Programando uma viagem para a Cidade do Panamá? Considere incluir uma visita a San Blas e suas mais de 360 ilhas paradisíacas

A Cidade do Panamá é um destino cada vez mais procurado por brasileiros. Por conta de sua localização privilegiada, no caminho para quem viaja para os Estados Unidos ou Caribe, ela vai muito além de ser apenas um destino de conexão.  Além de atrações que conversam entre um rico patrimônio histórico e um lado moderno e agitado, quem passa pela cidade também tem a oportunidade de visitar um paraíso praticamente intocado, o Arquipélago de San Blas.

Conexão Panamá, empresa com sede no Panamá especializada em receber turistas brasileiros no país, oferece pacotes exclusivos para quem quer combinar os dois imperdíveis destinos panamenhos em uma única viagem.

Cidade do Panamá e San Blas em um único roteiro


Foto: 1018821 / Pixabay

Por um lado, moderna, com imponentes arranha-céus, locais para fazer compras e uma vida noturna agitada. Por outro, um local que mantém um rico patrimônio histórico, sendo uma das capitais mais antigas das Américas. Em meio a tudo isso, o Canal do Panamá, uma das obras mais incríveis da engenharia moderna. A Cidade do Panamá é um local único no mundo.

E, a algumas horas dali, estão mais de 360 ilhas paradisíacas, um verdadeiro cenário de cinema para quem deseja vivenciar uma experiência autêntica, primitiva e extremamente bela, o Arquipélago de San Blas. Com areia branquinha e um mar de um azul impressionante, as ilhas são gerenciadas pelos Kunas, um grupo indígena autônomo que habita a região. Por isso, não espere encontrar instalações luxuosas no lugar, mas sim cabanas rústicas de bambu e muitos, mas muitos cenários naturais de tirar o fôlego.

Para quem visita a Cidade do Panamá, uma dica é esticar um pouco mais o roteiro e reservar pelo menos dia para explorar o belo caribe panamenho. Existe a possibilidade de fazer um passeio no estilo bate e volta para San Blas partindo da capital panamenha, saindo bem cedo e voltando a tarde. Neste passeio, geralmente, são visitadas três ilhas.

Foto: Creative Commons CC0 / Pxhere

O acesso a San Blas não é fácil: são mais de duas horas e meia de estrada em um trajeto repleto de curvas sinuosas e depois mais alguns minutos de barco para acessar as ilhas. Há como chegar ao local por conta própria, de ônibus ou de carro, e você pode conferir os detalhes aqui. Porém, por se tratar de um trajeto que exige experiência, ir por conta própria não é definitivamente a melhor opção. Além das estradas que demandam motoristas experientes há, também, os trâmites de acesso ao local junto aos índios Kuna que demandam pagamento de taxas e aluguel de um carro 4×4.

A opção mais recomendada, prática e segura é contratar um serviço de transfer que sai da Cidade do Panamá rumo ao Arquipélago de San Blás e nossa indicação é a Conexão Panamá. Além da segurança de contar com um motorista experiente, que domina as estradas, todas as taxas já estarão inclusas no pacote, além dos trâmites. Com o pacote da agência também é possível conhecer mais lugares em menos tempo, já que esses roteiros já contam com toda uma programação.

Se você pretende conhecer a Cidade do Panamá e San Blas na mesma viagem, entre em contato com a Conexão Panamá, evitando qualquer contratempo e garantindo uma experiência incrível em um cenário exuberante.

+ Info:

Conexão Panamá
Tel.: +507 6578-4858
conexaopanama@conexaopanama.com
Site: www.conexaopanama.com.br

» Lugares para conhecer na Cidade do Panamá
» 8 cidades bonitas para visitar no Panamá
» 10 ilhas paradisíacas para conhecer no arquipélago de San Blás
» Lugares para conhecer em Bocas del Toro

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Guia em Istambul que fala português: como conhecer bem a Turquia

Artigo anterior

Primavera na Noruega: neve, flores, fiordes e atividades ao ar livre

Artigo seguinte

Você pode gostar