Roteiro em Ushuaia para até 7 dias

Com paisagens estonteantes e muita aventura, um roteiro em Ushuaia não deve ficar restrito a um único final de semana. Descubra as principais atividades dessa incrível cidade e como encaixá-las em sua estadia

A cidade que nasceu de uma necessidade de domínio territorial, tendo como seus primeiros habitantes os prisioneiros, ainda guarda fortemente essa identidade, não sendo à toa que alguns passeios e locais levam o turista à uma viagem no tempo para entender a origem desse destino. Ao planejar seu roteiro em Ushuaia, portanto, você não deve esquecer de levar esse detalhe em consideração, reservando pelo menos um dia somente para uma imersão na história local.

É importante também considerar que uma viagem para Ushuaia pode ter um início cansativo, considerando que será preciso ao menos uma parada no caminho, sendo em Buenos Aires, para os mais sortudos, ou mesmo em cidades brasileiras para os que moram em cidades sem voos diretos para a Argentina. Reservar um dia para descansar após a chegada, nesse contexto, é uma boa pedida.

Vamos combinar que sim, em um único final de semana dá para conhecer alguns pontos turísticos, mas poder fazer cada passeio com calma é infinitamente melhor e não deixa a sensação de correria atrapalhar, por isso nossa dica é de um roteiro em Ushuaia de pelo menos 4 dias.

Se você puder ficar 7 dias na cidade, melhor ainda, principalmente no inverno, podendo reservar um passeio para cada dia.

Roteiro em Ushuaia para até 7 dias

Ushuaia tem seu próprio aeroporto o que facilita, e muito, sua chegada na cidade. Porém, por conta da obrigatoriedade de pelo menos uma parada no trajeto, a ida até lá pode ficar bem cansativa, sendo indicado reservar o primeiro dia para descansar. Mas, como ninguém é de ferro, depois de um cochilo no hotel vale a pena ir conhecer a Avenida San Martín, suas lojas e restaurantes.

Caso não tenha reservado seus passeios, essa é a hora: na avenida você encontrará agências que podem te auxiliar e até mesmo lojas de roupas e equipamentos para se aventurar nas montanhas e na neve. Feito isso, aproveite a proximidade com o Porto de Ushuaia para ir conhece-lo e, claro, tirar uma foto na famosa Placa do Fim do Mundo.

No dia seguinte, é hora de começar realmente a conhecer as belezas locais e colocar o espírito aventureiro em ação conhecendo o Cerro Martial, que de fato pode ocupar todo o seu dia para ser conhecido por completo. A distância de 7 Km do centro da cidade até lá pode ser percorrida tanto de carro quanto de transporte público ou mesmo a pé e a subida, que exige calçado apropriado e uma ligeira dose de persistência, é recompensadora, com o Canal de Beagle servindo como parte do cenário. Ao todo 4 trilhas ocupam o Cerra Martial, por isso quem pretende conhecer todas pode precisar de um dia inteiro para isso.

O terceiro dia do roteiro em Ushuaia merece outro passeio incrível, para descansar do dia anterior: a navegação pelo Canal de Beagle, que tem como ponto alto a visita, sem desembarque, ao Farol Les Eclaireurs, também conhecido como o Farol do Fim do Mundo.

Algumas paradas são feitas também para apreciar a fauna local, composta por leões-marinhos, pássaros e os pinguins da Ilha Martillo, mais conhecida como Pinguinera. Por conta da migração, porém, a melhor época para visitar a ilha é durante o verão, quando está repleta de pinguins.

No mesmo dia, encaixe em seu roteiro um passeio no Trem do Fim do Mundo, cujo trajeto é o mesmo feito pelos prisioneiros na época da extração de madeira. A visita praticamente obrigatória ao Parque Nacional da Terra do Fogo, de onde parte o trem, pode ficar para o dia seguinte, considerando que o passeio possui lago, trilha e o Correio do Fim do Mundo, local impossível de não conhecer. Ao todo, a visita ao parque pode durar até 9 horas.

O passeio de 4×4 para dois dos principais lagos de Ushuaia, o Fagnano e o Escondido, pode ser feito utilizando apenas uma parte do seu quinto dia na cidade, mas se sua viagem for no verão, quando o sol se vai altas horas da noite, a segunda parte do seu roteiro em Ushuaia nesse dia pode ser utilizada para conhecer também o Lago Esmeralda. Para chegar até a famosa água esverdeada em meio aos Andes é preciso um pouco de esforço em meio a lama e até 2 horas de caminhada por trecho.

O sexto dia de quem faz uma viagem para Ushuaia no inverno deve conter apenas uma palavra: neve! Reserve o dia todo para ir ao Cerro Castor, um centro de esqui completo onde você poderá fazer caminhadas com raquete, aulas e até mesmo passar o dia esquiando, caso já tenha prática. O dia seguinte, e último do roteiro, pede atividades mais calmas para descansar e até mesmo se recuperar dos tombos do dia anterior, então escolha ficar pelo centro. Visite o Museu Marítimo e o Museu do Presídio, que funcionam juntos, para conhecer a história local, almoce em um bom restaurante e, à noite, visite o Cassino Club, interessante mesmo para quem não pretende jogar.

Para um roteiro em Ushuaia totalmente personalizado, que combine com a sua estadia na cidade, converse com o pessoal da Ushuaia Extremo Travels. O atendimento é feito em português e eles podem te indicar e te levar para os melhores pontos turísticos para que você volte para a casa com a sensação de uma viagem completa.

Ushuaia. Foto: saiko3p / iStockphoto

Placa do Fim do Mundo. Foto: Ignacio Leonardi / iStockphoto

Cerro Martial. Foto: Samuel Azambuja Kochhan / iStockphoto

Farol Les Eclaireurs. Foto: Ignacio Leonardi / iStockphoto

Pinguinera. Foto: Buenaventuramariano / iStockphoto

Lago Escondido. Foto: Reisegraf / iStockphoto

+Info
Ushuaia Extremo
Tel: +54 2901 433816
info@ushuaiaextremotravels.com
www.ushuaiaextremoevt.tur.ar


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.