Destaque entre as cidades históricas de Minas Gerais, Tiradentes chama atenção com seu patrimônio arquitetônico bem preservado e seu clima relax cercado por natureza

Com ruas estreitas de paralelepípedo e repleta de belas obras arquitetônicas, Tiradentes carrega uma energia diferente dos outros destinos que completam o roteiro turístico de cidades históricas para visitar em Minas Gerais. Cercada pelo complexo de montanhas da Serra de São José, a pequena cidade oferece um clima sossegado e pacato, típico das cidades charmosas do interior mineiro, com um pezinho no século passado.

Batizada com o nome de um revolucionário que deixou sua marca na história durante o período do colonial do Brasil, Tiradentes é pequena e fácil de ser explorada de forma autônoma. Repleta de restaurantes charmosos e barzinhos animados, a cidade atrai muitos casais, que encontram verdadeiros refúgios nas pousadas de charme instaladas no destino, amantes da história e aventureiros que encontram cenários encantadores, formados por cachoeiras e mirantes.

Tiradentes teve seu conjunto arquitetônica tombada como patrimônio histórico pelo IPHAN em 1938. Após o título, empreendedores chegaram ao destino e começaram a alavancar o turismo na região, reinventando a cidade e transformando-a em um incrível pólo gastronômico e hoteleiro.

Suas atrações naturais fascinantes podem ser mescladas com os tours históricos populares da região e às experiências gastronômicas, deixando o destino ainda mais interessante e atraente.

A proximidade com outras cidades históricas pertencentes a Estrada Real permite um bate-volta em outros pontos de destaque de Minas Gerais, como a simpática cidade de Bichinho, famosa pela produção de móveis de madeira de demolição e seu artesanato, a histórica e impressionante São João Del Rei, o município de Congonhas, conhecido por abrigar algumas das obras mais marcantes do mestre Aleijadinho, e a encantadora Ouro Preto.

O que fazer em Tiradentes

Foto: Gustavo Albano

Rua Direita

A a primeira e principal via pública batizada como Rua Direita, tem um preservado calçamento de pedras que convida o visitante à um passeio pelas construções históricas preservadas e uma parada para observar a linda vista pra Serra de São José ao fundo. A via concentra algumas atrações turísticas de Tiradentes bem interessantes como antiga cadeia pública, onde atualmente funciona o Museu de Sant’Ana e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Igreja Matriz de Santo Antônio

Considerada uma das obras-primas do barroco mineiro, a Igreja Matriz de Santo Antônio pode ser avistada de diferentes partes de Tiradentes e possui fachada esculpida por Aleijadinho. Seu interior rico em detalhes em ouro faz da igreja uma das mais ricas e impressionantes de Minas Gerais. A construção está instalada em uma área elevada da cidade, proporcionando uma vista deslumbrante das Serras de São José, dos casarões e dos ipês que colorem a vila.

Largo das Forras

O Largo das Forras é rodeada por várias lojas, bares e restaurantes. A praça se torna palco de inúmeros festivais e apresentações que ocorrem no decorrer do ano, e é o ponto ideal para começar um tour a pé pela cidade. Durante o período colonial, o largo era o local onde os escravos recebiam carta de alforria.

Maria Fumaça

A experiência divertida de percorrer 12 km de trilhos em uma Maria Fumaça não pode ficar de fora da sua lista de lugares para conhecer em Tiradentes. O passeio dura em média de 45 min e passa por fazendas históricas, cachoeiras, montanhas e rios.

Museu da Liturgia

O espaço tem estrutura moderna e fala sobre as tradições e rituais católicas. Seu acervo conta com vestes, missais e muitos outros objetos encontrados em igrejas e sacristias.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos é uma das mais antigas de Tiradentes. O espaço religioso exclusivo para os escravos que viveram na cidade tem uma imagem de autoria de Manoel Victor de Jesus, artista negro que decorou várias igrejas da cidade e está ao lado de uma das capelas que compõem os Passos da Paixão de Cristo.

Museu de Sant’Ana

Instalado na antiga Cadeia Pública da cidade de Tiradentes, o Museu abriga um acervo com mais de 290 peças produzidas por artistas de várias regiões do país, que representam a santa protetora dos lares e da família.

Bichinho

Pertencente ao município de Prados, a vila de Bichinho está a apenas 9 km de Tiradentes, e merece ser adicionada no seu roteiro. A simpática vila tem diversas atrações interessantes, como a Casa Torta, um espaço cultural com fachada lúdica que funciona como teatro, café, lojinha e bistrô. Bichinho é conhecida por seus ateliês e lojinhas de artesanato, que enchem as ruas de cores. Quando estiver no distrito, não deixe de conferir  o museu do Automóvel da Estrada Real e os alambiques da região.

Rota do Queijo

Junta com outros 12 municípios, a cidade de Tiradentes faz parte do roteiro gastronômico de queijos artesanais da região do Campo das Vertentes. Essa é a região produtora do famoso queijo artesanal de leite cru, uma receita centenária trazida pelos portugueses, que se tornou um símbolo da gastronomia mineira. O tour é oferecido por agência de turismo que acompanham os grupos mostrando a produção e as histórias das pessoas que ajudam a manter essa tradição viva.

