Tem uma viagem programada para Roma? Saiba quais são os 11 passeios que você não pode deixar de fazer pela cidade eterna

Sempre que viajamos a novos lugares do mundo nos questionamos quais lugares são, de fato, imperdíveis para conhecer. No caso de Roma, que reúne tantas atrações, fica difícil selecionar apenas alguns destaques, já que a cidade eterna consegue encantar os visitantes até mesmo em uma simples caminhada despretensiosa.

No entanto, há aquelas que não podem ser deixadas lado e que devem ser visitadas ao menos uma vez na vida em uma viagem pela capital italiana. Alguns desses lugares imperdíveis são bastante conhecidos e visitados, já outros fogem da rota comum turística.

Lembrando que, em alguns tours mais concorridos, é sempre bom garantir os ingressos com antecedência para evitar filas. Algumas agências de turismo com sede em Roma, como a Elmocar, além de disponibilizar guias que falam português, também garantem ingressos com hora marcada, que evitam horas e mais horas de espera para visitar as atrações. Eles também contam com uma foto bem moderna e confortável de carros que levam os turistas brasileiros pelos locais mais interessantes de Roma e da Itália.

Conheça os 11 passeios imperdíveis para fazer em Roma e programe sua viagem:

Coliseu, Fórum Romano e Monte Palatino

Foto: Matt Kieffer / Flickr

Imagine traçar os mesmos passos dos grandes Imperadores Romanos e gladiadores? Visitar o Coliseu, o Fórum Romano e o Paladino é como realmente voltar a um passado muito distante, por isso é um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma. O melhor é que o ingresso que dá acesso ao Coliseu, também incluiu visitas ao Fórum Romano e ao Palatino, portanto não é necessário adquirir as atrações separadamente.

Para começar, é impossível pensar em visitar Roma sem incluir o Coliseu no roteiro, um dos passeios, certo? A enorme arena que era palco de batalha de gladiadores se tornou um dos principais pontos turísticos da cidade. Construído entre 70 e 90 A.C., o espaço abrigava multidões de até 80 mil espectadores e era utilizado até mesmo para batalhas navais, uma que era possível encher a arena de água.

Roma é conhecida por suas sete colinas e o Monte Palatino é a mais central de todas. Por isso, o local é considerado uma das partes mais antigas da capital italiana. De acordo com a mitologia romana, foi lá onde os gêmeos Rômulo e Remo foram amamentados pela loba e deram origem à cidade.

Já o Fórum Romano fica bem ao lado do Palatino e, por sua vez, era o centro do poder na cidade, local em que eram tratadas questões políticas, econômicas e religiosas da época. O Fórum é um grande conjunto de edificações onde atuavam os principais órgãos públicos, comércio e lazer, portanto, o maior símbolo da política romana. Caminhar por suas ruínas é, com certeza, um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma.

Vaticano e Capela Sistina

Foto: Dennis Jarvis / Flickr

Não existe a menor possibilidade de visitar Roma e não conhecer o Vaticano, o menor país independente do mundo e sede da Igreja Católica. Mais que o lar do Papa, o Vaticano guarda verdadeiras relíquias da humanidade, sendo uma delas a Capela Sistina, a obra-prima do gênio Michelangelo.

Visite os Museus do Vaticano, um conjunto de galerias que apresenta grande obras do renascimento e guarda relíquias de grandes mestres como Rafael, Da Vinci e Caravaggio. Destaque para a Sala de Raffaello Sanzio, onde é possível admirar belíssimos afrescos do artista e para a Galeria dos Mapas, um longo corredor que dispõe de mais de 40 mapas representando os Estados Papais

Por fim, ao final do percurso dos Museus do Vaticano está a Capela Sistina e seus belíssimos afrescos que cobrem totalmente as paredes e a abóboda, os quais Michelangelo levou mais de quatro anos para finalizar. Não há dúvida que esses são alguns passeios imperdíveis para fazer em Roma.

