Praias, lugares históricos e passeios ao ar livre: confira lugares para conhecer em Santos, no litoral paulista

Fundada em 1546, a cidade de Santos, localizada a aproximadamente 72 quilômetros da capital, é um dos municípios mais antigos do Brasil e um dos destinos mais procurados pelos turistas – que vêm, principalmente, do Estado de São Paulo – em busca de praias e opções de lazer.

Santos reúne sete quilômetros de praia, acompanhadas pelo maior jardim de orla do mundo – título concedido pelo Guinness World Records, o livro dos recordes. Mas o turista encontra muitas outras atrações na cidade que vão além de seu litoral urbanizado. Santos mantém um centro histórico rico, com construções que marcaram a efervescente época da comercialização do café, no início do século 20.

O principal produto de exportação brasileiro na época, tinha grande movimentação na cidade graças ao seu porto, que atualmente é o maior da América Latina com 13 quilômetros de extensão.

Outro segmento cada vez mais explorado em Santos é o ecoturismo na parte continental da cidade. Com cachoeiras, trilhas, rios e belas paisagens é possível visitar sítios, ilhas e ruínas históricas em passeios monitorados por agências de turismo credenciadas.

O que fazer em Santos

Foto: Rafael Rodrigues/ Wikimedia Commons

Praia José Menino

Point dos surfistas e com agitada vida noturna, José Menino fica próxima à divisa com São Vicente. Ao lado da praia está o Morro do José Menino, também chamado de Itararé, que é procurado pelos praticantes de asa-delta. De cima do morro é possível ter uma bela panorâmica com visão para toda a baía de Santos, praias e o porto.

Praia Pompéia

Ao lado da praia José Menino fica a Praia da Pompéia, entre os canais 1 e 2. Em uma área residencial, com vários quiosques, o lugar é conhecido por ter ondas propícias para a prática do surf. Na praça em frente da orla está o Monumento ao Surfista Osmar Gonçalves.

Praia do Gonzaga

A praia do Gonzaga é uma das mais badaladas de Santos e fica entre os canais 2 e 3. A maioria dos shows e eventos ao ar livre acontecem na região. Com extensa faixa de areia, muitas famílias e jovens frequentam a praia.

Praia do Boqueirão

Uma das mais populares da cidade, a praia do Boqueirão fica entre os canais 3 e 4. Aos sábados abriga uma feira de artesanato em sua orla.

Praia do Embaré

Localizada entre os canais 4 e 5, a Praia do Embaré é o point de jovens, surfistas e os que procuram por badalação.

Praia de Aparecida

Com um quilometro de extensão, a Praia de Aparecida fica entre os canais 5 e 6. É conhecida por ser frequentada por crianças que se reúnem para brincadeiras na Fonte do Sapo, bem em frente à orla.

Ponta da Praia

No canal 7 fica a Ponta da Praia, local de onde pode ser visto o movimento dos navios que entram e saem do porto. É um dos cartões-postais da cidade e de onde partem as escunas de passeios marítimos em Santos.

Passeio de escuna em Santos

Uma das atrações mais procuradas na cidade, o passeio de escuna percorre a baía de Santos com um roteiro que geralmente inclui praias e outros belos lugares próximos a orla santista.

Os passeios, que duram em média 1 hora e meia, fazem um percurso passando pela Fortaleza da Barra Grande e pela Praia do Sangava e a Ilha das Palmas no Guarujá, onde as embarcações fazem uma parada para que os passageiros tenham um refrescante banho de mar em dias de calor. Em seguida, os barcos passam pelo Clube de Pesca de Santos e a Ilha de Urubuqueçaba, finalizando o passeio percorrendo o porto de Santos e as praias de onde podem ser vistos os famosos prédios tortos da cidade.

As escunas partem do píer localizado na Ponte Edgard Perdigão, na Ponta da Praia (Avenida Almirante Saldanha da Gama, s/n). Os passeios custam R$ 40 para adultos. Crianças menores de 10 anos e idosos com mais de 65 anos pagam R$ 20. Há saídas diárias na alta estação (entre dezembro e fevereiro) e, nos outros meses, aos sábados, domingos e feriados. Cada empresa tem seus próprios horários de saída, variando ao longo do ano, normalmente desde manhã até o meio da tarde.

Centro Histórico

O Centro Histórico de Santos fica em uma região vizinha ao complexo portuário, com charmosas ruas de calçamento de pedra. O local tem atraído muitos turistas que querem conhecer o interessante lado histórico e cultural da cidade.

