60 passeios gratuitos para fazer no Rio de Janeiro e aproveitar a cidade

Quer conhecer a Cidade Maravilhosa gastando pouco? Confira a seleção que preparamos com os principais passeios gratuitos para fazer na cidade do Rio

Não podemos negar que o Rio de Janeiro é um dos lugares mais bonitos do Brasil e não é à toa que recebe o apelido de “Cidade Maravilhosa”. Com atrações para todos os gostos e estilos pessoais, a metrópole é formada por belas praias, festas, bares e inúmeros cartões postais que fazem do Rio de Janeiro uma das cidades mais visitadas do Brasil.

Como se não bastasse, a cidade foi construída preservando uma atmosfera agradável, com resquícios da Mata Atlântica, montanhas, costões, mirantes e vistas que deslumbram. Indo para além da natureza, uma cidade boêmia e agitada reúne jovens do mundo todo para aproveitar as festas, bares e casas noturnas da capital. Berço do samba, da bossa nova e do maior carnaval de rua do mundo, o Rio de Janeiro guarda essas e tantas outras surpresas que garantem uma viagem inesquecível. Quer aproveitar sua estadia pela cidade conhecendo lugares e passeios gratuitos? Prepare a mochila e confira a lista completa dos 60 lugares para conhecer no Rio de Janeiro de graça:

Visitar o Mirante Dona Marta
Um passeio diferente que tem ganhado o coração de todos, são os tours para ver os mirantes e vistas privilegiadas do Rio. Uma experiência única que merece ser vivida, principalmente para quem adora fotografia. Quer visitar um lugar legal para ir sem pagar nada? No Mirante Dona Marta os visitantes podem aproveitar uma das vistas mais lindas da cidade. Saiba todas as dicas e como ir para o Mirante Dona Marta.

Vista do Mirante Dona Marta – Foto: Gustavo Albano

Curtir a natureza na Pedra Bonita
Um passeio imperdível em meio à natureza é a Trilha da Pedra Bonita. O percurso tem início na Estrada das Canoas e dura aproximadamente 40 minutos até o topo, onde é possível ter uma das melhores vistas do Rio de Janeiro. O lugar é tão alto que é possível observar a Zona Oeste, parte da Zona Sul, a Floresta da Tijuca e a Pedra da Gávea. O passeio é gratuito, pois está em um local público.

Pedra Bonita, no Rio de Janeiro. Foto: Wikimedia Commons

Pôr do sol na Pedra do Arpoador
Após um dia quente na cidade, nada melhor do que curtir um pôr do sol em cima da Pedra do Arpoador, com uma vista panorâmica das praias de Ipanema, Leblon e para o Morro Dois Irmãos. O típico entardecer carioca.

Pôr do sol na Pedra do Arpoador. Foto: Wikimedia Commons

Visitar o Parque Lage
Entre o Corcovado e o Jardim Botânico, está uma das outras belezas do Rio de Janeiro, o Parque Lage, com diversos lagos, mata fechada e áreas de lazer e convívio. Você pode aproveitar a visita e fazer as trilhas que levam até o Corcovado ou simplesmente aproveitar a arquitetura do Palacete central e fazer boas fotos. A entrada é livre.

Parque Lage, um dos principais pontos turísticos cariocas. Foto: Wikimedia Commons

Praias do Rio de Janeiro
É claro que a lista não poderia deixar de lado as belas praias do Rio de Janeiro, espalhadas por diferentes cantos da cidade e do litoral fluminense. Dentre as mais visitadas pelos turistas estão a Praia de Copacabana, Leme, Arpoador, Ipanema, Leblon, Barra da Tijuca, Recreio, Prainha e Reserva. Alternativas não faltam para encontrar o seu lugar predileto, são tantas opções que vai ser difícil escolher somente uma. Falamos mais nessa outra publicação sobre as melhores praias conhecer no Rio de Janeiro.

