Nordeste brasileiro é recheado de lugares que deixam no chinelo qualquer destino no exterior

Seja para alguns dias de lazer, descanso ou muita curtição, o Maranhão é o destino cheio de opções para todos os tipos de viajantes. Esportes radicais, cidades históricas, praias, cânions, cachoeiras e muito mais: o Estado é uma das provas de que não é preciso viajar para fora do Brasil para conhecer lugares impressionantes e inesquecíveis.

São Luís


Foto: Sec Turismo Maranhão

Capital do Maranhão, São Luís é, além de uma cidade muito bonita, possui características peculiares e tem uma arquitetura autêntica que mescla o antigo com o moderno. Desta forma, não há melhor maneira de começar a viagem por esse Estado tão interessante do que fazendo uma parada – mais do que obrigatória – por essa região.

Por ser a única cidade brasileira fundada por franceses, já dá para imaginar todo o charme da arquitetura local. Um passeio pelo Centro Histórico é fundamental para fazer uma verdadeira viagem no tempo e apreciar os casarões e sobrados antigos, as ruas de pedra e seu acervo cultural, como a Casa de Maranhão (um museu folclórico com um acervo impressionante de objetos, que vão desde instrumentos até peças de roupas, típicos da festa de Bumba-Meu-Boi, um evento tradicional do Maranhão) e o Museu Casa de Nhozinho (instalado em um casarão cuja fachada é coberta de belíssimos azulejos, o espaço reúne peças de Antônio Bruno Pinto Nogueira, o renomado artesão “Nhozinho”, entre outros elementos regionais, como utensílios de cerâmica, peças indígenas, bonecos populares, etc).

Mas se engana quem acha que no Centro Histórico só há construções de épocas para visitar. Durante a noite, o turista tem a oportunidade de conhecer o mesmo lugar, mas de um jeito completamente diferente: basta passar pelos bares que tomam a rua para se deliciar com as músicas tradicionais, claro, isso tudo acompanhado de uma bebida refrescante.

Já que o assunto é tradição, a Festa Junina de São Luís, ou melhor, a Festa Bumba-Meu-Boi. Ao visitar a capital maranhense no mês de junho, o que não faltam são celebrações e arraias com apresentações e também deliciosos quitutes locais que são uma atração à parte (mingau de milho, tapioca de carne de sol e bolo de tapioca devem entrar na lista de iguarias que não podem deixar de ser experimentadas durante a viagem).

Uma coisa que o viajante não pode se esquecer quando arrumar as malas para conhecer a Ilha do Amor – como é conhecida a cidade – é que se trata de uma ilha, assim, o que não faltam são praias. A Praia do Calhau é a escolha perfeita para todos os tipos de públicos (seja para quem viaja em família, sozinho, com amigos ou em casal), pois sua ótima infraestrutura faz com que seja possível tomar um banho de mar, relaxar curtindo o sol do nordeste e experimentando alguns petiscos à beira-mar. Outra praia que faz sucesso entre os turistas é a São Marcos, também conhecida por conta da Avenida Litorânea, um lugar cheio de bares e quiosques; mas são os ventos fortes a região que tornam a praia muito procurada, especialmente, por quem gosta de esportes radicais, como kitesurf.

Raposa


Foto: via discoverysaoluis

Localizada a apenas 28 km de distância da capital maranhense, Raposa é uma cidade que atrai muitos visitantes por conta de suas paisagens naturais e dunas – que são conhecidas como “Fronhas Maranhenses”, afinal, são uma versão menor, mas não menos atraente, dos famosos Lençóis Maranhenses. Com tantas belezas, uma coisa é certa: quem conhece a região não se arrepende e volta outras vezes.

Para visitar o cartão postal é preciso ir até o Porto do Braga, de onde saem as embarcações. Prepare a câmera fotográfica para registrar os cenários deslumbrantes pelo caminho e não esqueça o protetor solar. Ao chegar na Ilha de Curupu, precisamente na Praia Carimã, o turista tem a oportunidade de aproveitar tudo que há de melhor neste paraíso nordestino: tomar um banho no igarapé de águas calmas ou se aventurar no mar de ondas fortes. Se bater aquela fome, há um restaurante flutuante que oferece ostras frescas, mas também existe a possibilidade de levar sua comida para preparar nos barcos (que são equipados com fogareiro ou churrasqueira).

