Evite problemas ao embarcar na Europa, confira a lista com os documentos necessários para imigração na Europa

Qual o destino da sua próxima viagem? Algum país do continente europeu? Você sabia que, de todos os continentes, ele é o que mais recebe turistas? E não é à toa, com toda a história que tem para contar e ainda por cima facilitando a entrada de viajantes de diversos países, mas ainda assim são exigidos documentos para entrar na Europa, e sem eles você sem dúvidas será barrado na imigração.

A lista não é extensa, sendo composta por documentos que, de qualquer forma, são essenciais para diversas viagens internacionais.

Confira abaixo quais são e providencie-os o quanto antes se realmente quiser conhecer o Velho Continente tranquilamente.

Documentos para entrar na Europa: o que é exigido


Poznań – Polônia. Foto: Dennis Jarvis / Flickr

Passaporte

Fundamental para qualquer viagem internacional (exceto pelo Mercosul, para brasileiros), o passaporte é obrigatório para quem vai fazer uma viagem para a Europa, devendo estar dentro de sua validade, ou seja, ter sido emitido a menos de 10 anos.

Além disso, esse documento também precisa ser válido 90 dias APÓS o término da viagem, principalmente se seu destino for algum país do Espaço Schengen, composto por:

  •         Bélgica;
  •         Dinamarca;
  •         Alemanha;
  •         Finlândia;
  •         França;
  •         Grécia;
  •         Islândia;
  •         Itália;
  •         Luxemburgo;
  •         Holanda;
  •         Noruega;
  •         Áustria;
  •         Portugal;
  •         Espanha;
  •         Suécia;
  •         República Tcheca;
  •         Estônia;
  •         Letônia;
  •         Lituânia;
  •         Hungria;
  •         Malta;
  •         Polônia;
  •         Eslovênia;
  •         Eslováquia;
  •         Liechtenstein;
  •         Suiça;
  •         Países Baixos.

Comprovante financeiro condizente com a viagem

Outro documento para entrar na Europa, exigido ao passar pela imigração, é o comprovante financeiro relacionado à sua viagem, o que quer dizer basicamente que você precisa provar que possui dinheiro suficiente, em Euros, para se manter no país de destino pelo período informado.

Extratos bancários, comprovantes relacionados ao limite do cartão de crédito e dinheiro vivo são algumas maneiras de mostrar à autoridade responsável que há a quantia necessária.

Seguro viagem

Esse documento é exigido, e para um bem maior: em caso de doença ou acidente durante a viagem, depender dos serviços médicos do país visitado pode significar comprometer, e muito, o orçamento. Por isso o seguro viagem está entre os documentos para entrar na Europa, mas não basta ser qualquer seguro: ele deve uma cobertura de no mínimo 30 mil Euros.

Dica extra: mesmo quando viajar para um país de outro continente, que não exija esse seguro, não deixe de contratá-lo.

Passagem de volta

É imprescindível que você apresente também sua passagem de volta para o Brasil ou outro local que comprove sua saída da Europa.

Ela servirá como comprovante de que o período de estadia máximo de 90 dias será respeitado.

Hospedagem

No momento da chegada, tenha em mãos também o comprovante de hospedagem com os dados do hotel ou outro estabelecimento escolhido. Cartas de convite também são aceitas como documentos para entrar na Europa, e devem ser apresentadas caso você vá ficar hospedado na residência de alguém que esteja morando legalmente no país visitado.

Visto

O visto propriamente dito não é exigido de turistas de mais de 60 países, incluindo o Brasil, mas a partir de 2021 essa regra irá mudar.

Será necessário visto para entrar na Europa?


Córdoba – Espanha. Foto: Pixels4Free / Pixabay

Não, o visto ainda não será exigido, porém, como aprovado pelo Parlamento Europeu em 2018, a partir de 2021 será exigida uma autorização para entrar na Europa, conhecida como ETIAS (Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem).

A partir do ano informado, antes de viajar será preciso preencher um formulário online com informações pertinentes à viagem, como país a ser visitado, e pagar uma taxa de 7 Euros, que corresponde atualmente a aproximadamente R$32,00. Uma vez obtida, a permissão terá validade de 3 anos, sendo destinada aos visitantes do Espaço Schengen.

Saiba mais a respeito nesse post.

Vai viajar para o Reino Unido?


Londres – Inglaterra. Foto: Julius_Silver / Pixabay

Nesse caso não será preciso obter a permissão, uma vez que o país não faz parte do Espaço Schengen, mas os demais documentos para entrar na Europa serão exigidos da mesma forma.

» Quais países exigem visto e passaporte para brasileiros?
» Quanto custa tirar o passaporte brasileiro?
» Veja os carimbos de passaportes mais legais do mundo
» O que fazer caso perca seu passaporte no exterior

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

9 motivos para curtir o verão com as crianças no Thermas dos Laranjais

Artigo anterior

Como conseguir cidadania portuguesa

Artigo seguinte

Você pode gostar