Dicas de turismo sobre a “Pérola Azul”, a encantadora cidade azul de Chefchaouen, um dos destinos mais animadores e emocionantes para visitar no Marrocos

Muito procurada pelos europeus e asiáticos que desembarcam no Marrocos, Chefchaouen encanta seu público com suas ruas e vielas inteiramente pintadas com diferentes tons de azul, que se transformam em um elegante labirinto com infinitas vielas, escadarias e edifícios centenários, convidando seus visitantes a se perderem sem medo. 

A Praça Uta-Al Hamman é rodeada por vários restaurantes e lojas de souvenirs, sendo o ponto ideal para começar a explorar a medina de Chefchaouen. O local tem fácil acesso para outras atrações imperdíveis do destino, como a Kasbah, um dos primeiros prédios a ser construído na cidade, o souk e a cascata Ras el-Ma, um área muito utilizada pelos locais para momentos de lazer.

Chefchaouen também se destaca dos demais destinos turísticos marroquinos por seu cenário único, formado pela arquitetura rústica combinada com a natureza que a cerca: a pequena cidade está emparedada pelas montanhas de Rif em uma região indicada para turistas que gostam de fazer passeios ao ar livre e manter contato com a natureza. Prova disso é o fantástico Parque Nacional Talasemtane, uma área protegida com 580 km² que disponibiliza ótimas trilhas para caminhada com acesso a aldeias charmosas e mirantes naturais.

Apesar da cultura muçulmana bem presente, Chefchaouen possui um clima mais liberal que os outros destinos marroquinos e é possível encontrar alguns mercados e restaurantes que vendem algumas opções de bebidas alcoólicas (principalmente nos hotéis e restaurantes turísticos).

Quem visita o destino fica fascinado com o ar surreal que Chefchaouen transmite. Suas casinhas construídas nas encostas da montanha e o labirinto de sua medina repleta de patrimônios arquitetônicos fazem de Chefchaouen um lugar inimaginável já no primeiro contato. Esse é o tipo de destino que só consegue ser compreendido visto pessoalmente (e claro) enquanto caminha sem rumo certo.

Chaouen, como é carinhosamente chamada pelos locais, foi fundada em 1471 pelo povo berbere para barrar a expansão dos portugueses no continente africano. Ao longo do tempo, a cidade se tornou uma espécie de refúgio do povo judeu que fugiam da Inquisição Espanhola no final do século XV e durante muito tempo ficou completamente fechada para forasteiros que passavam pela região, especialmente os cristãos, que podiam chegar a enfrentar pena de morte se tentassem entrar na cidade, uma regra que só foi finalizada quando a Espanha ocupou esta região do país.

A razão pela qual a medina da cidade foi inteiramente pintada de azul pelos judeus é incerta, mas existem três teorias que tentam explicar o motivo pela tradição turquesa um tanto peculiar: a primeira diz que o azul reproduz a visão do paraíso para os judeus. A segunda seria de que o azul remete à cor dos objetos sagrados no Velho Testamento. Já a terceira, um pouco mais cética, justifica a coloração apenas como um “repelente” contra insetos e oferece uma sensação de frescura nos meses quentes de verão. Mesmo sem saber direito a razão, uma coisa é certa, caminhar entre a cidade oferece a sensação de estar em um pequeno vilarejo que saiu de um conto de fadas.     

Uma dica para conferir a cidade de outro ângulo é visitar alguns rooftops disponíveis em alguns cafés e restaurantes na medina e arredores. O Café Clock está entre os mais conhecidos e oferece um terraço com vista panorâmica de Chefchaouen e pode ser uma boa parada entre um passeio e outro. Não deixe de conferir o artesanato local, que conta com diversos artigos produzidos em madeira, lã e couro.  

O que fazer em Chefchaouen 

Chefchaouen Marrocos

Ruas e vielas de Chefchaouen. Foto: Guia Viajar Melhor

Medina

A medina é o ponto que concentra as famosas ruas estreitas pintadas com tons de azul turquesa, parada obrigatória na sua viagem. O local é considerado o coração da cidade, reunindo inúmeras opções de restaurantes, hotéis, cafés, lojas de souvenirs e atrações importantes do destino. O ideal é separar pelo menos uma tarde inteira para curtir as paisagens e caminhar sem pressa, mas caso tenha a oportunidade de dormir nos arredores do centro vale a pena escolher essa opção.

Kasbah

O Kasbah é um espaço fortificado que está instalado dentro da medina e foi um dos primeiros prédios a ser construído na cidade. A edificação de origem berbere servia para proteção contra ataques, invasões e até mesmo contra o frio (que pode ser bem severo durante o inverno). Transformado atualmente em um museu etnográfico, a cidadela também abriga um pequeno jardim e uma galeria de arte. 

Praça Uta Al-Hamman

Se você está em Chefchaouen e não sabe o que fazer, siga para a Praça Uta Al-Hamman! Localizada na principal parte da medina, a praça concentra muitos restaurantes, cafés e lojas. Além de dar acesso aos principais pontos de visitação do destino, esse é um ótimo local para observar o cotidiano de Chefchaouen, saborear algumas das delícias típicas do país ou apenas sentar para papear e tomar o tradicional chá de menta marroquino.