Nada melhor do que uma praia para aproveitar o sol do Maranhão, certo? Então, não esqueça os trajes de banho, pois em Raposa a Praia de Itaputiua, com águas quentes e verde esmeraldas, não pode ficar de fora do roteiro. Por estar localizada em uma ilha de pescadores, para acessar o local é preciso ir até lá de barco ou se aventurar pelas trilhas no meio do mangue. Um passeio, certamente, inesquecível!

Raposa também é muito conhecida pelas rendas de bilro, uma tradição passada de mães para as filhas quem chama a atenção. Na Rua da Lavanderia, ou melhor, no Corredor das Rendeiras, é possível encontrar diversas lojas de produtos artesanais e ver de perto o trabalho dessas mulheres.

Barreirinhas


Foto: Sec Turismo Maranhão

Localizada a apenas 250 km da capital do Maranhão, Barreirinhas é muito conhecida – e procurada pelos turistas do mundo inteiro – por ser a porta de entrada para os Lençóis Maranhenses. Com tantas belezas, não é difícil entender porque o destino sempre está no topo da lista de quem sonha em conhecer o Nordeste brasileiro.

Um dos principais pontos turísticos da cidade é o rio Preguiças, cujas águas cercam toda a região; os moradores gostam de aproveitar as tardes nas faixas de areia que forma prainhas de água doce no local. Por conta dos diversos restaurantes que funcionam em suas redondezas, os visitantes desfrutam de uma infraestrutura completa que tornam o passeio ainda melhor.

Imagine um cenário deslumbrante que muda durante todo o ano? Assim é o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, um lugar de paisagem única com mais de 150 mil hectares de dunas, lagoas, manguezais e rios. A Lagoa Azul, uma das atrações naturais mais bonitas de todo o complexo, é dona de águas cristalinas onde os turistas podem tomar banho e, ao final do passeio, assistir a um pôr-do-sol inesquecível. Para os viajantes que quiserem conhecer outras lagoas, há circuitos com diversas paradas que, com certeza, valem muito à pena.

Outro ponto turístico de Barreirinhas que não pode ser deixado de lado pelos visitantes é o Farol de Mandacaru (também conhecido como Farol de Preguiças); localizado no povoado de Mandacaru, que é uma vila de pescadores da região, basta enfrentar uma subida de 160 degraus para ter uma vista privilegiada de toda a cidade: de lá é possível ver todo o povoado e até mesmo o encontro do rio Preguiças com o mar. Aproveitando a visita, o turista também tem a oportunidade de comprar alguns artigos artesanais feitos pelos moradores (como bijuterias, bolas, sandálias, redes, cortinas, entre outras coisas), todas feitas com fibras de buriti, uma palmeira abundante no local.

Depois de desbravar os Lençóis Maranhenses, nada melhor do que aproveitar uma praia, certo? A Praia de Caburé, com suas águas calmas e areia branca, é uma ótima opção, pois apesar de estar situada em uma região bastante rústica possui uma ótima infraestrutura (com barraquinhas, bares e restaurantes) para atender os viajantes.

Atins


Foto: Cepkol / Wikimedia Commons

Com suas ruas de areia, lagoas, dunas e praias, Atins é um paraíso. Apesar de não ser uma cidade muito conhecida, atrai cada vez mais pessoas de todos os lugares do Brasil e do mundo, por ser uma região bastante preservada e onde é possível aproveitar as férias da melhor maneira: com muita tranquilidade, contato com a natureza e levando na bagagem de volta para casa também muita experiência.

Entre as principais atrações locais estão a Lagoa da Capivara e a Lagoa Tropical (ambas fazem parte do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses), duas preciosidades de águas transparentes que estão a uma distância de cerca de uma hora de caminhada – basta ter disposição para encarar o passeio. Por serem bem mais vazias quando comparadas às lagoas próximas de Barreirinhas, é possível aproveitar ainda melhor o passeio, seja entre amigos, familiares ou até mesmo sozinho.