Praia do Arpoador, entre Copacabana e Ipanema. Foto: Rodrigo Soldon/Flickr

Bares e ruas do Bairro Santa Teresa
O bairro de Santa Teresa é marcado por seus casarões antigos e ateliês de arte, caminhar por suas ruas cheias de história é como viajar no passado carioca. Aproveite para conhecer os restaurantes e bares tradicionais do bairro.

Bairro de Santa Teresa. Foto: Prefeitura do Rio de Janeiro

Apreciar a vista da Pista Cláudio Coutinho
Esse é um passeio completo para admirar os pontos mais bonitos da cidade. Para chegar a pista Cláudio Coutinho é preciso passar por uma das praias mais bonitas do Rio, a Praia Vermelha. Durante o percurso, aproveite a vista do Pão de Açúcar, o Morro da Urca e o Corcovado de um ângulo diferente.

Vista da Praia Vermelha, onde inicia a trilha. Foto: Wikimedia Commons

Caminhar pela Trilha do Pão de Açúcar
Após conhecer a Pista Cláudio Coutinho, não deixe de fazer a trilha do Pão de Açúcar,  que dura em torno de 40 minutos, bem sinalizada e sem muito esforço. Ao chegar no topo é possível descansar apreciando a Baía de Guanabara de um lado e a Praia Vermelha de outro. Esse também é um passeio diferente e gratuito para fazer no Rio de Janeiro.

Final da trilha para o Pão de Açúcar. Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Conhecer o Real Gabinete Português de Literatura
Você sabia que o Rio de Janeiro tem uma das bibliotecas mais bonitas do mundo? Outra Mais um lugar legal para conhecer de graça no Rio de Janeiro. A biblioteca está instalada em uma construção histórica que já serviu de cenário para diferentes filmes e novelas. Todo apaixonado por livro e arquitetura precisa visitar esse lugar, um espaço que ainda preserva traços do século passado e reúne obras de autores como Luiz Vaz de Camões, Machado de Assis, Camilo Castelo Branco. A entrada é gratuita para todos os públicos, saiba mais sobre o Real Gabinete Português.

Por dentro do Real Gabinete Português de Literatura. Foto: Wikimedia Commons

Se divertir na Floresta da Tijuca
Gosta de natureza? A floresta faz parte do Parque Nacional da Tijuca, e é um lugar perfeito para quem busca o contato direto com a natureza, em uma grande área verde localizada no meio da cidade.  No parque não falta opções de passeio de graça, por lá é possível fazer trilhas para cachoeiras, conhecer uma parte intacta da Mata Atlântica, piqueniques ou mesmo para relaxar entre um passeio e outro.

Floresta da Tijuca e Pedra da Gávea. Foto: Wikimedia Commons

Visite um dos cartões postais da cidade: Arcos da Lapa
Com certeza você já ouviu falar dos Arcos da Lapa, construída durante o período colonial, marca uma das maiores obras arquitetônica de grande porte da época. Caminhar pelas ruas que formam o Rio Antigo e visitar um dos cartões postais da cidade é outra opção de passeio gratuito para quem busca economizar na cidade.

Outro cartão postal carioca: Arcos da Lapa. Foto: Wikimedia Commons

Visitar a Escadaria Selarón
Já ouviu falar da escadaria mais colorida do Rio de Janeiro? Essa é a Escadaria Selarón, que tem uma boa história por trás de suas lindas pintura. Tudo começou em 1990, quando o artista chileno Jorge Selarón decidiu por conta própria reformar a escadaria, que se encontrava em péssimo estado. Hoje a obra virou um dos principais pontos turísticos do Rio.

Escadaria Selarón. Foto: Wikimedia Commons

Conheça a Vista Chinesa
A Vista Chinesa é uma construção oriental com mais de 100 anos. Para chegar até lá e ter uma das vistas mais surpreendentes da cidade, é preciso seguir pelo bairro do Jardim Botânico e ao chegar no topo, aproveite a visão panorâmica do Cristo Redentor, Pão de Açúcar e do Morro dos Dois Irmãos.

