Bagagem de mão: o que pode e o que não pode

Saiba o que é permitido levar na bagagem de mão e planeje sua mala com antecedência

Foto: Pxhere / Creative Commons CC0

Na hora de planejar viagens aéreas é comum que os passageiros se questionem sobre o que poder ser levado na mala de mão, afinal existem muitas restrições de produtos e não se atentar a elas pode significar ter gastos extras.

Por outro lado, também existe uma gama enorme de produtos que podem viajar com você na cabine, desde que respeitadas algumas regrinhas.

Leia também:
Regras para bagagem de mão em voos nacionais
Regras para bagagem despachada em voos internacionais
Dúvidas frequentes sobre o transporte de bagagens em aviões

Compre passagens aéreas mais baratas com o Google Flights

Afinal, o que eu posso levar na mala de mão?

Antes de saber o que é permitido levar na mala de mão, é importante saber que a mesma corresponde a um volume de até 10 kg e com no máximo 115 centímetros, considerando altura, largura e profundidade. Com essas informações, já dá para se ter noção do que é possível colocar no compartimento acima do seu assento ou debaixo do assento à sua frente. Um mega liquidificador cuja embalagem é enorme, por exemplo, precisa ser despachado.

Veja abaixo alguns tipos de produtos que podem ser levados na bagagem de mão:

– Eletrodomésticos

O liquidificador acima citado pode tranquilamente ser transportado com você, desde que cumpra as exigências de peso e medida. O mesmo é válido para outros eletrodomésticos, como batedeiras e cafeteiras.

– Eletrônicos

Celulares, notebooks, câmeras e tablets também podem ir na cabine, devidamente armazenados dentro de sua mala ou mochila.

– Itens pessoais

Seus documentos e demais itens de uso pessoal são itens que compõem a bagagem de mão, sem contar que podem ser indispensáveis na cabine. Se você despachar seus óculos, por exemplo, pode sentir falta dele na hora de ler ou assistir algo no avião.

– Medicamentos

Quem está fazendo uso de medicamentos não precisa se preocupar em passar horas viajando, pois eles podem ser levados na mala de mão. Atente-se em levar somente o necessário e não se esqueça da receita médica onde deve constar seu nome. Se for um tipo de remédio que não precisa de prescrição, é permitido embarcar com no máximo 100 ml.

– Alimentação infantil

Itens de alimentação infantil, como papinhas e leites armazenados em mamadeiras, também se enquadram nesse contexto, desde que estejam em quantidade suficiente somente para a duração do voo.

– Instrumentos musicais

Desde que não ultrapassem os 10 kg e os 115 cm, podem ser incluídos como bagagem de mão sem problemas.

– Líquidos

No que diz respeito a levar líquidos na mala de mão, as regras mudam de acordo com o destino. Se você vai para uma cidade brasileira, pode ter até 2 litros na cabine, com frascos que não ultrapassem 500 ml. Já para voos internacionais, é permitido transportar somente um frasco de até 100 ml em embalagem específica.

Para bebidas, a regra é que as embalagens estejam lacradas pelo fabricante e, se forem alcoólicas, não podem exceder 5 litros por passageiro maior de idade, sendo que cada volume deve ter no máximo 1 litro.

Existem muitos outros itens que podem ser transportados na bagagem de mão, e você pode sempre saber mais a respeito diretamente no site da ANAC ou da sua companhia aérea. Antes de viajar, não deixe de pesquisar também quais produtos precisam ser despachados e quais não podem ser transportados em aeronaves, pois essas informações podem ser bem úteis.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.