Aproveitando o programa, a próxima parada – obrigatória – é no Canto de Atins, principal praia da região e o lugar perfeito para quem quiser praticar Kitesurf, pois a intensidade e constância do vento são propícias para o esporte. Agora, se a ideia é se refrescar em um banho de mar, o lugar ideal é a Praia do Atins, onde as águas são tão tranquilas, limpas e cristalinas que é possível até avistar peixes pulando. Aliás, uma das iguarias do local são os camarões na brasa – o petisco é um ótimo representante dos sabores da cidade.

O melhor do pôr-do-sol de Atins é o show protagonizado pela revoada de guarás no rio das Preguiças. Para assistir ao espetáculo basta comprar um passeio de barco ou lancha e se encantar com a vista dos pássaros vermelhos recobrindo o mangue da região. Com certeza, é algo inesquecível na vida de qualquer viajante.

Santo Amaro


Foto: Sec Turismo Maranhão

Conhecida por abrigar as lagoas mais bonitas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Santo Amaro é o tipo de lugar que apaixona seus visitantes à primeira vista. Quem quiser tirar alguns dias para, simplesmente, se desligar de todo o agito da vida moderna, não tenha dúvida: a cidade é o lugar ideal para recuperar todas as energias e passar dias inesquecíveis.

Com cerca de 800 metros quadrados, a Lagoa das Andorinhas é uma das grandes atrações. Além de uma vista deslumbrante e da oportunidade de dar um mergulho em suas águas, há também a possibilidade de fazer passeios de caiaque para curtir o dia por lá.

Carolina


Foto: Otávio Nogueira

Conhecida como “Paraíso das Águas”, Carolina é uma cidade com belezas naturais únicas. Seus pontos turísticos são cenários extremamente deslumbrantes que, com certeza, fazem com que quem visita o local vez volte sempre que uma brecha na agenda permitir.

É impossível começar a falar sobre os pontos turísticos da região se não for pelo Parque Nacional Chapada das Mesas, um complexo de curiosas formações rochosas cuja área de 160 mil hectares de cerrado é o lugar perfeito para aventuras e muito lazer. Cheia de cachoeiras, trilhas, mirantes e poços, suas principais atrações são a cachoeira de São Romão, o Portal da Chapada e o Morro do Chapéu – três atrações que não podem, de jeito nenhum, ficar de fora do roteiro de viagem.

Que tal uma experiência, digamos, “sagrada”? A Cachoeira do Santuário até parece um segredo – já que fica escondida entre um imponente cânion – mas é, na verdade, um dos grandes tesouros de Carolina. Sua queda d’água despenca de 50 metros de altura em uma piscina com cerca de 1,5 metros de profundidade e formam uma nuvem tão densa no ar que é impossível tirar uma foto, desta forma, somente quem visita tem a oportunidade de verificar esse verdadeiro espetáculo da natureza.

Os viajantes mais corajosos precisam conhecer o Complexo Turístico da Pedra Caída, uma espécie de parque de diversões com cachoeiras, trilhas, teleféricos, rappel e tirolesa – essa com cerca de 1400 metros de comprimento, ou seja, um desafio para poucos.

Alcântara


Foto: Sec Turismo Maranhão

Casarões antigos, ruínas e praias: Alcântara é uma cidade calma, com belezas naturais ímpares e, simplesmente, encantadora. Em poucos dias é possível aproveitar – sem pressa – tudo que a região tem de melhor a oferecer.

Conhecida como “a cidade que parou no tempo”, a melhor maneira de explorar o local é andando. As ruínas da Igreja de São Matias (cuja construção teve início no século XVII) é ponto de parada obrigatória para quem visita a cidade.

Outro cartão postal é a Ilha do Livramento, um local desabitado com praia deserta e trilhas, assim, ótimo para quem quer fugir do agito e apenas aproveitar alguns dias relaxando. Aos finais de semana, há um bar que funciona por lá, então, mesmo que for para uma passagem rápida, vale à pena a visita.

» 24 passeios em São Luís para descobrir a essência maranhense
» Melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses
» 38 fotografias que provam toda a beleza da Rota das Emoções
» São Luís e Lençóis Maranhenses: roteiro de 5 dias

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Litoral de SP: grupo de 40 cachalotes é flagrado nadando em registro raríssimo

Artigo anterior

Croácia pagará viagem para quem acertar o final de Game of Thrones

Artigo seguinte

Você pode gostar