Vista Chinesa. Foto: Wikimedia Commons

Visitas guiadas pelo Rio Free Walking Tour
O Rio Free Walking Tour é um passeio que acontece por diversos pontos da cidade. São roteiros com curiosidades e informações históricas do Rio de Janeiro. O mais procurado é o tour do Centro Histórico, com saída às 9:30 de segunda-feira à sexta-feira. Mais informações no site: Rio Free Walking Tour.

O FreeWalking Tour passa por prédios clássicos do centro do Rio. Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Arte de rua no Mural Etnias
O maior painel de rua, pintado para as Olimpíadas, o Mural Etnias é criação do artista Eduardo Kobra. A obra faz uma homenagem aos primeiros habitantes de cada um dos continentes. Contemplar esses grafites de cores vibrantes é um programa imperdível.

Mural das Etnias é tão grande que entrou para o livro dos recordes em 2016. Foto: Eduardo Kobra/Acervo Pessoal

Samba na Pedra do Sal 
As rodas de samba animam diversos cantos da Cidade Maravilhosa, e em vários bairros é possível perceber o espírito boêmio do carioca, sempre acompanhado de uma cerveja gelada e muita música e bom humor. Na Pedra do Sal, próximo ao Largo da Prainha e aos pés do morro da Conceição, acontece uma roda de samba tradicional da cidade. O encontro acontece sempre às segundas-feiras, as 19h às 22h, com entrada gratuita. Durante o carnaval, a roda cria o seu próprio bloco, recriando as marchinhas da época com muita festa.

Roda de Samba da Pedra do Sal – Foto: Acervo

Se refrescar no Jardim Suspenso do Valongo
No centro da cidade, o Jardim Suspenso do Valongo, é um o belo jardim com estátuas de deuses gregos e com peças arqueológicas encontradas em 1906, durante a construção do lugar. Ideal para quem quer relaxar e se refrescar com um ar puro e ainda conhecer um lugar diferente no Rio, bem no meio da correria do centro. Entrada grátis.

Jardim Suspenso do Valongo. Foto: Wikimedia Commons

Aterro do Flamengo
O Aterro do Flamengo é outro parque arborizado na cidade. Com 7 km de extensão, vai do Aeroporto Santos Dumont até a Enseada de Botafogo. As atividades incluem a prática de esporte e ainda uma vista deslumbrante da baía de Guanabara e Pão de Açúcar.

Aterro do Flamengo. Foto/ Pedro Kirilos/RioTur

Estátuas e suas histórias
Diversas estátuas de famosos ícones brasileiros estão espalhadas pela cidade, em lugares onde os artistas se inspiraram e moravam. Em Ipanema, por exemplo está Tom Jobim, que vivia na região. Ainda é possível ver uma homenagem ao Renato Russo na Ilha do Governador, e outras, como as que retratam Dorival Caymmi e o escritor Carlos Drummond de Andrade, localizadas em Copacabana.

Homenagem a Carlos Drummond na Praia de Copacabana. Foto: Wikimedia Commons

Andar de bicicleta por diversos pontos turísticos
Pegar a bicicleta e sair andando pelas diversas belezas do Rio de Janeiro é um dos passeios que mais agrada os moradores e os turistas da Cidade Maravilhosa.

Vistas e mirantes cariocas. Foto: Gustavo Albano

Observar a vida carioca na Lagoa Rodrigo de Freitas
Todo mundo já ouviu falar da Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos pontos mais visitados e icônicos no Rio de Janeiro. A lagoa é muito visitada por praticantes de esportes aquáticos  e conta com 7,4 quilômetros de extensão. Um programa para todas as idades, seja para praticar exercícios, andar de pedalinho, andar de bicicleta ou mesmo sentar e curtir esse sossego.

