Destino é repleto de paisagens estonteantes e muita aventura. Descubra as principais atividades para fazer em Ushuaia e monte um roteiro de 6 dias

Capital da província da Terra do Fogo, Ushuaia é reconhecida como o município mais austral do mundo, também chamada como cidade do “Fim do Mundo”. Suas casinhas coloridas e seu pequeno centrinho comercial, são cercados por montanhas, que na maioria das vezes estão cobertas de neve, e pelas águas geladas do Canal de Beagle, uma paisagem bucólico e fascinante, que realmente passa a sensação de estarmos em um local distante de tudo.

A cidade do fim do mundo nasceu de uma necessidade de domínio territorial, e começou a crescer depois da instalação de um grande presídio, que acabou atraindo muitos funcionários e novos colonizadores. Hoje, é possível conferir a história da região em alguns museus e no divertido passeio do Trem do Fim do Mundo.

Apesar de ser relativamente pequena, Ushuaia possui diversos pontos turísticos que necessitam ser contemplados com calma, sem deixar que sensação de correria atrapalhe o seu passeio, por isso, nossa dica é tentar reservar no mínimo 4 dias na cidade.

#Dia 1 – Explorando o Centro de Ushuaia


Ushuaia tem seu próprio aeroporto, facilitando, e muito, sua chegada na cidade. Porém, por conta da obrigatoriedade de pelo menos uma parada no trajeto, a ida até lá pode ficar bem cansativa, sendo indicado reservar o primeiro dia para descansar e explorar um pouco do centrinho da cidade. Vale a pena conhecer a Avenida San Martín, principal via de acesso de Ushuaia e local onde estão reunidas as melhores lojas e restaurantes do destino.

Caso não tenha reservado seus passeios, essa é a hora: na avenida você encontrará agências que podem te auxiliar e até mesmo lojas de roupas e equipamentos para se aventurar nas montanhas e na neve. Feito isso, aproveite a proximidade com o Porto de Ushuaia para ir conhecê-lo e, claro, tirar uma foto na famosa Placa do Fim do Mundo.

Placa do Fim do Mundo. Foto: Ignacio Leonardi / iStockphoto

#Dia 2 – Cerro Martial

No dia seguinte, é hora de começar realmente a explorar as belezas locais e colocar o espírito aventureiro em ação. Inicie um passeio no Cerro Martial, uma das montanhas icônicas que completam a silhueta majestosa da cordilheira que protege a cidade.

O Cerro Martial fica a apenas 7 Km do centro da cidade, e o acesso pode ser feito de carro,  transporte público e até mesmo a pé, permitindo uma caminhada de contemplação, com vista recompensadora da cidade e o Canal de Beagle. A montanha oferece 4 trilhas com diferentes níveis de dificuldade, que podem ocupar 1 dia inteiro.

No final do dia percorra a orla da cidade e experimente um prato típico em alguma comedoria próxima a Av. San Martín. Indicamos a aconchegante La Cantina Fueguina de Freddy, um restaurante super charmoso e bastante popular entre turistas e moradores, por oferecer pratos como merlouza negra com molho à base de frutos do mar, e a genuína centolla patagônica, uma espécie de caranguejo gigante que vem acompanhado de de arroz, salada e molho.

Cerro Martial. Foto: Samuel Azambuja Kochhan / iStockphoto

#Dia 3 – Navegação no Canal de Beagle


O terceiro dia do roteiro em Ushuaia merece um passeio mais light para descansar do dia anterior: a navegação pelo Canal de Beagle. Esse é um dos tours mais populares da cidade, e convida os turistas a navegar as águas cristalinas do estreito que banha Ushuaia, em direção ao Farol Les Eclaireurs, também conhecido como o Farol do Fim do Mundo.

Farol Les Eclaireurs. Foto: Ignacio Leonardi / iStockphoto

O passeio oferece outras paradas para apreciar a fauna local, composta por leões-marinhos, pássaros e os pinguins da Ilha Martillo, mais conhecida como Pinguinera. Por conta da migração, a melhor época para visitar a ilha é durante o verão, quando está repleta de pinguins.

Pinguinera. Foto: Buenaventuramariano / iStockphoto

Reserve a tarde para fazer um passeio de 4×4 para conhecer dois dos principais lagos de Ushuaia, o Lago Fagnano e o Lago Escondido. Para os mais aventureiros, outra opção é fazer uma caminhada até o belíssimo Lago Esmeralda. Para chegar até a famosa lagoa com água esverdeada em meio aos Andes, é necessário um pouco de esforço em meio a lama e até 2 horas de caminhada por trecho.

#Dia 4 – Parque Nacional da Terra do Fogo


Encaixe um passeio no Trem do Fim do Mundo em seu roteiro, cujo trajeto é o mesmo feito pelos prisioneiros na época da extração de madeira. A visita praticamente obrigatória ao Parque Nacional da Terra do Fogo, de onde parte o trem, pode ser complementada com outras atrações da região, como lagos, trilhas e o Correio do Fim do Mundo. Ao todo, a visita ao parque pode durar até 9 horas.

Que tal reservar uma noite para curtir a vida noturna de Ushuaia? Se você gosta de música ao vivo vai amar as apresentações que rolam no Jagger e no Hard Rock Café Ushuaia, já quem adora tomar uma cerveja acompanhado de uma boa conversa, pode curtir as noitadas no Dublin, um típico pub irlandês, localizado em uma travessa da Av. San Martín.

Foto: Rodrigo Soldon / Flickr

#Dia 5 – Cerro Castor (no inverno) / Estancia Harberton (no verão)


Se você estiver viajando para Ushuaia no inverno, não deixe de visitar o Cerro Castor, um centro de esqui completo onde você poderá fazer caminhadas com raquete, aulas de atividades de inverno ou curtir as pistas de esqui, caso já tenha prática.

Caso sua viagem tenha sido marcada no verão, a opção é conhecer a Estância Harberton, uma fazenda fundada no final do século XIX, que foi declarada monumento histórico nacional em 1999, e possuí paisagens encantadores.

Na volta, faça uma parada na trilha que dá acesso a Cachoeira Velo de la Novia, uma atração pouco conhecida pelos turistas, mas que merece sua atenção. A atração está localizada a apenas 2,5 km do centro de Ushuaia, e tem acesso pela Ruta 3, ao lado do camping Kawi Yoppen.

Foto: Rodrigo Soldon / Flickr

#Dia 6 – Museus e compras


O dia seguinte, é o último do roteiro, e pede atividades mais calmas para descansar, e até mesmo se recuperar dos passeios realizados nos primeiros dias da viagem, então escolha ficar pelo centro. Visite o Museu Marítimo e o Museu do Presídio, para conhecer a história local.

Aproveite a oportunidade de estar em uma zona franca, e termine o dia fazendo compras na Duty Free Shop Atlántico Sur, uma loja que vende perfumes, chocolates, malas, maquiagens e outros produtos comuns de se ver em um free shopping.

» Ushuaia: o que fazer a noite
» Onde ficar em Ushuaia: dicas de hotéis e pousadas
» Embarque pelo Trem do Fim do Mundo em Ushuaia
» Descubra a melhor época para visitar a Patagônia Argentina

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Ilha do Campeche em Florianópolis: como chegar e o que fazer

Artigo anterior

Conheça a charmosa Alaçati na Turquia

Artigo seguinte

Você pode gostar