Por meio de um processo totalmente virtual, empresa Liberfly facilita indenização a passageiros prejudicados por problemas com voos

Problemas com voos, como atrasos e cancelamentos, podem ser revertidos em dinheiro por meio da Liberfly, uma empresa especializada em facilitar a indenização de passageiros. Só quem já passou por situações como essas sabe como é estressante, ainda mais sem saber se o problema será solucionado. Por vezes, é necessário alterar roteiros e adiar compromissos, gerando grandes prejuízos e dores de cabeça. Nesses casos, o passageiro pode – e deve – exigir seus direitos e receber uma indenização das companhias aéreas.

Liberfly surgiu pensando em facilitar esse processo e evitar novas complicações de uma forma simples e ágil, de acordo com as leis da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e do Código de Defesa do Consumidor. Cancelamentos, atrasos, overbookings, extravio ou danos à bagagem podem ser revertidos em dinheiro para o passageiro prejudicado e os valores de indenização podem chegar a R$ 10 mil. As vantagens em contratar esse serviço são muitas, mas especialmente evitar burocracias, já que a empresa resolve todos os trâmites necessários.

Indenização por voos atrasados ou cancelados: como funciona?

Foto: Divulgação

Sabemos que reverter o prejuízo em casos como problemas com voos nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, esses direitos existem e devem ser resguardados. Passageiros lesados têm todo o direito a uma assistência material, e o melhor: o passo a passo para solicitar a indenização é mais simples do que você imagina.

Na Liberfly tudo é realizado online, sem complicações: basta acessar a plataforma, informar o destino do seu voo e os danos que você sofreu para que os especialistas possam avaliar o seu caso. Tudo é feito sem burocracia e sem papeladas, de forma simples, eficiente e sem dores de cabeça. O passageiro não precisa se preocupar com nada, tudo fica a cargo da empresa.

Ao realizar sua reclamação, um consultor entrará em contato, analisará seu caso e cuidará dele até o final, sendo que você poderá acompanhar todas as etapas. O melhor é que não há pagamento prévio para realizar o serviço – uma taxa de 30% do valor só será cobrada caso o passageiro aceite alguma proposta, ou seja, a empresa só ganha se você também ganhar.

Como saber se tenho direito a uma indenização?

Você tem direito a uma indenização em vários casos e os especialistas da Liberfly estão à disposição para avaliar cada situação. A empresa atua de acordo com as leis da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e do Código de Defesa do Consumidor, órgãos que garantem reembolsos a todos os tipos de bilhetes.

As indenizações mais comuns de passageiros são referentes a voos atrasados e cancelados, mas é possível buscar uma compensação em outros momentos. Vale lembrar que o direito à indenização vale tanto para casos em voos nacionais quanto internacionais e o passageiro pode solicitar uma ação para problemas ocorridos nos últimos cinco anos.

Atrasos ou cancelamentos

Atrasos ou cancelamentos são os principais motivos de reclamações e de indenizações dos passageiros. Apesar de recorrentes, é obrigação das companhias aéreas informarem aos passageiros com antecedência quando haverá um atraso ou cancelamento de voo.

No caso de voos cancelados, a companhia deve avisar o passageiro em até 30 dias ates da viagem, com a opção de reembolso ou de realocação em outro voo. Se o cancelamento ocorrer após esse prazo o passageiro tem direito a um reembolso, além de indenização por danos morais e materiais.

No caso de voos atrasados, é obrigação das companhias aéreas informar o motivo e a previsão da saída do voo. Se o atraso ocorrer em até de 1 hora, a companhia deve fornecer comunicação ao passageiro, como internet e telefone.

Caso o atraso seja superior a 2 horas, a empresa deve disponibilizar alimentação de acordo com o horário, como lanche, voucher, entre outros. Se o atraso ultrapassar 4 horas, a companhia aérea deve garantir hospedagem e transporte ida e volta até a acomodação – se este for o desejo do cliente.

Motivos como condições climáticas ruins, manutenção de aeronave, mal súbito de passageiro ou tripulação, tráfego aéreo intenso, entre outros, são exemplos onde atrasos e cancelamentos em voos são justificáveis.

Bagagem extraviada

Foto: Divulgação

Casos de bagagem extraviada, quando a companhia aérea não entrega a bagagem ao passageiro, também entram nas situações em que é possível exigir uma compensação financeira.

Nestas situações, a companhia aérea tem um prazo para conseguir localizar sua bagagem, que é de 30 dias para voos nacionais e de 21 dias para voos internacionais.

Se o prazo não for cumprido, a companhia deve indenizar o passageiro, mas o valor restituído vai depender da companhia aérea e da rota operada. A companhia deverá cobrir os itens que estavam na bagagem, além de gastos extras que podem ter ocorrido enquanto o passageiro estava sem os seus pertences.

Overbooking

overbooking acontece quando a companhia aérea vende mais passagens do que a capacidade da aeronave comporta, gerando diversas dores de cabeça aos passageiros.

Neste caso, as providências que a companhia aérea terá que tomar são semelhantes que no caso de atrasos em voos. Importante lembrar que, mesmo com a prestação dessas obrigações, seu direito à indenização ainda é garantido.

Como é realizado o pagamento da indenização?

O pagamento da indenização vai depender de cada caso e de cada companhia aérea. Alguns chegam a ser compensados em até 48 horas, já outros demoram um pouco mais. No entanto, cerca de 60% das reclamações realizadas com a Liberfly são solucionadas em menos de três meses.

No caso de voo cancelado, a média do valor da indenização chega a R$ 6 mil. Se o voo cancelado gerou perda de conexão ou outros problemas mais graves, esse valor sobe para R$ 10.000 – e pode se tornar ainda mais alto em casos de danos materiais do passageiro.

O pagamento do reembolso é realizado de acordo com a forma em que foi realizada a compra da passagem, mas os direitos do passageiro são garantidos seja qual for a situação.

Cartão de débito

Se o passageiro adquiriu a passagem aérea realizando o pagamento com cartão de débito ou via boleto bancário, receberá a indenização na conta bancária informada.

Cartão de crédito

No caso de compra de passagens realizadas por meio de cartão de crédito, a companhia aérea negocia o estorno com a bandeira do cartão, retornando o valor de acordo com o preço da passagem.

Milhas aéreas

No caso de compra de passagens aéreas com milhas, o valor referente às milhas retorna integralmente para a conta do passageiro.

Portanto, seja qual for seu problema em casos de voos atrasados ou cancelados, não deixe de correr atrás dos seus direitos e garantir sua indenização. A equipe especializada da LiberFly analisará seu caso e cuidará de tudo, atuando como uma mediadora entre você e a companhia aérea, e garantindo a melhor solução.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Vertical Rio: sobrevoo de helicóptero no Rio de Janeiro

Artigo anterior

Melhor época para ir ao Deserto do Atacama

Artigo seguinte

Você pode gostar