Quebrando todos os tabus e estereótipos, uma mulher de 59 anos decidiu seguir sua vida viajando, agora após 2 anos diz que só pretende voltar ao Brasil para renovar o passaporte

Josafa Freitas é aposentada, mãe de três filhos, avó de um neto e divorciada, mas acima de tudo é uma viajante. Jô, como é chamada por todos, nasceu e cresceu no Ceará e conseguiu se aposentar, apesar de trabalhar um tempo como assistente social cuidando de mulheres trans no sistema prisional cearense.

No entanto, durante seu período de trabalho, a aposentada já planejava  sua viagem pelo mundo. Atualmente, tudo que têm é uma mala e uma página no Facebook “Jô: morando onde minha mala está”, para atualizar seus amigos e familiares de suas aventuras. Nessa sua busca de dar uma volta ao mundo, a mulher já conheceu mais de 40 países em 2 anos.

Os lugares visitados por ela foram divididos em duas etapas: primeiro o continente europeu, depois a Ásia e África. Tudo começou em 2017, quando a aposentada passou pela Europa para dar palestras e participar de encontros com profissionais de sua profissão. Então, enquanto estava lá, decidiu trabalhar como babá e estudar para conseguir se regularizar no continente, enquanto isso ia visitando diversos países.

Foto: Divulgação

Esse foi o primeiro passo para seguir seu projeto de volta ao mundo. Só retornou para o Brasil para alugar os imóveis, vender o que não precisava e partir ruma à África. Desde então, não pisou mais em território brasileiro. Pretende voltar em 2019 apenas para renovar seu passaporte, que não tem mais páginas limpas de carimbos.

Mas antes disso, a aposentada quer conhecer Malásia, Filipinas e Nova Zelândia, lugares que não exigem vistos. Enquanto ela tinha páginas livres em seu documento, conseguiu visitar lugares como Quênia, Laos, Índia, Egito, Vietnã e muito mais, sempre registrando por meio de fotos suas experiências.

Quem é a aposentada que está dando uma volta ao mundo? 

Foto: Divulgação

Jô é uma mulher que não aceitou as regras impostas, de acordo com sua filha, Lilith Feitosa, em entrevista dada à BBC, ela reverteu os papéis, normalmente são os filhos que deixam os pais no ninho e não o contrário. A jovem viu sua mãe sair de casa quando tinha 24 anos, antes mesmo de terminar faculdade, mas diz ter aceitado essa realidade com o tempo.

No começo todos estranharam, mas Jô sempre teve na cabeça que já era hora de ser feliz. Depois de criar os filhos, viver um casamento turbulento e ainda trabalhar em serviços que ofereciam condições precárias, ela precisava mudar o rumo de sua vida. Então, decidiu dar sua tão esperada volta ao mundo.

Ao longo de seu caminho como viajante, a aposentada conheceu diversas pessoas e fez muitos amigos. Alguns se tornaram companheiros, que decidiu compartilhar momentos especiais e românticos. Mas de acordo com ela, não era nada sério, ela não está mais buscando um parceiro, quer apenas curtir sua vida viajando.

No entanto, é claro que já passou por algumas dificuldades. Jô chegou a ser assediada na Índia e também perdeu o celular no Quênia, mas conseguiu se virar e resistir apenas com seu inglês básico. Para ela, o segredo é acreditar nas pessoas, só assim vale a pena sair viajando pelo mundo.

De acordo com as pesquisas realizadas pelo Ministério do Turismo, mulheres com a mesma iniciativa da aposentada estão aparecendo cada vez mais. Em 2017, cerca de 17,8% das mulheres queriam viajar sozinhas, um número 6% maior que a taxa entre os homens.

Dicas da viajante: como dar uma volta ao mundo? 

Foto: Divulgação

Primeiro de tudo: economizar. Josefa conta que logo que começou a pensar no seu plano de dar uma volta ao mundo, dispensou os gastos “fúteis”, nem mesmo pintar o cabelo ela pintava. Além disso, trocar hotéis por quartos compartilhados e albergues também faz uma grande diferença na hora de organizar a viagem.

Durante sua viagem, a aposentada também desenvolveu seus próprio métodos para guardar dinheiro. Por exemplo, carregar seu próprio café, se alimentar com macarrão instântaneo e tem uma jarra elétrica para conseguir água quente. Além disso, ela aderiu a uma dieta na base de legumes, evitando a carne durante as refeições.

Outra dica importante para qualquer um que deseja dar uma volta ao mundo é pesquisar sobre a moeda do país que vai visitar. É importante se acostumar com a cotação e saber converter a moeda, assim não é preciso sair gastando sem ter noção. Outro ponto interessante é não correr com os passeios, visitar tudo com calma e aos poucos.

Leia também:

» Aposentado russo conclui volta ao mundo a pé percorrendo 24 mil quilômetros
» O casal de aposentados que largou o sofá para dar a volta ao mundo
» Americano viaja durante 50 anos e conhece todos os países do mundo
» Senhora com mais de 90 anos viaja sozinha pelo mundo e faz sucesso no Instagram

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Minas Gerais é eleita melhor destino histórico e de natureza do país

Artigo anterior

Airbnb: 10 casas brasileiras maravilhosas para ficar hospedado

Artigo seguinte

Você pode gostar

Comentários estão fechados.