Na divisa entre Minas Gerais e Espírito Santo encontra-se um santuário para aqueles que buscam paisagens em meio as alturas. O Parque Nacional do Caparaó é uma das maiores reservas da mata atlântica do país, e atrai turistas de todos os lugares para conhecer uma das regiões mais altas do Brasil e se refrescar nas águas cristalinas das piscinas naturais e cachoeiras do Vale Encantado.

Formado pelo Rio José Pedro, o Vale Encantado é cheio de piscinas naturais e cachoeiras belíssimas. O nome não é para menos, o vale abriga a maior cachoeira do parque. A Cachoeira Bonita é uma queda d’água em um paredão de 80 metros de altura que formam vários poços profundos, perfeitos para banho.

Leia mais:
Campos de girassóis formam paisagens únicas em Minas Gerais
Monte Verde, fotos da charmosa vila em Minas Gerais
Trilha para o Pico do Lopo em Extrema, Minas Gerais
6 motivos para conhecer Capitólio em Minas Gerais
Depois de ver essas fotos, você vai querer conhecer Ibitipoca em MG

Caparaó significa “águas cristalinas que rolam das pedras” em tupi, o nome faz juz ao lugar. Além do Vale Encantado, o parque abriga outras inúmeras quedas d’água, como a Cachoeira das Andorinhas, a atração mais visitada no parque. As águas incrivelmente cristalinas da cascata formam uma sequência de quedas d’água que desaguam em poços interligados por uma trilha de 1 km de extensão.

Foto: Gabriel Ribeiro

Além de ser uma reserva ambiental que protege nascentes de 3 grandes bacias hidrográficas e várias espécies de animais em extinção, o Parque Nacional do Caparaó ainda é ótimo para montanhismo. O Pico da Bandeira, o mais alto do Estado de Minas Gerais e o terceiro mais alto do país, possuí 2.892 metros de altura e recebe uma média de 40 mil turistas ao ano. A trilha para chegar ao topo é de 9 km e demora o dia todo. Mas não se preocupe, há paradas para descanso durante a caminhada.

Há 4 campings no meio das trilhas que levam ao pico, 2 na trilha que sai de Alto Caparaó (MG) e 2 na trilha que vem de Pedra Menina (ES). As caminhadas noturnas para ver o nascer do sol de cima do pico são os passeios mais populares. Mas lembre-se de levar roupas de frio, durante a noite as temperaturas podem chegar abaixo de zero.

A melhor época para visitar é de maio a agosto, quando as chuvas são mais escassas e a visibilidade aumenta o que torna as caminhadas noturnas mais seguras.

Foto: via Trilhando Montanhas

Foto: via Trilhando Montanhas

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Passeio pela Gruta do Lago Azul impressiona turistas em Bonito

Artigo anterior

Como é se hospedar em um hotel de selva na Amazônia

Artigo seguinte

Você pode gostar

Mais em Aventura