Basílica de São Pedro

Foto: Livioandronico2013 / Wikimedia Commons

Ainda no Vaticano, a Basílica de São Pedro é outro passeio imperdível em Roma por um notório motivo: é o templo religioso mais importante da Igreja Católica. As obras de arte, é claro, também estão presentes em seu interior, sendo a mais famosa a Pietá de Michelangelo. O que também chama a atenção é sua enorme cúpula, também projetada pelo mestre renascentista, envolta completamente em magníficos mosaicos.

Quem desejar pode subir até a cúpula da Basílica, poderá ter uma das vistas panorâmicas mais incríveis de Roma que, sem dúvida, renderá bons cliques. No entanto, é preciso disposição: são 320 degraus até atingir o topo, mas o esforço é claramente recompensado.

Galleria Borghese

Foto: Alessio Damato / Wikimedia Commons

Quem é entusiasta de arte e cultura precisa incluir uma visita a Galleria Borghese em sua passagem por Roma. Além de reunir importantes obras de arte e ser um dos museus mais importantes de Roma, o espaço, em si, já é riquíssimo em pinturas e detalhes para serem contemplados.

Instalada em uma antiga mansão construída entre 1613 e 1616 pela família Borghese, uma das mais nobres da Europa, a Galleria Borghese, apesar de pequena se comparada a outros museus italianos, apresenta esculturas de valor inestimável de artistas renascentistas como Caravaggio, Leonardo da Vinci, Rafaello, entre outros. O museu também guarda uma das esculturas mais famosas do mundo, o Rapto de Proserpina, de Bernini, baseada no mito romano do rapto de Proserpina por Plutão.

Tour Paixão de Cristo

Foto: Karelj / Wikimedia Commons

Nem é preciso dizer que o turismo religioso é muito forte em Roma, por isso há vários tours focados em peregrinos e cristãos que visitam a cidade. É possível seguir o trajeto das últimas horas de Jesus Cristo por meio de relíquias preservadas em algumas igrejas da cidade, tour conhecido como Paixão de Cristo.

Os destaques ficam por conta da Basílica Papal de Santa Maria Maior, a maior igreja dedicada à Virgem Maria em Roma. Já na Basílica de Santa Prassede, construída no século VIII, guarda um fragmento do pilar sobre o qual Cristo foi açoitado. A Basílica de São João de Latrão, a primeira das quatro basílicas papais a ser construída, também faz parte da rota.

A Basílica de Santa Cruz, que também está entre os templos visitados, foi construída no século 4 dC. para preservar as relíquias levadas a Roma por Santa Helena, mãe do Imperador Constantino, que no ano 326 viajou à Terra Santa com o desejo de redescobrir os lugares da Paixão de Cristo. Por fim, a Cappella delle Reliquie guarda alguns espinhos da coroa de Cristo e três pedaços da cruz onde morreu.

Roma ao entardecer

Foto: James Matters / Flickr

Se Roma já encanta a qualquer hora do dia, durante o entardecer ela ganha um charme e magia especial com os raios de sol já baixos iluminando seus monumentos. Por isso, sem dúvida, um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma é uma caminhada ao entardecer.

Existe a possibilidade de fazer um tour com ônibus turístico pela cidade eterna ao entardecer, conhecendo a Piazza Navona, uma das praças barrocas mais bonitas de Roma, onde está localizada a Fonte dos Quatro Rios, além da Piazza di Trevi, para admirar todo o encanto da bela Fontana di Trevi.

Outros tours de carro ou a pé também contemplam outros monumentos durante o pôr do sol. Existe ainda a possibilidade de fazer um tour noturno por Roma, como o oferecido em pela Elmocar com guias que falam português em carros muito confortáveis, além de economizar tempo e disposição.

Panteão

Foto: Deensel / Flickr

O Panteão é um dos monumentos de Roma mais bem preservados e, sem dúvidas, outro passeio imperdível para fazer na cidade. Sua importância história e cultural é tamanha que ele é a única edificação datada na época greco-romana que ainda está em um excelente estado de conservação.

