Belas paisagens, tradição e boas degustações: descubra 20 vinícolas incríveis para conhecer ao redor do mundo

O enoturismo vem ganhando cada vez mais espaço ao unir belas paisagens, muita história e boas degustações. Viajar e conhecer vinícolas que proporcionam verdadeiras aulas sobre cada processo da produção dos vinhos, em diversos lugares do mundo, é também uma forma de aprender mais sobre a cultura e tradições locais.

Em algumas vinícolas e adegas pelo mundo, a arquitetura caminha junto com a natureza, revelando estruturas que conversam perfeitamente com os parreirais. Visitar uma vinícola é uma experiência única que mistura histórias, belas paisagens e, claro, muitas degustações que nos fazem descobrir novos aromas e sabores.

Faça um brinde e descubra as 20 vinícolas para conhecer ao redor do mundo.

Vinícola Antinori – Toscana (Itália)


Foto: Archea Associati

Não existe a melhor possibilidade de mostrar 20 vinícolas ao redor do mundo e não citar as que se encontram na bela região da Toscana, que reserva belas paisagens e excelentes rótulos. São 26 gerações de história na adega e vinícola Antinori, que em 2021 construiu um espaço moderno e sustentável para mostrar todas as fases da produção dos vinhos aos visitantes, além de falar sobre a cultura da região e de sua própria história familiar. O espaço fica bem próximo a Florença e produz, entre outras variedades, o maravilhoso e clássico Chianti.

COR Cellars – Washington (EUA)


Foto: Divulgação

O COR Cellar é um dos melhores vinhedos de Washington e oferece uma incrível vista para as montanhas da região. Projetado pelo jovem enólogo e proprietário Luke Bradford, a ideia é produzir vinhos para serem compartilhados em uma experiência que envolve harmonização com refeições. As condições climáticas do local são perfeitas para a produção dos vinhos e convidativas a uma degustação aconchegante em meio a sofás confortáveis e uma charmosa lareira.

Quinta Do Vallado (Portugal)


 

Foto: Divulgação

Localizada em uma das mais belas regiões do mundo, o Vale do Douro, a Quinta do Vallado possui mais de 300 anos de história na arte de produzir vinhos. Construída em 1716, a vinícola ainda pertence à mesma família. Além das visitas guiadas para aprender todos os detalhes da produção de Vinhos do Douro e Vinhos do Porto, o espaço também oferece dois sofisticados hotéis. Recentemente, os espaços foram reformados e modernizados, mas a tradição segue firme e forte.

Adega Martin’s Lane (Canadá)


Foto: Martin’s Lane Winery / Olson Kundig

Localizada na Colúmbia Britânica do Canadá, a vinícola é bastante moderna e apresenta dois espaços: um para a produção do vinho e outro para receber os visitantes e realizar as degustações. Com uma paisagem impressionante ao seu redor e uma vista para o belo Lago Okanagan, a vinícola dispõe de 34.800 metros quadrados. As paredes de aço perfuradas e uma escada de aço espiral são alguns detalhes que fazem de seu design algo único e especial.

Viña Vik (Chile)


Foto: Divulgação

Outra vinícola que você deve conhecer ao redor do mundo é a Viña Vik, localizada no Vale de Millahue, no Chile, que também oferece um hotel no mesmo espaço. Moderna, ela ocupa o alto de uma colina e mantém um design futurista, com um telhado prateado construído à base titânio. Com mais de 4300 hectares, o vinho produzido é o famoso e exclusivo VIK Wine, eleito o segundo melhor vinho chileno. Luxuosa, a vinícola criada em 2004 pelo norueguês Alexander Vik também funciona como uma espécie de galeria de arte, com diversos itens valiosos expostos.

Catena Zapata – Mendoza (Argentina)


Foto: Divulgação

A Catena Zapata é uma das vinícolas mais famosas de Mendoza e está entre as mais visitadas pelos brasileiros na Argentina. Tradicional, ela foi fundada em 1902 e ganhou reconhecimento na produção do Malbec. Seu espaço foi se modernizando ao longo dos anos e atualmente possui uma estrutura que lembra uma pirâmide, cujo design foi inspirado no Templo de Tikal, da Guatemala. Outro destaque fica por conta de sua localização, rodeada pelas belíssimas Cordilheira dos Andes, um verdadeiro convite às degustações.

