Ama viajar, mas nunca foi para o Canadá? Listamos algumas cidades imperdíveis para conhecer na América do Norte

O turismo cresce cada vez mais no Canadá por conta de todos os seus encantos, como natureza exuberante, cidades dos mais variados tamanhos, povo hospitaleiro e atrações interessantes que valem a pena conhecer. Se você está pensando em conhecer o país, mas não sabe por onde começar, não se preocupe, pois listamos algumas das cidades mais lindas e com diferentes perfis para te ajudar a escolher o próximo destino que vai visitar.

A primeira que é preciso ter em mente ao fazer uma viagem ao Canadá é que as cidades são completamente diferentes durante os períodos mais frios ou quentes do ano. Isso se deve ao fato de que o país tem um inverno bastante rigoroso, então quando a temperatura muda, a rotina dos moradores e de todas as regiões também.

Toronto


Foto: Wladyslaw / Wikimedia Commons

Capital da província de Ontário, Toronto é considerada a cidade mais multicultural do Canadá por conta do crescente número de imigrante que a região recebe anualmente. Para os turistas, o local é um dos mais procurados pela variedade de atrações que oferece – para todos os gostos, idades e, o melhor, bolsos.

Um dos símbolos e cartões postais da cidade, a CN Tower precisa fazer parte do roteiro da viagem. Localizada no centro, a estrutura tem mais de 500 metros e três observatórios para que os viajantes possam experimentar como é ver a cidade de cima. O que muitos não sabem é que a torre muda de cor ao longo do ano para representar alguns eventos importantes que acontecem no país e no mundo, ou seja, a sua cor predileta pode estar no céu da cidade durante a sua viagem (para verificar, basta conferir o calendário de iluminação). Ainda falando sobre uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, os mais corajosos podem se aventurar e caminhar no exterior da torre – com a ajuda de equipamentos de segurança, claro – para sentir a brisa do vento canadense no rosto e testar seus limites.

Outra atração obrigatória para quem desembarca na cidade é a Casa Loma, local que já foi cenário de algumas superproduções cinematográficas, como a Escola para Superdotados da saga X-Men, por exemplo. Além de ser um espaço de locação de filmes, o castelo também é cenário de grandes festas, então, não deixe de reservar um tempo para conhecer a atração.

Você sabia que existe uma Times Square no Canadá? Chamada de Dunda’s Square, por lá é possível encontrar muitas lojas, telões gigantes por todos os lados, artistas de rua, etc. O visual, claro, é dos mais impressionantes e inesquecíveis. Depois fazer suas compras e fotos no Dunda’s Square, não deixe de conhecer o famoso Path, um shopping subterrâneo feito para que as pessoas possam aproveitar melhor os dias de inverno sem congelar pelas ruas da cidade.

Como Toronto é uma cidade grande, sempre tem algum evento acontecendo em um de seus museus. Aliás, esses prédios são um show de arquitetura à parte. Então, se você curte compreender a cultura local, não deixe de conhecer o ROM (Royal Ontario Museum), o maior museu do país que tem um acervo com mais de seis milhões de objetos e uma coleção de dinossauros que fascina adultos e crianças.

Quebec City


Foto: Wikimedia Commons

Capital da província de mesmo nome, a cidade de Quebec (ou “Quebec City”) é um pedacinho da França dentro do Canadá. Com ruas de paralelepípedo, castelos e casas antigas, a região conserva até os dias de hoje sua atmosfera europeia.

Para os turistas que não abrem mão de fazer lindas fotos de viagem, o Château Frontenac é o cenário perfeito, pois mescla sofisticação, beleza e grandiosidade. A parte interior do castelo – que atualmente é um hotel com mais de 600 quartos -, que tem mais de 70 metros de altura e vista deslumbrante, pode ser livremente visitada. Com todo o charme de uma construção medieval, é um dos principais pontos turísticos da cidade, tanto que foi registrado no livro dos recordes como o hotel mais fotografado de todo o mundo.

Um dos lugares mais lindos e imperdíveis de quem visita o país é a Basílica Notre Dame des Victoires, que é uma das igrejas mais antigas da América do Norte e, por isso, símbolo de cultura e história da cidade. E como o assunto é história, não podemos nos esquecer de um fato curioso sobre Quebec: suas muralhas. Construído para proteger o território, o muro está localizado na Velha Quebec (ou Vieux Quebec), tem mais de 4 km de extensão e é um ótimo passeio para quem quer conhecer a cidade por completo. 