Lagoa Rodrigo de Freitas. Foto/ Alexandre Macieira/RioTur

Mureta da Urca
Conhecido como uma das melhores vistas do Rio de Janeiro, a Mureta da Urca pode ser uma boa parada para curtir o final da tarde carioca. Aproveite para contemplar a paisagem da Baía de Guanabara: passeio gratuito e imperdível para fazer na cidade.

Mureta da Urca. Foto/ Alexandre Macieira

Praticar yoga ao ar livre
Quer aproveitar a praia de um jeito diferente? No Rio existem diversas aulas de yoga gratuitas e ao ar livre, são diversos grupos espalhados pelas praias de Ipanema, Barra da Tijuca, do Leme, Aterro do Flamengo e na Enseada de Botafogo.

Enseada de Botafogo. Foto/ Pedro Kirilos/RioTur

Conheça a Ilha de Paquetá
A Ilha de Paquetá, no coração da baía de Guanabara, é uma pequena ilha e bairro carioca, bem diferente dos outros pontos da cidade. Um passeio realmente diferente para fazer no Rio. Para chegar na ilha pode-se recorrer às barcas ou aos catamarãs. Dentro da ilha o transporte é feito apenas por carrinhos de golf, bicicletas, além de um trenzinho que leva os turistas para passear e conhecer a ilha.

Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro – Foto/ Alexandre Macieira/RioTur

Refrescar-se na Cachoeira do Horto
A cidade cercada de morros e riachos tem inúmeras quedas d’água, mas um circuito em especial se destaca como um dos mais bonitos. Conheça as cachoeiras do Horto, na Zona Sul. As cachoeiras mais conhecidas são a do Chuveiro, da Gruta e a dos Primatas. Gostou? Essa é a pedida perfeita para um passeio gratuito no Rio de Janeiro, descobrindo um roteiro além das praias.

Conhecer a Confeitaria Colombo
Um passeio tradicional no centro do Rio de Janeiro é almoçar na Confeitaria Colombo. Fundada em 1894, o prédio se tornou patrimônio histórico, justamente por trazer uma arquitetura símbolo da Belle Époque brasileira. Provar algumas das delícias da casa ou simplesmente conhecer o prédio, pode ser uma boa uma atividade para se fazer no Rio de Janeiro.

Descansar no Parque Eduardo Guinle
Conhecido também como Parque Guinle, esse é um local para descansar em um ambiente calmo e fresco. É nesse parque que se encontra o famoso portão com duas estátuas de leões, posados em como guardiões.

Percorrer o caminho da realeza no Quinta da Boa Vista
Em meio à agitação da cidade, outro passeio de graça para fazer no Rio, é visitar o parque municipal Quinta da Boa Vista, situado em uma área com 155 mil m². Sua paisagem é formada por jardins de grande importância histórica, local onde a antiga realeza passeava. As opções de lazer não faltam, nele você pode andar de pedalinho, caiaque, correr pela ciclovia e muito mais.

Praticar exercícios no Bosque da Barra
Conheça o Bosque da Barra e aproveite um passeio diferente no Rio de Janeiro. Nele você pode Fazer exercícios, caminhar no parque, andar de bicicleta ou aproveitar as áreas verdes da cidade.

Ler um livro no Parque do Palácio do Catete
Descansar da correria do dia a dia em meio à natureza, respirar ar puro, fazer caminhada ou ler um bom livro são apenas algumas atividades que podem ser feitas no Parque do Palácio do Catete. A entrada é de graça.

Fazer uma trilha no Parque da Catacumba
Nas margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, com uma trilha que leva ao mirante Sacopã e Pedra do Urubu, a trilha oferece uma bela vista para a Lagoa, Corcovado e Pedra da Gávea. Entrada gratuita.

Apreciar a bela vista do Parque do Penhasco Dois Irmãos
Difícil ir para o Rio e não se apaixonar pelas vistas e mirantes deslumbrantes da cidade. O Parque do Penhasco Dois Irmãos é um deles: com uma vista das mais belas paisagens cariocas, os visitantes podem observar do alto os bairros do Leblon, Ipanema, São Conrado e o Cristo Redentor. Mais um lugar legal e de graça para conhecer no Rio de Janeiro.