Museu do Café

A história de uma das bebidas mais famosas do Brasil e do mundo pode ser conferida no Museu do Café. Por meio de objetos, documentos e instalações audiovisuais, o local apresenta a trajetória e a importância econômica do grão, principalmente no Brasil. O museu está localizado no mesmo prédio da antiga Bolsa Oficial do Café, uma espécie de mercado para a negociação da venda de sacas do café nas primeiras décadas do século 20.

O prédio, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 2009, é uma atração à parte: imponente e com um estilo eclético, tem acabamento luxuoso e conta com telas e painéis de Benedito Calixto. O lugar também abriga uma cafeteria com diversas variações da bebida.

O museu fica na Rua XV de Novembro, 95, no centro de Santos. Abre de terça a sábado, das 9h às 17h, e domingo, das 10h às 17h. O valor de visitação é R$ 10. Aos sábados, a entrada é gratuita.

Museu Pelé

Figura ilustre na cidade, o mineiro Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, tem sua trajetória apresentada em um dos antigos casarões do Valongo em Santos. O museu conta com documentos, camisas, chuteiras, bolas e itens do acervo pessoal do ex-jogador de futebol. O local está aberto para visitação de terça a domingo, das 10h às 18h (a bilheteria fecha às 17h) e está localizado no Largo Marquês de Monte Alegre, 1, Valongo, no Centro Histórico de Santos. O ingresso custa R$ 10. Aos domingos, a entrada custa R$ 5 para todos os visitantes.

Monte Serrat

Uma das atrações mais importantes do Centro Histórico, o Monte Serrat é um dos pontos mais altos da cidade, com 147 metros acima do nível do mar. Para acessar o topo do morro é possível usar o sistema funicular (bondinho), que parte a cada meia hora e leva apenas 4 minutos de trajeto, ou, optar pela escadaria formada por 402 degraus e 14 nichos que reproduzem a Via Sacra.

A subida vale a pena, no topo é possível ter uma vista de 360 graus de Santos e parte de São Vicente, Cubatão e Guarujá. E lá que estão também o antigo cassino da cidade e o Santuário de Nossa Senhora do Monte Serrat, padroeira de Santos, construído em 1603.

É possível visitar o Monte Serrat todos os dias, das 8h às 20h. O sistema funicular tem saídas a cada 30 minutos. Aos sábados, domingos e feriados, o intervalo é de 20 minutos. O valor da passagem é de R$ 42 (ida e volta). As partidas são realizadas da Praça Correia de Mello, 33, no Centro Histórico.

Igrejas

O Conjunto do Carmo — duas igrejas unidas por torre de campanário revestida de azulejos portugueses — é um dos mais antigos relicários do barroco brasileiro e patrimônio nacional desde 1940. Fica na Praça Barão do Rio Branco, 16, no Centro Histórico. As visitas monitoradas acontecem às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 8h às 11h, e aos sábados, das 7h30 às 10h30. Gratuito.

O Santuário de Santo Antônio do Valongo foi uma das primeiras igrejas do País, construído em 1640. Localiza-se no Largo Marquês de Monte, 13, no Centro Histórico.  As visitas monitoradas são realizadas às terças, quintas, sextas-feiras e sábados das 8h às 12h. Gratuito.

Atrações arquitetônicas no centro da cidade

O centro da cidade de Santos conta com diversas atrações para os que gostam de observar as construções históricas e obras importantes, como o Palácio José Bonifácio e o Paço Municipal, além do Teatro Guarany, construído durante o reinado de D. Pedro II.

Ao visitar a região, aproveite para conhecer também a Cadeia Velha, construção de pedra, cal, argila, areia e melado de cana-de-açúcar do século 19 que foi tombado como patrimônio histórico pelo IPHAN.

Ilha Diana

A cerca de 20 minutos de barco do centro de Santos, a Ilha Diana fica na confluência do Rio Diana com o Canal de Bertioga, ao lado do Rio Jurubatuba. No trajeto é possível observar a flora e a fauna das espécies típicas de manguezais.

O passeio é recomendado para os que querem conhecer a cultura caiçara e, também, saborear a culinária local com o famoso prato de peixe azul-marinho com banana verde, arroz e salada, que é servido por lá.

As barcas que fazem o trajeto para a ilha operam das 6h50 às 23h50. Os horários e tarifas devem ser verificadas no site.

Fazenda Cabuçu

Localizada na rodovia Rio-Santos, a fazenda é repleta de plantas e flores nativas. Com uma queda de cerca de 10 metros, a cachoeira Cabuçu é a principal atração do local. O acesso é feito atravessando córregos de águas transparentes.

A Fazenda Cabuçu fica na Rodovia Rio-Santos. O acesso é permitido apenas sob monitoramento de agências credenciadas pela Prefeitura Municipal.