Como chegar em Tiradentes

Foto: Gustavo Albano

De avião

Tiradentes está à aproximadamente 192 km de Belo Horizonte e não possui aeroporto próprio. O Aeroporto Internacional de Confins, recebe visitantes que chegam de avião na capital de Minas Gerais, facilitando o acesso até o destino final. De lá, o visitante poderá chegar em Tiradentes partindo em veículo próprio ou em ônibus de viagens.

De ônibus

Não existem ônibus que fazem trajetos diretos para Tiradentes. Partindo de Belo Horizonte, de São Paulo ou do Rio de Janeiro, os visitantes precisarão fazer uma pequena parada em São João Del Rei, município vizinho, distante apenas 10 km do Centro Histórico de Tiradentes.

O ônibus da Viação Presidente faz o trajeto diariamente em mais ou menos meia hora. Outra opção mais rápida é pegar um táxi na rodoviária de São João Del Rei.

De carro

Partindo de São Paulo, o caminho mais curto é pela Fernão Dias. São 468 km de estradas boas, que podem ser feitos em 6hr de viagem. Após chegar no km 688 da Fernão Dias, pegue a BR 265 em direção a cidade de Lavras. De lá, contorne São João Del Rei e pegue a entrada para Tiradentes.

O caminho mais próximo entre Belo Horizonte e Tiradentes é feito pela BR-040. O caminho leva até a cidade de Congonhas, seguindo para São João Del Rei.

Saindo da Cidade do Rio de janeiro o acesso é feito pela BR-040. Após passar por Juiz de Fora, é necessário fazer o contorno em Barbacena até chegar na BR-265, que dá acesso a São João Del Rei.

De trem

Outra opção além dos ônibus e táxis que partem diariamente de São João del Rei à Tiradentes, é o charmoso caminho percorrido pela Maria Fumaça que interliga ambos os municípios. O passeio é oferecido somente às sextas, sábados e domingos, oferecendo duas saídas diárias, sendo uma no período matutino e outra vespertino. Confira os horários aqui.

Melhor época para visitar Tiradentes

Foto: Gustavo Albano

O melhor período para visitar Tiradentes irá depender dos seus objetivos na cidade. O destino costuma receber muitos turistas aos finais de semana e feriado, lotando as ruas e hotéis, sendo a opção perfeita para conhecer o lado mais turístico do destino. Caso você esteja buscando por férias mais calmas e deseja datas menos movimentadas, dê preferência aos dias de semana entre segunda e sexta-feira.

O clima em Tiradentes é típico da região sul de Minas Gerais, com chuvas que se concentram durante o verão e tempo seco no inverno. As temperaturas são agradáveis na maioria do ano, podendo cair drasticamente no período noturno.

Tiradentes é palco de diferentes eventos que agitam o destino durante o ano inteiro. Em janeiro, a Mostra de Cinema apresenta ao público a diversidade da produção cinematográfica brasileira, exibindo filmes em pré-estreias mundiais e nacionais. O carnaval em Tiradentes também costuma ser bem movimentado, chegando a esgotar as vagas nas pousadas e hotéis, portanto, planeje sua visita com antecedência.

Outros eventos populares são os festivais de Vinho e Jazz, que ocorre no mês de junho, e o da Cultura e Gastronomia, no mês de agosto.

Onde se hospedar em Tiradentes

Foto: Gustavo Albano

A maioria dos hotéis de Tiradentes estão próximas as atrações de seu Centro Histórico. Opções de charme é o que não falta. O Solar da Ponte está instalado em um imponente casarão na entrada do sítio histórico e conta com acomodações luxuosas, piscina, sauna e Wi-Fi gratuito para os hóspedes. Já a Pousada Dom Xavier possui uma vista deslumbrante das montanhas de São José e oferece espaços de lazer com piscina ao ar livre e um bar.

Entre as opções de hospedagens ideias para famílias com crianças estão o Santíssimo Resort e o Hotel Fazenda Pontal de Tiradentes.

Todas as pousadas instaladas na região histórica oferecem a experiência inesquecível de se instalar em um casarão colonial. Entre as opções, vale conferir a Pousada das Artes e a Pousada Solar da Imperatriz.

Existem diversas opções nos arredores do Centro Histórico de Tiradentes, confira os serviços oferecidos pelos hotéis Oratório Pousada Boutique, a Casa das Fontes, a Pousada d’Oleo de Guignard e comece a planejar sua próxima viagem.

Encontre hospedagens em Tiradentes aqui.

Leia também:

» 14 fotos de Tiradentes que vão te convencer a viajar pra lá
» Hotéis e pousadas de charme na Estrada Real
» Viaje de carro pela Estrada Real
» 30 cidades coloniais no Brasil que você precisa conhecer

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

14 fotos de Tiradentes que vão te convencer a viajar pra lá

Artigo anterior

Roteiro pelas cidades históricas de Minas Gerais

Artigo seguinte

Você pode gostar