Tem 50 anos ou mais e sempre quis estudar no exterior? Não existe idade certa para fazer um intercâmbio, descubra mais como planejar o seu

 Fazer uma viagem no exterior com o intuito de estudar deixou de ser uma atividade voltada apenas para jovens estudantes. Atualmente existem programas de intercâmbio para pessoas com mais de 50 anos que querem aprender uma nova língua, estudar em uma universidade ou apenas ter a experiência de viver em um outro país.

 Lembrando que qualquer pessoa acima de 18 anos pode entrar nos cursos de intercâmbio comuns, mas esse programa em especial tem a vantagem de deixar os estudantes mais experientes confortáveis para entrar em um grupo com a mesma faixa etária. Por isso, vamos tirar algumas dúvidas sobre o programa. 

Como funciona fazer intercâmbio depois dos 50 anos?

 Qualquer pessoa pode se divertir em um intercâmbio no exterior, pois não existe uma faixa de idade ideal. Quer aperfeiçoar um novo idioma enquanto tem a experiência de viver em um outro país? Tenho certeza que esse artigo vai te encorajar para uma nova aventura, além de tirar algumas dúvidas comuns sobre estudar no exterior depois dos 50 anos.

O processo para ingressar legalmente em um outro país funciona igual ao intercâmbio tradicional. O primeiro passo é escolher qual será o país de destino para essa viagem, pois cada lugar tem regras específicas para receber estrangeiros que querem estudar. 

 Ainda não sabe qual pode ser o seu próximo destino? A agência de intercâmbio brasileira, World Study, criou um guia de destinos onde pode sugerir algumas opções que mais combinam com sua necessidade e perfil. Para isso, basta seguir os passos da página Guia de Destinos.

Intercâmbio para pessoas com 50 anos ou mais. Foto: Unsplash

Como escolher a acomodação ideal em um intercâmbio?

O sistema de acomodação é escolhido entre casas de família, compartilhar casa com outros estudantes ou alugar um local inteiro para você. Mas, como a ideia aqui é praticar e viver uma nova cultura, as duas primeiras opções são sempre as mais escolhidas. Em um intercâmbio, a troca de experiência com pessoas de outros lugares do mundo sempre deixa a viagem muito mais enriquecedora.

Mas, de qualquer forma, cada pessoa escolhe um tipo de acomodação conforme sua necessidade, no entanto, como normalmente esse tipo de intercâmbio é realizado em grupos, os participantes tendem a escolher acomodações próximas aos demais integrantes ou mesmo compartilham a mesma casa em repúblicas estudantis. 

As aulas normalmente acontecem no período da manhã ou na parte da tarde. O grupo pode agendar passeios e tours ao redor da cidade de destino, pois o intercâmbio também é uma oportunidade perfeita para viajar e conhecer novos países. Lembrando que nesse programa os estudantes não precisam necessariamente optar por aulas de idioma, eles também podem escolher cursos extras ou até mesmo graduações de ensino superior.

 Além disso, atividades recreativas podem estar incluídas nos programas escolhidos, que ajudam na desenvoltura da comunicação, interação com outros alunos e na prática de hobbies. 

Intercâmbio para adultos e grupos. Foto: Unsplash

Quais são os destinos mais buscados? 

  O sistema de intercâmbio para pessoas com mais de 50 anos, normalmente têm uma duração de duas semanas ou mais. E vale ressaltar que diversas agências oferecem o programa pelo mundo todo, mas alguns lugares são os mais desejados pelo público: 

Intercâmbio na Inglaterra

 Os programas de intercâmbio para pessoas com mais de 50 anos da Inglaterra duram em torno de 2 a 4 semanas e nenhum viajante precisa se preocupar com o nível de inglês. A cidade que abriga grande parte dos grupos é Bournemouth, com praias, parques e muitos pontos interessantes para relaxar e aprender. Além dela, fazer intercâmbio em Londres, por ser a capital do país, também é um dos destinos mais desejados pelos estudantes. 

Intercâmbio na França 

 Um outro destino escolhido por diferentes intercambistas é a França. Por lá os viajantes de todas as idades podem aperfeiçoar seu nível de francês, sendo importante ter um conhecimento prévio e básico do idioma. Para intercâmbio na França de até 90 dias, não é preciso visto de estudante, somente o de turista que é entregue na entrada do país.  

Intercâmbio na Espanha 

 Para descobrir um pouco mais da dança flamenca e aprimorar ainda mais a língua espanhola, nada melhor do que fazer um intercâmbio para a Espanha. Os destinos mais comuns são cidades históricas como Madrid, Barcelona, Salamanca ou Alicante. 

Intercâmbio na África do Sul 

 A Cidade do Cabo vêm atraindo muitos estudantes, porque oferece cursos de inglês a preços mais acessíveis que os demais países sob os holofotes. Como grande parte das aulas acontecem no período da manhã, as tardes são livres para explorar a cidade visitando safaris e fazendo passeios em comunidades locais.  

Intercâmbio em Malta 

 Para a surpresa de muitos, Malta se encontra na lista de intercâmbio para pessoas com mais de 50 anos. A cidade carrega traços leves e descontraídos, bem perto do mar e possibilita que os viajantes aperfeiçoem seu inglês, sendo considerada até um ambiente mais barato que os demais países clássicos que falam o idioma.

Intercâmbio na Irlanda  

A Irlanda é um outro país escolhido por quem deseja aprender inglês e viver um tempo pela Europa. Quando comparado a países como os Estados Unidos e Inglaterra, a Irlanda se destaca como um destino vantajoso e mais barato que os outros dois. Além disso, esse e um dos poucos países europeus que permitem que o estudante estrangeiro possa trabalhar enquanto estuda. Está pensando em ir estudar no país? Veja nossa página com diferentes dicas sobre intercâmbio na Irlanda.

Intercâmbio na Itália 

 Para combinar aulas de italiano com excursões visitando a Itália, conhecendo de perto a cultura do país e aprendendo mais sobre a “Terra da Bota”. Por lá é possível praticar os ensinamentos das classes nas ruas de Roma, Florença ou Veneza. Assim, é um dos melhores destinos de intercâmbio para pessoas com mais de 50 anos

Intercâmbio na Itália. Foto: Unsplash

 

+ Info
World Study
www.worldstudy.com.br

» 9 motivos para fazer intercâmbio na Irlanda
» Veja quais são os principais tipos de programas de intercâmbio
» Brasileiros podem conseguir bolsa de estudos nos Estados Unidos
» Quais são os países que brasileiros podem trabalhar e estudar sem visto?

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Tipos de programas de intercâmbio: curso de férias, graduação e meia idade

Artigo anterior

Valor de ingressos nos parques nacionais aumenta em novembro

Artigo seguinte

Você pode gostar