Como Quebec é repleto de belezas naturais, o viajante precisa conhecer as Cataratas de Montmorency, um dos melhores passeios da região. Além de apreciar a vista – tão bela que é possível admirar por horas -, o viajante não pode perder a oportunidade de explorar todo o local, desde a base da cachoeira até seu topo. Quem faz esse passeio na primavera ou no verão ainda consegue fazer algumas trilhas pelo parque, já quem escolhe os meses mais frios tem uma visão completamente diferente da paisagem, uma vez que a água congelada se transforma em uma parede de gelo.

Kingston


Foto: Marcus Jeffrey / Flickr

Primeira capital do Canadá no século XIX, Kingston é uma das cidades mais surpreendentes de todo o país. Cheia de cultura, rica em história e com características únicas, é o destino ideal para quem está em busca de tranquilidade.

Fort Henry National Historic Site é o principal ponto turístico da cidade, desta forma, lugar que todo viajante deve conhecer. A atração está localizada no topo de uma montanha e tem representações diárias de momentos históricos canadenses e também de manejo de armas antigas. Outro ponto de parada, especialmente para os apaixonados por arquitetura, é o Kingston City Hall, um edifício de estilo neoclássico construído no século XIX.

Apesar da cidade ser pequena, há sempre atividades de entretenimento, como festivais de música, especialmente no Kingston Waterfront, um dos lugares prediletos dos moradores locais nos dias mais quentes do ano.

Ottawa


Foto: Lezumbalaberenjena / Wikimedia Commons

Cheia de museus, ótima localização e um dos melhores lugares do Canadá, Ottawa, capital do país, é uma cidade repleta de atrações turísticas e, apesar de não ser tão procurada quanto outros destinos canadenses, merece ser colocada no roteiro de viagem, pois quem visita uma vez garante: é impossível se arrepender.

Localizada no centro da cidade, The Parliament Hill (Colina do Parlamento) é um dos pontos turísticos da região. O prédio do parlamento chama a atenção de longe com seu enorme jardim e estilo gótico. Com entrada gratuita, é possível fazer um tour guiado pelo prédio e ter uma vista panorâmica de toda a cidade ao subir no alto da torre.

Nas proximidades do Parlamento está outra atração que não pode ficar de fora do roteiro e é um dos parques mais lindos de Ottawa, o Major’s Hill Park. O lugar perfeito para quem está busca de um dia relaxante. Seja para fazer um piquenique, curtir a vista local ou, simplesmente, descansar em meio a natureza, o local deve ser visitado ao menos uma vez durante a estadia no país.

Uma das grandes vantagens de quem coloca a cidade na lista de lugar para conhecer é que a cidade tem atrações em todas as épocas do ano. Nos dias mais frios, por exemplo, o Festival Winterlude atrai milhares de visitantes com as mais diversas atrações, entre elas patinação de gelo no canal Rideau, comidas típicas da estação e esculturas de gelo; quando os dias ficam mais quentes, por outro lado, a região recebe o Canadian Tulip Festival, para comemorar a chegada das flores, e o Canada Day, Dia da Independência do país, que é uma festa com apresentações, fogos de artifício e shows.

Vancouver


Foto: jusuf111 / Pixabay

Uma cidade urbana cercada pela natureza, Vancouver atrai visitantes que estão em busca de maior contato com o meio ambiente, mas não querem deixar de lado a vida urbana com toda sua modernidade e tecnologia. Mas, certamente, o que mais atrai as pessoas a conhecer a região é sua diversidade cultural, um resultado do constante e grande incentivo do país à imigração.

Quando o assunto é o inverno canadense, a primeira coisa que vem à mente é um inverno rigoroso, certo? Bem, para quem teme enfrentar o frio canadense, saiba que Vancouver é a cidade menos fria em relação ao restante do Canadá. Por isso, os amantes do frio escolhem a região para se aventurar pela primeira vez nos esportes na neve. A Grouse Mountain, uma das montanhas mais procuradas pelos turistas por conta de sua localização estratégica (a 20 minutos do centro) tem diversas pistas e uma vista deslumbrante; agora, para quem é iniciante no esporte o ideal optar pela Mount Seymour.