Chateau Cheval Blanc – Bordeaux (França)


Foto: Divulgação

A Chateau Cheval Blanc é conhecida por produzir alguns dos mais conceituados e raros vinhos do mundo, incluindo o famoso cavalo branco, seu principal produto. A vinícola é bastante tradicional na região francesa do Bordeaux e seus vinhos já conquistaram diversos prêmios. Criada em 1832, são mais de 37 hectares que possuem as condições ideias, com argila e calcário, e que dão origem aos rótulos mais aclamados. A adega de 6.000 m² abriga uma instalação de vinificação de última geração onde, apesar da tecnologia, tudo é comandado artesanalmente.

Luiz Argenta – Rio Grande do Sul (Brasil)


Foto: Divulgação

A Luiz Argenta é uma das mais belas vinícolas brasileiras e que não poderia deixar de estar nesta lista. Localizada na cidade de Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, o espaço apresenta uma arquitetura diferenciada cercada por uma paisagem que impressiona. Além das visitas e degustações que podem ser realizadas no local, há também atividades que permitem acompanhar a colheita das uvas, as podas das vinhas e outros passeios mais elaborados, além da boa gastronomia oferecida no Restaurante Clô.

Concha y Toro (Chile)


Foto: Divulgação

Uma das maiores produtoras de vinhos do Chile e também uma das mais visitadas do país, a Concha y Toro está a apenas 40 km do centro de Santiago. Construída em 1883, oferece duas opções de tours, sendo uma simples e outra mais exclusiva, com acesso a lugares como um antigo casarão que remete a outros tempos. Cercada por muita natureza, algumas degustações são realizadas ao ar livre e em meio ao próprio vinhedo. A explicação apresenta a produção de cada rótulo, alguns bem conhecidos no Brasil, como o Casillero del Diablo.

Bodega Luigi Bosca – Mendoza (Argentina)


Foto: Divulgação

Uma das vinícolas mais antigas de Mendoza, a Bodega Luigi Bosca está localizada na região de Luján de Cuyo. O tour pelo espaço, fundado em 1901, inclui a degustação dos excelentes vinhos de alta qualidade ao mesmo tempo que apresenta sua história e tradição. Para quem aprecia arte, a vinícola vai agradar ainda mais, já que disponibiliza o circuito de arte “Via Crucis del Vino”, onde expõe o trabalho do escultor Hugo Mendoza Lytes, que remonta a chegada de imigrantes ao país.

Boschendal Wine Estate (África do Sul)


Foto: Divulgação

Os vinhos produzidos na África do Sul vêm ganhando cada vez mais destaque e espaço no mundo do enoturismo. A fazenda Boschendal, na da região de Stellenbosch, é um ótimo exemplo disso, produzindo diversos vinhos e rótulos que atualmente são referência de qualidade. Criado em 1685, o espaço oferece, além de uma visita para conhecer o processo da produção e boas degustações, diversas atividades como charmosos piqueniques ao ar livre, além de delícias servidas no restaurante da fazenda.

L’Angolo Estate – Oregon (EUA) 


Foto: Divulgação

A produção de vinho na L’Angolo Estate é conhecida por seus métodos clássicos, baseados nas tradições da Borgonha, na França, e oferecido em Orgeon, nos Estados Unidos. O portfólio que vai de Pinot Noir a Chardonnay é produzido em 9,3 hectares de vinhedos e as degustações ocorrem em um charmoso e moderno espaço, mas que ainda assim reflete as tradições da fazenda. É possível também provar produtos locais e harmonizá-los com as bebidas.

Adega Qumran – Peñafiel (Espanha)


Foto: Divulgação

A Adega Qumran fica em uma colina a poucos metros do rio Douro, na cidade de Padilla de Duero, próxima a Peñafinel. Unindo modernas instalações onde é produzido um vinho tradicional, o projeto do edifício tenta se inserir na natureza a sua volta. A produção dos vinhos é limitada a 65 mil garrafas para dar um tratamento mais artesanal a todos. Na vinícola também está localizado o sítio arqueológico Vacceo, uma cidade que data do século 4 aC, e onde vestígios relacionados ao consumo de vinho foram encontrados, uma verdadeira viagem ao passado e às origens da bebida.

