Consultor traz dicas preciosas de educação financeira para quem deseja guardar dinheiro e viajar muito mais

Menos é mais: o grande clichê cai como uma luva quando a ideia é buscar diferentes formas para poupar dinheiro e cair na estrada. O termo educação financeira pode parecer um fantasma para a maioria das pessoas, mas saiba que este pode ser um belo aliado para atingir aqueles seus objetivos mais improváveis.

Infelizmente, por diferentes motivos, esse nunca foi um tema muito recorrente em nossa sociedade. Logo que pensamos em poupar dinheiro, nosso subconsciente nos traz uma chuva de boletos, cálculos, juros, faturas e prestações para pagar. Além da terrível sensação de se privar de certas coisas apenas por pensar na palavra “e-c-o-n-o-m-i-z-a-r”. Dá arrepios e para muitos isso pode ser um verdadeiro terror.

Pelos traumas inclusos em todo este pacote, esse tema sempre se tornou um ponto de fuga ideal para mudar de assunto ou se lamentar. Mas, apesar do grande distanciamento generalizado, não podemos minimizar a importância da saúde financeira em nossas vidas.

Por isso, separamos algumas dicas preciosas para evitar gastos extras e definitivamente conseguir guardar dinheiro para viajar. Confira um pouco da conversa que tivemos com o Anderson Paiva, gerente sênior de marketing da Easynvest e veja algumas ideias para gastar dinheiro com o que realmente importa.

Foto: Erik Odiin/Unsplash

Como guardar dinheiro para viajar?


Está cada vez mais acessível viajar, mas sem fazer um planejamento adequado, essas experiências podem pesar mais no bolso do que o previsto inicialmente. E ninguém quer transformar o sonho de viajar no pesadelo tortuoso das dívidas. Viajar é um investimento como qualquer outro, e se o destino for um país distante ou uma viagem para comemorar uma data especial, começar com um planejamento criterioso pode ser a chave para atingir seu objetivo em um prazo mais curto e viável.

Ter uma vida financeira alinhada com um bom planejamento evita desgastes, estresse e dores de cabeça que podem se tornar problemas sérios no futuro. Pensando nesses temas, criamos um guia prático que pode ser facilmente adotado por qualquer pessoa, mesmo para aqueles que não tem nenhuma base sobre economia, investimentos e educação financeira.

Em conjunto com nossa redação, o Anderson Paiva destacou alguns pontos importantes que serão compartilhados aqui neste guia. Confira essas dicas e se organize melhor:

Tenha metas e um objetivo claro


Em qualquer situação de planejamento financeiro, é preciso ter um objetivo a ser alcançado. Quando se está planejando uma viagem, o primeiro passo é pesquisar quanto gastaria com hospedagem, passagem, turismo, alimentação e outros possíveis gastos diários.

A partir disso, você definirá a quantia que será preciso guardar para cobrir os custos básicos da viagem, já levando em conta seu padrão de vida. Porém, a dica de ouro é acrescentar 20% sob esse valor inicial, para que você tenha uma margem de gasto extra e fique confortável para curtir a viagem.

Organize seus gastos


Nós sempre falamos que a pessoa tem três fases para guardar dinheiro. A primeira delas é levantar os gastos do mês anterior para entender onde o dinheiro foi gasto. Depois disso, vem a segunda fase, na qual a pessoa deve tomar a decisão do que será feito no próximo mês.

Nesta etapa, ela precisa analisar onde é possível economizar e quais gastos podem ser cortados. Nesse momento, você vai se planejar para curto prazo e estabelecer as metas a serem cumpridas. Conseguindo cumprir as metas de gastos, você terá controle sobre eles e estará pronto para o terceiro passo, que é guardar. A dica agora é já separar o valor que irá guardar logo após separar os gastos fixos, para não correr riscos de gastá-lo sem perceber.

Crie um planejamento financeiro


Para quem é novato em educação financeira, o grande pulo do gato é ter controle do que se gasta. Para isso, coloque em um papel ou planilha exatamente o que está sendo gasto, deixando mais fácil visualizar para onde está indo o dinheiro. A partir disso, os próximos passos são mais fáceis. Para começar logo, basta pegar um extrato do seu banco e cartão de crédito e colocar tudo em uma planilha.

Evite gastos extras e reveja suas prioridades


Existem três gastos que são fáceis de eliminar logo no início: itens relacionados ao seu entretenimento e lazer, no qual são inclusos passeios, restaurantes e cinema; televisão à cabo, que é possível negociar um pacote mais barato; e telefone, cortando o pacote de dados e ligação em excesso ou optando por planos de controle das operadoras. Esses são os gastos mais rápidos para cortar e que podem economizar, no mínimo, 100 a 200 reais por mês.

Conheça opções de investimento


Programando com bastante antecedência é possível ter acesso a investimentos mais arrojados e de longo prazo que possam trazer ainda mais rentabilidade, ótima opção para viagens longas. Ao manter esse investimento por 2 ou 3 anos, a rentabilidade pode ser muito maior do que se pensar em curto prazo.

Porém, se o prazo para a viagem ou objetivo for curto, pode não ser uma boa opção investir em ativos com mais risco. A prioridade, nesse caso, será ir atrás de algo mais conservador, como renda fixa, que apesar da rentabilidade menor, rendem mais que a poupança e possuem mais previsibilidade dos retornos. Boas alternativas são Tesouro Direto e CDB’s, que na modalidade prefixados já informam o quanto seu dinheiro vai render no período.

Outra boa opção para quem quer investir para viajar é aplicar em ativos atrelados à moeda do país que você vai. Os Fundos Cambiais têm essa característica e tentam dar resultados melhores do que a valorização da moeda em questão, com maior rentabilidade e a pessoa consegue se proteger da variação da moeda.

Depois de começar a investir, o céu é o limite. Basta se informar sobre os produtos e procurar boas opções no mercado, pois existem diversos investimentos com valores de aplicação inicial muito baixos e que apresentam bons rendimentos. A Easynvest, por exemplo, gera conteúdo diário em suas redes sociais para educar financeiramente seus seguidores. O canal no Youtube da corretora é o maior entre as concorrentes, com mais de 270 mil inscritos.

» Lugares baratos para viajar no Brasil em 2019
» 13 piscinas naturais para visitar perto de São Paulo
» Safáris na África: Botsuana e Namíbia na mesma viagem
» Calor em São Paulo? Conheça 6 cachoeiras para mergulhar

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

10 razões para conhecer a maior Torre Japonesa do Brasil

Artigo anterior

São Paulo terá bar subterrâneo instalado em antigo cofre de banco

Artigo seguinte

Você pode gostar