Mas nem só de neve vive a cidade! Para aqueles que preferem fazer outros tipos de passeios, não podem deixar de conhecer o Stanley Park. Por lá é possível visitar o Aquário de Vancouver, local muito famoso por resgatar animais em situação de risco, e a Second Beach, uma praia divertida com piscina pública e playground para crianças.

Para aqueles que fazem questão de ter contato com a natureza, dois lugares que não podem ficar de fora da lista são: o Parque Queen Elizabeth, um dos mais lindos da cidade e de onde é possível ter uma vista impressionante, e a ponte Capilano Suspension, um lugar em meio a natureza que fica a 70 metros do rio Capilano.

Montreal


Foto: Maxim Polishtchouk

Uma mistura do que há de melhor da tradição canadense com todo o charme francês: são essas duas características marcantes de Montreal que fazem com que a cidade esteja na lista das mais procuradas por turistas que desejam conhecer o Canadá. Como, praticamente, todos os moradores da região são bilíngues, o turista ouve “bonjour” e “hello” por todos os lados, uma mistura de cultura que torna o local ainda mais interessante.

A Velha Montreal (Vieux Montreal ou Old Montreal) é a região mais antiga da cidade e, por isso, dona de um visual ímpar: construções em estilo gótico, prédios antigos e casarões. A Catedral de Notre Dame, um dos locais mais visitados, é considerada o símbolo mais importante do centro histórico e por isso merece fazer parte do roteiro da viagem, pois é como voltar ao século XVIII em pleno século XXI.

Um dos melhores refúgios dos moradores e turistas é o Parque Mont Royal, criado pelo mesmo arquiteto responsável pelo Central Park, de nova York – só por esse detalhe já é possível ter uma ideia da beleza do local -; durante o verão, o parque recebe muitas pessoas em busca de um sol para relaxar e curtir a natureza, já no inverno, a população se diverte ao andar de ski ou correr pela vasta área verde.

E tão importante quanto passear e conhecer os principais cartões postais de Quebec é provar de sua culinária regional. Como a cidade é repleta de influências das culturas inglesa e francesa, isso se reflete também na gastronomia local. Um exemplo disso é o poutine, prato de origem quebecois, mas consumido e tradicional em todo o país; a iguaria é feita de batata frita com algum tipo de queijo, molho de carne e, caso o consumidor deseje, algum acompanhamento (como carne, legumes ou cogumelos, por exemplo). Definitivamente, um sabor que deve ser provado durante a viagem.

Saint John


Foto: Shhewitt / Wikimedia Commons

O Canadá é dono de algumas das paisagens mais lindas do mundo, mas é no litoral do país que os visitantes mais se surpreendem, pois tudo pode mudar dependendo da hora do dia. Em Saint Johns, na província de New Brunswick, o viajante tem a oportunidade única de conhecer a Baía de Fundy, que junta com o rio Saint John, formando um dos espetáculos mais lindos da natureza.

Para quem quer conhecer essa cidade, a primeira dica é: separe suas roupas mais confortáveis e, claro, não se esqueça da câmera fotográfica ou celular para registrar tudo. O local atrai os turistas por a maré mais alta do mundo, com cerca de 17 metros. Assistir o mar indo e voltando – fenômeno que acontece a cada seis horas, em médias – é algo possível em pouquíssimos lugares no planeta. Diante disso, nem é preciso explicar porque a Baía de Fundy é parada obrigatória, certo?

Mas há muito mais para se ver em Saint Johns! Uma visita ao Carleton Martello Tower, um forte construído durante o século XIX, é uma ótima maneira de saber mais sobre a história do país. Dentro da construção há um museu com réplicas de tudo que tinha dentro da torre na época em que ela era usada. Porém, o melhor, com certeza, é a vista panorâmica da cidade que é belíssima, mesmo nos dias em que tudo está coberto de névoa.  

» Lugares para conhecer em Toronto
» Lugares para conhecer em Vancouver
» Intercâmbio no Canadá: Toronto, Quebec ou Vancouver?
» O azul surpreendente do Lago Moraine no Canadá

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Veja as 10 cidades mais bonitas para visitar na Inglaterra

Artigo anterior

Veja as 10 cidades mais bonitas para visitar no Rio de Janeiro

Artigo seguinte

Você pode gostar