O templo de mais de 2 mil anos, construído por volta de 27 a.C, era um local sagrado politeísta, dedicado a todos os deuses romanos, e mais tarde se tornou uma igreja católica. Atualmente, além da sua importância histórica e beleza arquitetônica, na estrutura estão sepultadas personalidades ilustres como os pintores Raffaello e Annibale Caracci, além do rei Vittorio Emanuele.

Juízo Final, um espetáculo Musical

Foto: Divulgação

Se você deseja se encantar com um espetáculo repleto de efeitos especiais e muita emoção, não deixe de incluir em seu roteiro “Juízo Final”, em cartaz no Auditorium della Conciliazione. O enredo baseia-se em O Juízo Final, obra-prima de Michelangelo e a maior joia da Capela Sistina.

Projeções imersivas em 270º levam o público para dentro das obras de arte da Capela Sistina ao som de uma trilha sonora composta por Sting e Gabriele Vacis, unindo o passado e o presente em uma experiência sensorial artística de aproximadamente 60 minutos. O espetáculo foi produzido pelo conceituado diretor Marco Balich e possui apresentações diárias. Para ver as datas disponíveis e horários das apresentações, clique aqui.

Cripta dos Capuchinhos

Foto: Manuelvbotelho / Wikimedia Commons

Assim como as Catacumbas de Roma, a visita até a Cripta dos Capuchinhos é um pouco macabra, mas ao mesmo tempo interessante, reflexiva e peculiar, o que a faz um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma. Em plena Via Veneto, uma das ruas mais famosas de Roma, está a igreja de Nostra Signora della Concezione dei Cappuccini, erguida em 1626 pelo Papa Urbano VIII, cujo irmão era um monge capuchinho.

O mais impressionante é sua cripta, que possui mais de quatro mil ossos de monges capuchinhos, provenientes do cemitério da Ordem dos Capuchinhos, entre 1528 e 1870, em suas paredes. Entre eles há também monges mumificados com suas vestimentas, espalhados pelos cinco espaços em que a cripta é dividida. Entre eles está o corpo de São Félix de Cantalice e o túmulo do beato Crispin de Viterbo.

Leonardo da Vinci Experience

Foto: Divulgação

Se você deseja saber mais sobre as criações do gênio renascentista Leonardo da Vinci, não pode deixar de conhecer o museu Leonardo da Vinci Experience, que fica próximo à Praça São Pedro, no Vaticano.

No local, são exibidas diversas obras do polímata, entre elas as que estão relacionadas a pintura, astronomia, escultura, desenhos, projetos científicos entre outros produzidos entre os anos de 1452 e 1519. Além de réplicas de 50 invenções do artista, há também um espaço que aprofunda a história por trás de obras como a Mona Lisa, A Última Ceia, entre outras. Não há como deixar de incluir este como um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma. O museu fica aberto todos os dias das 9h às 19h30.

Cruzeiro no rio Tibre

Foto: Rabax / Wikimedia Commons

Um dos passeios imperdíveis para fazer em Roma para quem deseja uma visão diferente da cidade é navegar em um charmoso cruzeiro pelo rio Tibre. Existem opções que fazem trajetos de uma hora, além de outras opções onde é possível subir e descer em diversas paradas ao longo do percurso de aproximadamente 6 quilômetros.

Alguns tours de barco contam com almoço, jantar e música ao vivo para deixar a experiência ainda mais encantadora. Ao longo do rio, é possível fazer paradas próximas a lugares como a Piazza del Popolo, o Castelo de Santo Ângelo e o Vaticano. O serviço de cruzeiro de barco no rio Tibre funciona diariamente e parte normalmente do Pier Sant’Angelo.

+ Info:

Elmocar
Guia em português na Itália
Tel: +39 06 52 27 92 15
WhatsApp: +39 346 754 55 18
Site: www.elmocar.com

» Onde comer bem em Roma
» O que visitar em Roma: roteiro de 2, 3 ou 4 dias
» Itália: vale a pena fazer city tour em Roma?
» Itália: serviço de guia e motorista brasileiro em Roma

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Roma: agência oferece passeios rápidos para quem tem conexão longa na cidade

Artigo anterior

Passeio privado para Via Ápia e Catacumbas de Roma

Artigo seguinte

Você pode gostar