Separamos um passo a passo mostrando a melhor forma de conseguir tirar o visto para os Estados Unidos. Confira!

Se você pretende atravessar fronteiras vizinhas, indo para Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Chile, Peru, Equador ou Bolívia, a preocupação é menor, já que não é necessário a apresentação de um passaporte, basta apenas sua cédula de identidade original (RG), em bom estado e com menos de 10 anos de emissão. Agora se o destino for outro é bom se preparar para não ter dor de cabeça na hora de embarcar. Para quem for viajar ao exterior pela primeira vez, como para os Estados Unidos, é normal surgir inúmeras incertezas de como tirar o visto americano, para quê serve o passaporte ou até a diferença entre os dois. Muitas questões vão surgir no momento em que começa a planejar sua trip aos Estados Unidos, mas não se preocupe, hoje em dia existe alternativas mais fáceis que garantem sua viagem.

Além dos Estados Unidos, se você pretende viajar para qualquer outro lugar do mundo, obrigatoriamente precisa tirar o seu passaporte. O passaporte é um documento pessoal internacional que permite que você possa entrar e sair de outros países legalmente. Esse documento é emitido pela Polícia Federal e recentemente com alguns reajustes na nova lei, tiveram um aumento no preço e na validade, agora os novos passaportes emitidos são válidos por 10 anos. Diferente do passaporte, os vistos são uma autorização que os países disponibilizam para estrangeiros visitá-los. Esse segundo só é obrigatório em alguns países específicos. Os países da União Européia, por exemplo, não exigem vistos para turistas que permanecem lá por até 90 dias.

Se a viagem for a trabalho com datas de ida e volta definidas, hospedagem reservada e uma quantia em dólar referente ao período de estada, tudo fica mais fácil, e essas comprovações podem ser apresentadas no momento em que o visto americano é solicitado. Já para intercambistas o processo é feito direto pelas escolas intermediadas pelas agências brasileiras.

Em 2012 entrou em vigor um novo sistema de emissão de vistos para desembarcar nos Estados Unidos. Agora pessoas que moram fora das capitais terão que ir duas vezes  para conseguir ter seu visto americano, uma para o CASV e outra para entrevista do consulado mais próximo da sua cidade. Veja um passo a passo de como tirar o seu visto:

Documentos necessários para tirar o visto americano

O primeiro passo para solicitar o visto América é possuir o passaporte válido, caso você ainda não tenha o seu confira quais são os documentos necessários para tirar o passaporte 2018. Em seguida, é preciso preencher o formulário DS-160, em inglês, contando os motivos para a realização da sua viagem, pagar a taxa e agendar as entrevistas.

No dia marcado, você precisará comparecer ao consulado com: documentos de renda e bens próprios, extratos bancários dos três últimos meses, declaração de Imposto de Renda, registro de imóveis ou escrituras e certificado de registro de veículo, caso tenha um automóvel.

Além dos documentos listados acima, alguns outros solicitados para diferentes perfis de viajantes são:

Profissionais autônomos

Para conseguir o visto é necessário ter em mãos a declaração da empresa em papel timbrado, com informações sobre a prestação de serviço e valor recebido mensalmente; contrato de prestação de serviço, carteira funcional (como CRM por exemplo) e a declaração comprobatória de percepção de rendimento dos últimos três meses.

Empregado

É necessário levar a carteira de trabalho e o comprovante de salário dos últimos três meses.

Empregador

Nesse caso é importante estar em dia com o contrato social e pró-labores dos três meses que antecedem a entrevista, assim como cópia do CNPJ, extrato da empresa e declaração do imposto de renda.

Aposentados

Se você for aposentado não esqueça do comprovante do INSS e o imposto de renda do último ano.

Como tirar o visto americano passo a passo

Formulário DS-160

A primeira etapa para se obter o visto americano é prencher o formulário DS-160, disponível no site https://ceac.state.gov/genniv/, o formulário deve ser prenchido em inglês e com todas as informações atualizadas. Todas as perguntas são feitas em inglês, mas para quem não entende o idioma tem um mecanismo no site que traduz para o português, facilitando o entendimento. Prencha atenciosamente e salve as etapas, caso o site expire será preciso preencher o formulário novamente.

Pagamento

Para vistos de visitantes que não exigem petição, a taxa de solicitação é de R$160. O pagamento pode ser feito em cartão de crédito pelo site de agendamento, telefone, dinheiro, agências Citibank ou boleto bancário.

