhe.

Leia também:

Lugares para conhecer em Paraty
Saco de Mamanguá em Paraty: o único fiorde tropical do mundo
Praia do Cachadaço, o lado mais gostoso da vila de Trindade em Paraty
11 atrações para conhecer em Paraty

Foto: Divulgação

Na Casa do Simon, o primeiro espaço do hotel-boutique, os hóspedes poderão desfrutar de um delicioso ambiente, onde história e bom gosto estão encravados em madeiras, armários, louças e livros. Além da área externa que oferece um exuberante jardim e uma varanda onde é servido o delicioso café da manhã perto da piscina. As áreas comuns contam com sala de jantar e de estar, com móveis clássicos, belas pinturas e ornamentos que oferecem um ambiente confortável e acolhedor.

Já os quartos, cada um teve sua decoração assinada por um artista de Paraty. São cinco habitações disponíveis para hospedagem, é decorada com obras do pintor local de aquarelas, Andréas. Os outros levam obras e trabalhos do príncipe e fotógrafo Dom João, do Estúdio Bananal, um dos mais famosos da cidade e por último a suíte que leva as obras de Márcio Franco. Já a principal suíte recebeu obras do famoso Júlio Paraty, um dos mais renomados artistas locais, que pinta as festas, tradições e a religiosidade da cidade.

Para quem deseja hospedar-se em Paraty com privacidade e o conforto do serviço de um hotel, a Casa Colonial 12 é o outro estabelecimento do grupo, ideal para este perfil. É possível alugar todo o espaço da casa para a família. Misturando elementos modernos, com o artesanato local e a mobília histórica, a casa conta com jardim de inverno, pé direito alto, além de uma grande cozinha e três suítes. O atendimento VIP fica por conta de uma equipe bem treinada, que atende com primazia em português e inglês.

Bem próxima do Centro Cultural de Paraty, restaurantes e galerias de arte, o hotel-boutique ainda conta com um delicioso e fresco café da manhã, servido em uma belíssima apresentação, com jogo de mesa e louça da mais fina qualidade. O estabelecimento também dispõem de serviços especiais, acesso à guias turísticos, serviço com bolsa de praia e outros mimos.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O que fazer:

– Passeio de lancha

Para apreciar o visual incrível que Paraty tem a oferecer, uma das melhores pedidas é contratar os serviços e passeios da Palombeta. A empresa conta com lanchas de diversos tamanhos que percorrem roteiros clássicos como o Paraty ao Mamanguá, um dos mais tradicionais. A aventura percorre famosos destinos como a Ilha do Mantimento, Ilha Comprida, Saco da Velha, Parada Surpresa e é finalizado com um delicioso almoço no Saco do Mamanguá, considerado o único fiorde brasileiro.

Entre vários outros roteiros, a empresa ainda disponibiliza serviços e equipamentos como stand-up-padlle, wake-board, mergulho, além de guia para trilhas e serviços de fotografias.

– Igreja Matriz

Oficialmente Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, o prédio atual teve sua construção iniciada em 1787, mas só ficou pronta em 1873. Foi erguida em estilo neogótico, no local onde a primeira igreja fora construída em 1646. É um dos prédios de maior destaque de Paraty, ocupando um local privilegiado do centro histórico. De frente para o templo, há uma belíssima praça, com música local, cercada de bons restaurantes, lojinhas e galerias de arte.

– Forte do Defensor Perpétuo

Um dos passeios mais legais para conhecer na cidade, não deixe de tomar a trilha até o topo deste morro, onde fora construída a primeira fortaleza para a defesa de Paraty. No local há um pequeno museu com obras de arte, peças e artefatos arqueológicos, além de objetos históricos que mostram o passado da cidade. A vista da área urbana e da riquíssima natureza é uma das melhores de toda a região e rende ótimas fotos.

– Casa da Cultura

Recebendo uma série de exposições temporárias ao longo do ano, é a principal vitrine das obras de arte dos gênios artísticos da cidade. Sendo um município que respira e transpira belezas e artes, é o cenário de inspiração de fotógrafos, pintores, escultores, artistas plásticos e outros mestres de transformar a vida em arte.

Seu acervo fixo conta com mostras que levam os turistas a percorrer a história, lendas e tradições da cidade, com montagens e fotos premiadas em festivais.

Outros lugares para conhecer em Paraty:

  • Capela Nossa Senhora das Dores
  • Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito
  • Saco da Velha
  • Piscina Natural da Caixa d’Aco
  • Estrada Real
  • Cachoeira do Tobogã

Como chegar:

Paraty é acessível por meio da rodovia Rio-Santos (BR-101) e pela rodovia Cunha-Paraty (SP-171 e RJ-165). Também conta com um pequeno aeroporto para vôos particulares e helicópteros. A cidade também conta com ônibus rodoviários para São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Melhor época para visitar:

Procure visitar a cidade entre março e dezembro, para fugir das chuvas de verão e dos preços altos. Entre o final de junho e começo de julho ocorre a Feira Literária de Paraty, e a estadia costuma ficar mais cara. Um bom mês para preços mais baratos e tempo firme são os meses de setembro à novembro.

Onde ficar:

Casa Colonial Paraty
Rua Dona Geralda, 200, Centro Histórico, Paraty, Rio de Janeiro, Brasil
reservas@casacolonialparaty.com
http://www.casacolonialparaty.com/
Tels.:+55 (24) 3371-2244 ou +55 (24) 97401-8036

Passeios:

Palombeta
Marina da Boa Vista, Rodovia Governador Mário Covas, Paraty, Rio de Janeiro, Brasil
info@palombeta.com
https://palombeta.com/pt/contato/
Tel.: +55 (24) 999757859
Reserve aqui.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.