Sítio Itabatatinga

Com plantações de palmeiras e bananeiras e muita mata nativa, o Sítio Itabatatinga oferece um contato com a natureza com trilhas, uma represa de águas límpidas ótima para o banho, a Fonte dos Amores, que verte água fresca e potável e, ainda, proporciona ao visitante uma interessante parte histórica. A casa do sítio preserva uma senzala com argolas de ferros que prendiam os escravos e ruínas de um alambique do século 19.

O sítio fica na Estrada Piaçaguera-Guarujá (sentido Cubatão). As visitas são monitoradas por agências de turismo credenciadas da cidade. Consulte o site oficial para mais informações.

Sítio Quatinga

O Sítio Quatinga abriga uma bela cachoeira com águas que formam uma larga piscina natural no final. Há uma trilha leve de aproximadamente 40 minutos para chegar ao local. Próximo à cachoeira, em meio à Mata Atlântica encontram-se ruínas de uma construção com colunas feitas com conchas, pedras e óleo de baleia.

O acesso ao Sítio Quatinga é feito pelo km 239 da BR 101. As visitas monitoradas são realizadas pelas agências de ecoturismo de Santos por meio deste site.

Mergulho na Laje de Santos

Os amantes do mergulho têm seu lugar garantido em Santos. O Parque Marinho da Laje de Santos, localizado a 45 quilômetros da costa, é considerado um dos melhores pontos de mergulho do litoral brasileiro.

A formação rochosa da Laje de Santos tem o formato de uma baleia, com 33 metros de altura e 185 metros de largura e abriga diversas espécies de aves. O mar ao redor do local tem profundidade entre 18 e 40 metros com visibilidade, proporcionando um mergulho na companhia de animais marinhos entre cardumes coloridos, arraias, tartarugas e até golfinhos. Há também a incidência de baleias franca e bryde.

Aos 23 metros de profundidade, os mergulhadores têm acesso à embarcação Moreia, naufragada em 1992, que abriga rica vida marinha. Descendo um pouco mais, cerca de 40 metros de profundidade, está o Parcel das Âncoras, com as peças náuticas que ficaram presas nos corais ao redor de uma rocha.

O acesso à Laje de Santos é feito por barco, a partir da Ponte Edgard Perdigão, na Ponta da Praia.

Aquário de Santos

Ponto turístico mais visitado da cidade, inaugurado em 1945. O local tem 32 tanques com diversas espécies de peixe, tubarões e invertebrados. Os pinguins e o leão-marinho Abaré-Inti são as atrações mais visitadas. O Aquário Municipal de Santos fica na Praça Vereador Luiz La Scala s/nº, na Ponta da Praia e está aberto para visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h. O ingresso custa R$ 8. Menores de 8 e maiores de 65 anos têm entrada gratuita.

Orquidário

O parque reproduz a Mata Atlântica e tem cerca de 3.500 orquídeas de 120 espécies. O local também abriga quase 500 animais de 70 espécies. O Orquidário fica na Praça Washington, s/nº, no José Menino e é aberto ao público de terça a domingo, das 9h às 18h (bilheteria até às 17h). O valor do ingresso é de R$ 8. Menores de 8 e maiores de 65 anos têm entrada gratuita. Há uma opção de combo (ingresso para o Orquidário e o Aquário) por R$ 12.

Museu da Pesca

Localizado em um casarão de 1908 que já foi um antigo forte que protegia a baía de Santos, o Museu da Pesca tem entre as atrações um esqueleto de baleia com 23 metros de comprimento, lulas gigantes, uma sala que reproduz os ecossistemas do mar, entre outros. O endereço é Avenida Bartolomeu de Gusmão, 192, Ponta da Praia. O local está aberto para visitação de quarta a domingo, das 10h às 18h. O ingresso custa R$ 5 e estudantes pagam R$ 2,50. A entrada é gratuita para menores de 6 e maiores de 60 anos.

City tour monitorado em Santos

Para os que querem conhecer os principais pontos turísticos da cidade, a linha Conheça Santos é feita por micro-ônibus com ar-condicionado e monitoria de guia de turismo, que circula pela orla e o Centro Histórico. Os passeios panorâmicos são realizados aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos e tem duração de aproximadamente 2 horas e meia. As saídas são realizadas às 10h e às 14h no Posto de Informações Turísticas (PIT) do Gonzaga, no Posto de Salvamento 3. A passagem custa R$ 15, pagos diretamente ao motorista do micro-ônibus.