Barone Ricasoli – Toscana (Itália)


Foto: Divulgação

Imagine degustar deliciosos vinhos enquanto aprecia a linda vista de um castelo? Na Barone Ricasoli, em meio a Florença e Siena, em plena Toscana, na Itália, está a vinícola mais antiga do país, que está com a mesma família desde 1141. O tour contempla uma visita guiada ao castelo, um passeio por seus belos jardins, a área de produção dos vinhos que são muito modernas e estruturadas e por fim, a degustação dos excelentes rótulos.

Bodega Portia (Espanha)


Foto: Divulgação

A Bodega Portia, na região de Ribera del Duero, na Espanha, traz um projeto arquitetônico moderno e totalmente inovador realizado pelo famoso arquiteto britânico Norman Foster. Aço, madeira, concreto e vidro dão forma ao design que se torna perfeito para boas e sofisticadas degustações, que combinam com o estilo marcante e forte dos vinhos produzidos. O espaço é divido em três alas que apresentam processos distintos da produção e que podem ser visitados.

Vinhedo Joseph Phelps – Califórnia (EUA)


A Joseph Phelps é uma das vinícolas que você não pode deixar conhecer ao redor do mundo. Fundada em 1973, ela fica localizada em Santa Helena, uma das cidades do Vale do Napa, nos EUA. Seu rótulo mais famoso é o vinho Insignia, muito premiado e conceituado. As belas paisagens contrastam com a arquitetura rústica, aconchegante e moderna do local. A degustação inclui um tour pela vinícola para entender melhor o processo de produção das bebidas.

Devil’s Corner – Tasmânina (Austrália)


Foto: Divulgação

A Devil’s Corner fica localizada a pouco mais de duas horas de Hobart e a uma hora e meia de Launceston, ambas na região da Tasmânia. Rodeada por uma paisagem cênica, a vinícola é o local perfeito para degustar bons vinho e curtir um clima fresco praiano, além de aproveitar a beleza da natureza. A localização marítima modera o clima e as montanhas do oeste atraem a chuva, fazendo com que as uvas cresçam em ótimas condições. A Devil’s Corner é realmente única, assim como seus vinhos, e merece estar na lista de vinícolas para conhecer ao redor do mundo.

Adega e Hotel Vinero (Turquia)


Foto: ArchDail/ CM Mimarlik

Muita gente não sabe, mas a Turquia é o quarto maior produtor mundial de uvas. A adega e hotel Vinero, localizada em Canakkale, proporciona uma experiência única que envolve uma visita aos ambientes de produção e armazenamento dos vinhos, tudo pensado para não interferir no processo orgânico de fabricação da bebida. O espaço também conta com 21 espaçosos quartos, área de restaurante e serviços de SPA.

Adega Castle – Villada (Espanha)


Foto: Archdaily

Localizada em Villada, na Espanha, a Adega Castle, ou El Castillo, é puro charme. A adega bicentenária passou por uma reforma em 2012 e fica inserida dentro do restaurante, com luzes baixas e muito aconchego. O charme pitoresco combina com o local, onde encontramos uma população predominantemente rural de pouco mais de 20 habitantes, perfeito para uma ótima e charmosa degustação.

Casa Valduga (Brasil)


Foto: Jeff Belmonte/ Flickr

Localizada em Bento Gonçalves, considerada a capital nacional do vinho, a Casa Valduga apresenta uma verdadeira imersão ao mundo da uva, abrindo suas portas para que o visitante conheça todo o processo de elaboração de vinhos e espumantes, bem como a tecnologia utilizada na produção das bebidas. O local vai além e proporciona aos visitantes uma aula completa sobre os costumes e a cultura dos primeiros imigrantes italianos que chegaram à região.

» Em São Roque, turistas podem colher e participar da festa da pisa da uva
» Regiões Vinícolas da França
» Rota dos vinhos em Bento Gonçalves
» Vinícolas para conhecer na Toscana

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Diferentes eventos agitam o verão em Nova York

Artigo anterior

Eventos pela Europa marcam os 500 anos da morte de Da Vinci

Artigo seguinte

Você pode gostar