Hammam

O hammam é um banho árabe tradicional em que a limpeza da pele é feita basicamente através do vapor e da esfoliação. Hoje em dia, ir ao hammam se tornou uma tradição que acontece pelo menos uma vez por mês entre os marroquinos e Chefchaouen oferece dois espaços públicos que pode ser visitado tanto por moradores, quanto por visitantes.

Esses banhos têm ambientes diferentes para homens e mulheres (ou simplesmente horários diferentes) e geralmente cobram um preço simbólico. Essa é uma das experiências mais tradicionais do Marrocos, podendo ser uma opção válida, caso você pegue um dia de chuva no destino ou queira apenas ver essa curiosidade local de perto.

Miradouro

O miradouro é o ponto da cidade que oferece a melhor vista de toda Chefchaouen. O local fica próximo do Hotel Atlas e é um ótimo ponto para curtir o pôr do sol inesquecível do destino.

Mesquita Espanhola 

Localizada a 45 minutos de caminhada do centro da cidade, a Mesquita Espanhola está em um dos pontos mais altos da cidade, no topo de uma colina permitindo uma vista deslumbrantes de Chefchaouen. A entrada nas mesquitas não são permitidas para turistas, portanto a observação é feita somente pela parte exterior. Outras opções de mesquitas para ver em Chefchaouen são as mesquitas Sidi Ali ben Rachid, a Mesquita Onsar e a Mesquita Sidi Buhansa.

Museu Etnográfico 

Apesar de pequeno, o Museu Etnográfico possui um bom acervo de artefatos tradicionais da cidade. O museu está instalado dentro da kasbah em um edifício pitoresco que data da época de fundação de Chefchaouen.

Cascatas d’Akchour 

A trilha que dá acesso às cascata d’Akchour fica a aproximadamente 30 minutos de táxi, partindo do centro de Chefchaouen. O acesso é guiado por uma trilha natural que oferece ótimas vistas da região e pontos curiosos como a Ponte de Deus, um arco natural de pedra atravessando um rio. As cachoeiras formam um circuito encantador que merece ser desfrutado com calma. A Grande Cascata finaliza o caminho com suas águas incrivelmente cristalinas. 

Praça Bab El-Sor 

A pracinha oferece uma ótima visão da parte alta da cidade e das montanhas de Rif. O local também abriga uma fonte revestida por azulejos e é rodeada por algumas opções de cafés e restaurantes.

Como chegar em Chefchaouen 

Marrocos

Foto: Guia Viajar Melhor

Não é possível voar ou pegar o trem para Chefchaouen, os aeroportos mais próximos estão nas cidades de Tânger, Fez e Tétouan. A cidade está localizada em meio a estrada que interliga Tânger e Fez, sendo uma ótima opção de parada para quem está viajando nessa região do país e quer fazer um roteiro integrado. 

Chefchaouen pode ser alcançado de táxi ou ônibus local a partir de Tânger (2,5h), Tétouan (1,5h de distância) e Fez (4h de distância). Você pode conferir os horários aqui.

Melhor época para visitar Chefchaouen 

Chefchaouen Marrocos

Foto: Guia Viajar Melhor

Devido à localização geográfica, Chefchaouen sofre influência mediterrânica e do Deserto do Saara, apresentando um inverno um pouco mais chuvoso com temperaturas amenas e verões extremamente secos e quentes.

A melhor época para visitar Chefchaouen é antes ou depois do verão, para apanhar temperaturas muito agradáveis e dias de céu azul. Os meses de julho e agosto poderão ser demasiados quentes para uma estadia agradável.

Onde se hospedar em Chefchaouen 

Marrocos

Foto: Divulgação

Chefchaouen possui uma grande variedade de hotéis em toda a cidade com diferentes categorias que cabem em todos os tipos de orçamento. 

Uma opção para ter mais privacidade e tranquilidade é se hospedar ao redor da cidade, próximo a natureza e ao mesmo tempo, próxima do centro da cidade. O Dar Ba Sidi & Spa possui quartos com vista privilegiada para a cidade, espaços de lazer com piscina e um restaurante próprio especializado em cozinha marroquina.

Se você busca opções dentro da medina de Chefchaouen, o Lina Ryad & Spa e o Riad Hicham são opções luxuosas e aconchegantes ideais para casais. Já o Hotel Parador tem ambientes mais descontraídos ideais para famílias e grupos maiores.

O Booking.com oferece mais de 200 opções de hospedagem em Chefchaouen. Veja aqui todos os hotéis disponíveis no Booking.com.

Chefchaouen, no Marrocos, tem ótimas opções de hospedagem pelo Airbnb. A plataforma que oferece aluguel de casas, apartamento e quartos pode sair bem mais barato do que um hotel. E se você ainda não tem cadastro, pode usar esse código de desconto.

* Essa viagem foi feita a convite da Delegação Oficial de Turismo de Marrocos em conjunto com a GTA – Global Travel Assistance que cedeu o seguro viagem para o colunista do Guia Viajar Melhor.

Leia também:

» O que saber antes de ir para o Marrocos: como ir e outras dicas
» 10 cidades bonitas para visitar no Marrocos
» 9 restaurantes incríveis para visitar no Marrocos 
» Os cenários cinematográficos de Ouarzazate, a Hollywood marroquina

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Marrocos: 15 fotos que vão te convencer a conhecer Chefchaouen

Artigo anterior

São Paulo Oktoberfest terá cerveja, música e mais de 150 pratos alemães

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.