Ver a arquitetura colonial do Centro Cultural Parque das Ruínas
Aproveitando a visita ao bairro Santa Teresa, ir até o Centro Cultural Parque das Ruínas é imperdível. O local é um casarão do século passado que foi residência de Laurinda Santos Lobo e hoje funciona como um espaço de cultura, servindo de palco para atividades musicais, teatrais e circenses.

Ver a natureza no Parque Madureira
O parque está localizado na região conhecida como bairro do Samba, justamente por ser sede das escolas de samba Império Serrano e Portela. Além da possibilidade de ver os ensaios das samba ou participar de alguma roda agitada em algum bar autêntico carioca, no bairro da Madureira também abriga um dos maiores parques do Rio, o Parque Madureira, com entrada gratuita.

Conhecer a Catedral São Sebastião do Rio de Janeiro
Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, assinado pelo arquiteto Edgar de Oliveira da Fonseca, tem um formato cônico. Mas não é só o lado de fora que tem uma arquitetura espetacular, dentro os vitrais coloridos completam a beleza do lugar.

Arquitetura da igreja da Candelária
Para quem quer fugir um pouco do sol quente e ainda apreciar uma arquitetura muito bem planejada. A Igreja da Candelária é considerada a mais impressionante e grandiosa do Rio de Janeiro, com acabamento feito em ouro e uma cúpula grandiosa.

Comprar peças antigas na Feira do Rio Antigo
A feira acontece somente no primeiro sábado de cada mês, onde feirantes e artesãos vendem suas obras de arte e peças antigas carregadas de histórias. Perfeito para quem quer fazer compras ou apenas passear por um lugar diferente.

Dançar Forró na Feira de São Cristóvão
Forró, comida nordestina e muita alegria marcam a Feira de São Cristóvão, que acontece em um antigo pavilhão, no Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas.

Curtir o Samba do Ouvidor
O samba faz parte da cultura carioca e nada melhor do que curtir uma boa música durante à noite. É isso que acontece na Rua do Ouvidor, no Centro Histórico, uma festa ao ar livre que além de muita música, também oferece algumas delícias gastronômicas da região.

Visite o Centro Cultural Banco do Brasil
Um antigo prédio, inaugurado em 1989 abriga o Centro Cultural Banco do Brasil. Um espaço de cultura dedicado à exposições, cinema, teatro e uma programação diversificada.

Conheça a Biblioteca Nacional
Parte do patrimônio documental brasileiro encontra-se na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, uma das mais bonitas do Brasil. Além de encantar os apaixonados por livros, quem gosta de arquitetura irá se surpreender com esse belo edifício neoclássico.

Ver uma exposição no Instituto Moreira Salles
Outro casarão do século passado se transformou em um reduto de arte carioca. Cercado por resquícios da Mata Atlântica, o Instituto Moreira Salles reúne exposições fotográficas, música brasileira, literatura e cinema. A entrada é de graça para a maioria das atividades.

Apreciar uma obra Jacques Van de Beuque no Museu Casa do Pontal
Considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do país, o Museu Casa do Pontal reúne um acervo de artistas renomados como o designer francês Jacques Van de Beuque. Após apreciar as grandes obras de arte, é possível caminhar pelos amplos jardins cercados por uma reserva ecológica que se estende pelo percurso.

Conhecer diferentes obras no Museu Internacional de Arte Naif
No local encontram-se diversos artistas, sem formação acadêmica em artes que expõem seus projetos, por isso leva o nome de Naif, ou seja, uma arte mais simples, mas que merece muito ser vista.

Acompanhar a modernidade no Distrito Bhering
Um dos polos artísticos mais agitados da cidade, Distrito Bhering reúne oitenta artistas em uma antiga fábrica de chocolates, construída em 1930. Hoje o lugar é uma mistura das artes contemporâneas, com a instalações fixas e exposições itinerantes.