Entrevista

Depois de aguardar o prazo exigido para confirmação do pagamento (2 dias úteis) é preciso fazer o agendamento para entrevista. Com o número identificado como “nosso número” do boleto e recibo de pagamento da taxa MRV é só entrar no site http://brazil.usvisa-info.com ou pelo call center. O tempo de espera para entrevista varia de acordo com o local escolhido.

CASV

Incluído nesse novo sistema, é preciso comparecer a um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto para coleta de dados biométricos (impressões digitais e foto). Solicitantes acima de 66 anos e crianças de até 15 anos estão isentos da coleta.

Entrevista

Comparecer à entrevista marcada na embaixada ou em um dos consulados para apresentar o passaporte válido e a página de confirmação com o código de barras do formulário DS-160. Solicitantes acima de 66 anis e crianças de até 15 anos não precisam fazer a entrevista.

Entrega

É bem provável que depois de ter feito todos os passos anteriores, o seu visto já esteja aprovado. Nesse caso você irá receber o passaporte com o visto em sua casa ou no CASV pré-escolhido, conforme a opção informada na entrevista.

Dúvidas?

O governo americano mantém centrais telefônicas para tirar qualquer dúvida e oferecer serviços aos solicitantes, incluindo pagamentos de taxas ou realização de entrevistas.

Tirando o visto americano com empresas

Para facilitar a vida de quem visita os Estados Unidos como turista ou a trabalho, algumas agências como a Netvistos são especializadas em agilizar a obtenção de passaportes e vistos consulares para cidadãos em todo o Brasil. O atendimento é personalizado feito por um agente da própria empresa que auxilia o turista em todas as etapas na hora de planejar a viagem. Além do suporte frequente em cada estágio do processo, eles também fazem o intermédio direto com os consulados e órgãos gorvernamentais de imigração. Se o seu destino for os Estados Unidos, por exemplo, a entrevista com o consulado americano (que é obrigatória para emitir o visto), também conta com o auxilio de um profissional Netvistos que orienta sobre as principais perguntas, preparando o viajante para um melhor desempenho nessa fase.

Todo o formulário para solicitar os vistos também são facilitados pela agência. Com preenchimento simplificado, de fácil entendimento para garantir que sua viagem ocorra sem imprevistos.

Visto negado

Também há a possibilidade da sua solicitação não ser aprovada, e isso ocorre por diversos motivos, seja pela falta de documentos, erros cometidos durante a entrevista ou até mesmo falta de vínculo com o país, podem ser razões para seu visto ser negado, muitas vezes sem nos garantir grandes explicações. Você deve saber que os Estados Unidos é um dos países mais rigorosos com questões imigratórias, o que gera uma grande dificuldade para os turistas de fora do país que buscam destinos norte-americanos.

Se o seu visto for negado você pode fazer a solicitação novamente dentre alguns dias, mas se o seu prazo for curto e a viagem não puder ser remarcada, procure um agente especializado em vistos consulares para garantir o seu embarque.

Outras documentações

Para quem pretende dirigir no exterior algumas precauções são necessárias antes de partir, a Netvistos também oferece os procedimentos para a retirada da habilitação internacional (PID – Permissão Internacional de Habilitação) exigida em vários países, inclusive nos Estados Unidos. Essa documentação ajuda na hora do turista alugar um automóvel em outro território, deixando o processo ainda mais simples, sendo também uma garantia a mais caso ocorra infrações ou acidentes. Além disso, o Seguro Viagens é indispensável para quem vai ao exterior e pode ser uma grande comodidade para te livrar de qualquer imprevisto.

O mais adequado para uma viagem tranquila é planejar tudo com antecedência, e como alguns desses procedimentos podem demorar não deixe para a última hora. Pesquisar informações detalhadas sobre a política de imigração do seu destino também é fundamental e pode ser a melhor maneira de se prevenir de futuros desgastes.

Leia também

» Guia para retirada do passaporte
» Confira lista com 55 países que não exigem visto para Brasileiros
» Seguro viagem é obrigatório?
» Dúvidas frequentes sobre o transporte de bagagens

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Lugares para conhecer em Búzios

Artigo anterior

Trekking nos Lençóis Maranhenses

Artigo seguinte

Você pode gostar