Vai viajar para a Jordânia pela primeira vez? Separamos algumas dicas preciosas e informações importantes para deixar sua viagem ainda mais segura e proveitosa

A Jordânia é uma das grandes apostas para quem deseja conhecer de perto a diversidade e a riqueza do Oriente Médio. Banhada pela energia e exuberância do Mar Morto, o país reúne diferentes relíquias históricas e culturais, tornando-se um destino abundante para deleite dos viajantes mais curiosos.

Esta região se tornou um verdadeiro sonho para milhares de turistas, historiadores e arqueólogos que desejam ver de perto a imponência de Petra, cartão-postal do país e um dos grandes atrativos da Jordânia. Com cores de tonalidades alaranjadas, a Cidade Perdida, como é popularmente conhecida, serviu como palco e moradia para civilizações antigas com mais de 2 mil anos de idade.

Segundo dados históricos, foram os nabateus, povos ancestrais dos árabes, que criaram a cidade secreta, centralizada em um vale no meio do deserto. Essa era uma tribo nômade que se locomoviam através de longas caravanas e expedições acompanhadas de centenas de camelos. Primorosos comerciantes, faziam negócios com os gregos, com os romanos e com os persas. Foi no meio do deserto de Wadi Rum, no sul da Jordânia, que construíram um verdadeiro tesouro arquitetônico, com algumas características que impressionam até os dias de hoje.

Uma rica engenharia foi empregada na construção de Petra, projetaram construções extremamente modernas à época, com detalhes e infraestrutura completamente fora do comum. Utilizaram a engenharia de mais de 2.000 anos atrás para criarem projetos hidráulicos e arquitetônicos de maneira sublime. Petra é o grande símbolo desse auge e está a cerca de 3 horas de Amã, capital do país, onde chegam os principais voos internacionais.

É seguro viajar para a Jordânia?


A Jordânia está bem próxima de Israel, Palestina e do Egito, permitindo roteiros integrados para quem deseja viver e aproveitar a magia da Terra Santa. Graças à proximidade com Israel e Egito, cada vez mais viajantes pensam em incluir a Jordânia na mesma viagem, mas esta região é muito mais do que um plus em seu roteiro pelo Oriente Médio: certamente você irá se apaixonar e se surpreender com o grande potencial encontrado por essas redondezas.

Petra: um dos destinos turísticos mais visitados na Jordânia. Foto: Spencer Davis / Unsplash

Como é a segurança na Jordânia?


Diferente dos outros países que englobam o Oriente Médio, a Jordânia não tem petróleo, ouro ou diamante. Está completamente fora das zonas de conflito político, o que garante um país seguro e extremamente convidativo. Por esses aspectos, não há zonas de guerra ou motivações que possam atrair invasores.

Além disso, a Jordânia tem um acordo de paz com Israel, um dos países mais difíceis de conseguir essa façanha. O turismo também é uma das principais fontes econômicas do país, o que garante um fluxo grande de viajantes estrangeiros, principalmente no roteiro Petra – Amã.

Saiba como é a segurança na Jordânia e planeje sua viagem. Foto: Yang Jing / Unsplash

Roteiro integrado com Israel, Egito ou Europa


Amã, a capital do país, recebe voos de praticamente todos os lugares do mundo, facilitando conexões com outros destinos, seja para quem deseja fazer um roteiro com viés cultural, histórico, religioso ou turismo de aventura, é fácil encontrar no país diferentes opções de passeios e atividades.

Alguns viajantes aproveitam a estadia em Portugal ou na Itália, para estender a viagem para algum outro destino do Oriente Médio. O que pode ser mais acessível, visto que os preços de voos entre a Europa e o Oriente Médio são realmente atrativos quando comparado aos trechos aéreos que partem da América do Sul.

Como chegar em Amã, capital da Jordânia?


A companhia aérea Royal Air Maroc começou a voar para Amã a partir de abril de 2019. Os voos têm escala em Casablanca, no Marrocos. De lá, são em média 10 horas de voo até chegar na capital da Jordânia. Amã recebe voos internacionais de diversos países, sendo basicamente a porta de entrada para turistas estrangeiros. De Amã para Petra, são apenas 3 horas seguindo o trajeto de carro.

Arquitetura milenar em Petra, “A Cidade Perdida” da Jordânia. Foto: Spencer Davis / Unsplash

Como são as fronteiras da Jordânia com Israel?


Apesar do acordo de paz com Israel, as fronteiras por terra entre a Jordânia e Israel podem ser cansativas para turistas estrangeiros. Como Amã recebe voos de diferentes países do mundo, pode ser uma boa opção evitar as fronteiras terrestres para que sua viagem seja ainda mais proveitosa.

A Jordânia está bem próxima de Israel, Palestina e do Egito, permitindo roteiros integrados pela Terra Santa. Foto: @mousssss / Unsplash

O que tem para fazer na Jordânia além de Petra?


A Jordânia é um país repleto de histórias, roteiros culturais e destinos exóticos. Mas, além dos mais visitados, uma infinidade de opções de passeios podem ser feitas pelo país: tours de aventura, roteiros religiosos, hotéis de luxo, visita ao deserto, passeios para quem busca por esportes radicais, além do Mar Morto, uma das grandes preciosidades do país. Na sequência listamos alguns pontos imperdíveis para conhecer na Jordânia:

  • Amã – A capital da Jordânia
  • Petra – A Cidade de Pedra
  • Mar Morto
  • Ruínas de Jerash
  • Templo do Artemis, em Jerash
  • Passeio pelo Deserto de Wadi Rum
  • Tumba de Obeliscos (Obelisks Tomb)
  • Roteiro integrado com o Egito, Israel ou Jerusalém

» Petra, o destino mais procurado da Jordânia
» Dicas de viagens: conhecendo o Oriente Médio
» Turquia: roteiro de 7 dias conhecendo o país
» Brasil: 27 lugares baratos para viajar no feriado

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

5 lugares para aproveitar o day use em Brotas

Artigo anterior

Este fervedouro de águas cristalinas fica no interior de São Paulo

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.