Conheça o Paço Imperial
O Paço Imperial é um edifício que faz parte da história colonial de nosso país, uma herança do século XVIII, que já foi residência dos Governantes e Paço Real, hoje se tornou um reduto para os apaixonados por pintura, fotografia, cinema, música e teatro.

Imaginar a época colonial na Ilha Fiscal
Já imaginou viver na época colonial? Na Ilha Fiscal, você pode imaginar o passado e pensar como foi o último baile do Império. E ainda entender mais da história do Brasil em uma linda livraria neoclássica ou escolher um entre os vários espetáculos que acontecem na Ilha Fiscal.

Fazer Stand Up Paddle, nas Ilhas Tijucas
Um arquipélago de ilhas entre a Barra da Tijuca e São Conrado, é um paraíso de águas calmas ideal para a prática de stand up paddle ou até mesmo para um mergulho.

Andar de Skate na Praça Juliano Moreira
Os adeptos ao esporte vão amar esse lugar, com pistas de skate recém-reformadas, o local se tornou ponto de encontro perfeito para a prática do esporte.

Caminhar a pé pelo centro
Conheça diversos prédios do século passado, marcas importantes construíram a história do Brasil. Esses casarões e edifícios já foram moradia de franceses, ingleses, árabes e diferentes nacionalidades que deixaram suas marcas na região. Caminhar pelo lugar é como viver no passado, um passeio para apreciar os detalhes de cada construção.

Andar pelo calçadão de Copacabana
O calçadão mais famoso do mundo é imenso, cheio de quiosques, hotéis e excelentes restaurantes. Sem dúvidas o passeio ideal para apreciar a bela praia de Copacabana, ver o vai e vem de pessoas e se imergir na cultura carioca. A av. principal da orla também fica fechada aos domingos, ótimo para andar de bicicleta, correr ou simplesmente relaxar.

Caminho Niemeyer
Pertinho do Rio de Janeiro, na cidade de Niterói está o Caminho Niemeyer,  uma homenagem ao icônico arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer. No lugar você encontra oito monumentos com traços futuristas, em um percurso de 11 km.

Ver as casinhas coloridas do Largo do Boticário
Charme puro e muitas cores marcam a vila residencial de pedras, Largo do Boticário. Construída entre 1920 e 1930, foi moradia de Joachim Luiz da Silva Souto, farmacêutico oficial dos tempos da monarquia. O cenário já até serviu para um dos filmes de James Bond, gravado no Rio de Janeiro em 1960.

Ir ao MAR –  Museu de Arte do Rio
Um dos novos museus da cidade, o MAR fica na região portuária e conta com exposições maravilhosas, além de um restaurante com uma bela vista panorâmica.

Desfrute da calmaria no Morro da Conceição
O Morro da Conceição é um lugar calmo fora da cidade do Rio, formado por construções portuguesas de fachadas coloridas. Suas ruas são cercadas por ateliês e lojinhas de artesanato.

Mercado das Flores
Apreciar as belas flores com aromas e diferentes espécie. Para ir ao Mercado das Flores é preciso madrugar, já que os caminhões dos produtores chegam no local por volta das duas horas da manhã.

Mercado Municipal do Rio
Quer fazer compras em um lugar diferente? Aproveite a grande variedade de frutas, cereais, bebidas, doces, temperos e especiarias encontrada no Mercado Municipal do Rio. Alguns comércios também oferecem um reforçado café da manhã servido no próprio mercado.

Escutar uma boa música no Rivalzinho
No meio da rua, em picapes, os DJ’s fazem todos dançarem e cantarem ao som de rock, indie, blues e jazz. O bar Rivalzinho vai alegrar suas noites, abertos de quinta-feira a sábado.

Leia também:

» O que fazer no Rio de Janeiro
» Melhores praias para curtir no estado do Rio de Janeiro
» 9 viagens baratas para fazer saindo do Rio de Janeiro

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.