O templo reúne paz e cultura oriental em belos jardins e foge das rotas tradicionais de turismo em Foz do Iguaçu

O lado de bom de viajar está em conhecer lugares incríveis e se integrar a eles, vivenciando momentos de pura contemplação e paz. O templo Budista Chen Tien permite essa experiência em plena terra das cataratas.

O Chen Tien foi construído em Foz do Iguaçu em 1996 por comunidades que desejavam propagar o budismo na América do Sul – pessoas de diversos países como EUA, Paraguai, Chile e Brasil, entre outros, ajudam a manter o local até hoje. O templo é um dos maiores da América Latina e segue a vertente chinesa do budismo, onde os prédios são construídos com arquitetura semelhante aos palácios imperiais.

O espaço fica no Jardim Califórnia, ao norte da cidade. A melhor opção é ir de carro ou com alguma agência de turismo que realiza o serviço de transfer, como a Combo Iguassu. A entrada é gratuita e as fotos são permitidas apenas na área externa do templo.

Como funciona o passeio pelo Templo?

O passeio consiste em andar livremente pelas áreas do templo: são 2,5 mil metros quadrados repletos de jardins decorados e estátuas, perfeitos para belos registros fotográficos.

Mesmo quem não possui qualquer vínculo com o budismo vai apreciar a atmosfera tranquila e as belezas da cultura oriental. No início da caminhada há uma grande estátua do sorridente Buda Maitreya, olhando para o sul, como se desse as boas-vindas aos visitantes.

Foto: Patricia Ferrari

Ao chegar no pátio principal, você vai se deparar com centenas de estátuas amarelas, posicionadas em sequência. Trata-se de incríveis 108 Amitabhas – esse é também número de vezes em que se deve recitar seu nome para receber sua bênção. A Amitabha é um dos cinco Budas da meditação e sua imagem faz dois gestos com as mãos, o da direita representa sabedoria e iluminação, e o da mão esquerda simboliza generosidade.

Foto: Patricia Ferrari

Em frente templo fica uma imponente imagem Parinirvana de Buddha Shakyamuni, que significa o estado de libertação do corpo físico.

Foto: Patricia Ferrari

O Chen Tien possui dois andares, sendo o primeiro deles um grande salão onde se encontram 18 estátuas dos Arahants, as pessoas que atingira um estado de iluminação tão grande que não precisam mais reencarnar. O segundo andar é um salão onde se realizam as cerimônias semanais, mas é preciso fazer inscrição prévia para participar.

Do terraço e do jardim é possível ter uma vista panorâmica da Ponte da Amizade, de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. É bem interessante ver a agitada cidade paraguaia de outro ângulo, pois de cima do templo ela parece bem tranquila.

O visitante pode adquirir incensos para agradecimentos e orações e acendê-los em um incensário localizado em frente ao templo.

Ao final do passeio há uma loja com algumas lembranças como incensos, estátuas e enfeites. Lá também é possível adquirir um livreto com mais informações sobre o templo, como o significado detalhado das estátuas e um pouco mais sobre a história do local.

O Templo Budista Chen Tien é um daqueles passeios que fogem totalmente da rota tradicional de tours em Foz do Iguaçu, mas acaba se tornando uma agradável e relaxante experiência.

Foto: Patricia Ferrari

+ info:

Templo Budista de Foz do Iguaçu
Rua Dr. Josivalter Vila Nova, 99 – Foz do Iguaçu/PR
Telefone: (45) 3524-5566
Horário: de terça a domingo das 9h30 às 16h30
Ingressos: entrada gratuita

Leia mais:

» Tarobá Hotel: opção de hospedagem em Foz do Iguaçu
» Passeio no Parque das Aves em Foz do Iguaçu
» Como é o jantar no restaurante El Quincho del Tio Querido

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

O que fazer na Cidade do Panamá

Artigo anterior

O que saber antes de ir para o Marrocos: como ir e outras dicas

Artigo seguinte

Você pode gostar