A linha Conheça Santos conta ainda com outros dois roteiros: a Linha Conheça Santos-Morros, que faz um trajeto especial para mostrar a cultura dos portugueses, primeiros moradores da parte alta da cidade, e a linha Conheça Santos-Zona Noroeste, que passa pelo Jardim Botânico Chico Mendes e as ruínas do Engenho São Jorge dos Erasmos, de 1534.

Estas duas linhas atendem os turistas uma vez ao mês (a data é previamente noticiada por meio do site).

Linha Turística do Bonde

Com foco em pontos de interesse histórico e cultural, a Linha Turística do Bonde percorre roteiros monitorados por guias de turismo, em trajetos de aproximadamente 5 quilômetros no Centro Histórico da Cidade.

Os elétricos dos séculos 19 e 20 são procedentes da Escócia, Portugal e Itália e os motorneiros e condutores vestem réplicas do uniforme original da época em que os bondes eram utilizados como principal meio de transporte na cidade, garantindo uma verdadeira viagem no tempo.

Todos os bondes têm embarque na Estação do Valongo (Largo Marquês de Monte Alegre, 2, Centro Histórico). A passagem custa R$ 7 e a bilheteria encontra-se no Museu Pelé, em frente à estação. Os horários de saída podem ser consultados no site.

Como chegar em Santos

Foto: Divulgação/ SETUR

De carro

Para quem sai de São Paulo a opção é seguir pelas rodovias Anchieta (SP-150) ou Imigrantes (SP-160). Para quem parte do Rio de Janeiro a melhor opção é começar a viagem pela BR-101 (Rio-Santos), que também deve ser utilizada por quem vem das regiões Norte, Nordeste ou Sul.

De avião

Os aeroportos mais próximos de Santos ficam em São Paulo. O Aeroporto de Congonhas ou o Aeroporto de Guarulhos ficam a menos de 100 quilômetros da cidade. Partindo destes destinos é possível alugar um carro ou utilizar a Rodoviária do Tietê ou Jabaquara.

De ônibus

Diversas empresas de todo o Brasil disponibilizam viagens para Santos partindo das principais cidades do País, do Nordeste ao Sul. Consulte o Terminal Rodoviário de Santos: (13) 3213-2290.

Melhor época para visitar Santos

Foto: Divulgação/ SETUR

Com diversas opções de lazer e entretenimento, Santos recebe turistas durante o ano todo, com maior frequência no verão, justamente por conta de suas praias. A temperatura média anual é de 26,1 °C, permitindo diversas atividades agradáveis ao ar livre. Porém, as chuvas não dão trégua, sendo que os períodos mais chuvosos estão entre outubro e início de abril.

Além da frequência no período de férias, muitas pessoas também visitam a cidade para participar dos diversos festivais ao longo do ano, como o Festival Santos Café, em julho e o Festival Santista de Teatro (Festa), em setembro. Santos também é um destino bastante procurado pelos que querem aproveitar o agito do litoral nos festejos de ano novo. A prefeitura geralmente promove shows de músicos famosos na virada e a queima de fogos no réveillon reúne milhares de pessoas na orla das praias.

Onde se hospedar em Santos

Foto: Divulgação

Escolher onde se hospedar em Santos é fácil, já que a cidade está repleta de hotéis e pousadas próximos a restaurantes, bares e atrações. Uma boa opção para os que procuram conforto em meio aos centros comerciais e principais pontos turísticos da cidade é o Bourbon Santos Hotel, localizado no bairro do Gonzaga.

A uma quadra da praia, próximo aos centros comerciais, empresariais, restaurantes, bares e dos principais pontos turísticos da cidade, o hotel dispõe de academia, jacuzzi, sauna úmida, sala de massagem, piscina adulto e infantil na cobertura, internet wi-fi em todas as áreas sociais, estacionamento coberto e serviço de quarto por 24 horas.

O Booking oferece mais de 300 opções de hospedagem em SantosVeja aqui todos os hotéis disponíveis no Booking.com.

Santos tem ótimas opções de hospedagem pelo Airbnb. A plataforma que oferece aluguel de casas, apartamento e quartos pode sair bem mais barato do que hotel. E se você ainda não tem cadastro, pode usar esse código de desconto.

Leia também:

» As praias mais lindas do litoral sul de São Paulo
» Estrada Velha de Santos permite visitação a pé
» 13 piscinas naturais para visitar perto de São Paulo
» 70 passeios gratuitos para fazer em São Paulo hoje mesmo

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

GOL na Copa América: seu cartão de embarque na lata de refrigerante

Artigo anterior

Bourbon Santos Hotel: opção de lazer e conforto no litoral paulista

Artigo seguinte

Você pode gostar