Roteiro de viagem: viajando da Europa para Marrocos

Marrocos é o país mais visitado da África e recentemente virou mais uma parada extra no roteiro de quem viaja à Europa

Marraquexe, Deserto do Saara, Casablanca, Chefchaouen, cidades imperiais cinematográficas e toda a diversidade de um país que mescla destinos e culturas milenares em uma só viagem. Marrocos é muito mais do que um lugar exótico e se tornou uma ótima opção para quem quer fugir dos roteiros comuns da Europa e estender a viagem até o continente africano. Marrocos está bem próximo de países como Espanha, Portugal e França o que facilita para quem quer tirar uns dias a mais e conhecer esse país tão inesperado. Veja também 10 lugares para conhecer em Marraquexe.

Os marroquinos estão bem preparados para receber turistas, e graças à proximidade com a Europa, o idioma não é um problema nas cidades turísticas como Marraquexe, Casablanca e até mesmo em Merzouga – já no Deserto do Saara. Brasileiros e portugueses também podem permanecer em Marrocos com visto de turista por até 90 dias, uma outra facilidade que reduz a burocracia na hora de cruzar os continentes, seja de avião, carro próprio ou barco. Aqui mostramos que cruzar o Estreito de Gibraltar é mais fácil do que você imagina. Veja algumas opções para seguir o seu roteiro na Europa incluindo Marrocos na mesma viagem.

Leia também:

Mesquita Hassan II em Casablanca, o maior templo de Marrocos
Chefchaouen, a cidade azul em Marrocos
Viaje para Marraquexe e tenha um dia mágico no deserto
Os cenários cinematográficos de Ouarzazate, a Hollywood marroquina

É seguro viajar para Marrocos?

A religião muçulmana é predominante no país e por Marrocos ser tão próxima da Europa, a quantidade de estrangeiros que visitam o país favorecem a segurança e uma estrutura turística eficiente nas principais zonas turísticas. Nas cidades de Marraquexe e Casablanca, por exemplo, o clima nas ruas é de uma cidade árabe rica culturalmente, com influências muçulmanas muito fortes, mas também muito receptiva e aberta para os forasteiros.

Marrocos é um país árabe no melhor estilo “mente aberta”, o país não faz parte das regiões que tem conflitos religiosos, na verdade ela está bem longe dos países onde isso é mais comum. Marrocos também é historicamente um país internacionalizado, principalmente na cidade de Marraquexe, onde o tradicional e o cosmopolita se mistura. Muitas vezes nos chega uma ideia defasada do que acontece em países de outras religiões, e de fato o choque cultural é o grande primeiro impacto quando você visita um país completamente diferente do seu, seja pela religião, pelos costumes, comida, tradições, vestimentas (as burcas e djellabas estão por toda parte), mas no geral Marrocos é bem seguro e extremamente turística e acolhedora, o que facilita muito na hora de se locomover e viajar pelo país.

Como chegar em Marrocos saindo da Europa?

De carro ou barco:

Em algumas partes da Espanha, como no trecho entre as cidades de Tarifa e a cidade marroquina de Tânger, apenas 14 km de distância separam os dois continentes, uma das formas mais rápidas para quem viaja da Europa para Marrocos. Em embarcações de passageiros no estilo ferry boat, são apenas 35 minutos de viagem atravessando a parte mais curta do Estreito de Gibraltar, um canal marítimo natural entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico. Essa também é uma rota comum para turistas que estão viajando por terra pelo trecho Europa x África.

E se você deseja fazer uma roadtrip por Marrocos e quer cruzar os dois continentes de carro, você também pode despachar o seu veículo nesses barcos de linha chamados popularmente de “ferrys” e depois seguir viagem por terra. Marrocos é extremamente seguro e não é raro ver automóveis de várias partes do mundo se aventurando pelas estradas marroquinas, inclusive motor homes. A cobertura de internet móvel também é relativamente boa e pega em muitos pontos, mesmo nas estradas.

Seguindo o trecho EspanhaMarrocos, a alternativa mais próxima para quem viaja por barco ou de carro, é pegando as embarcações que fazem a linha Tarifa  Tânger ou Tânger – Tarifa. Operado pela empresa FRS, ela tem sede na Espanha e em Marrocos.

Todo o trajeto é feito em uma frota nova que opera essas travessias diariamente. As embarcações são todas equipadas e durante a travessia que separa a Europa e a África, os carimbos no passaporte são feitos a bordo, em cabines próprias disponibilizadas dentro das embarcações. Os barcos também são muito seguros e usados como transporte regular.

De avião em voos diretos:

Na cidade de Casablanca, o Aeroporto Internacional Mohammed V é o que mais recebe voos e o principal aeroporto do país. A maioria dos voos chegam ou partem da cidade. Além da maior malha aérea de Marrocos, Casablanca também ficou mundialmente conhecida quando serviu de locação para o clássico filme dos anos 50.

A companhia aérea marroquina Royal Air Maroc oferece voos no trecho Europa x Marrocos por preços bem acessíveis e saídas frequentes. Os voos partem das principais cidades da Europa, entretanto, para quem está em Portugal ou na Espanha, o trajeto fica ainda menor e oferece voos diretos sem conexão.

Lisboa (Portugal) para Casablanca (Marrocos) – Duração 1h20 minutos por €115* o trecho
Madrid (Espanha) para Casablanca (Marrocos) – Duração 1h45 minutos por €130* o trecho

*Valores simulados na companhia Royal Air Maroc, para voos na classe econômica no período de março e abril de 2018.

Entrando do Deserto do Saara pela cidade de Merzouga, Marrocos. Foto: Gustavo Albano

Marrocos é o país mais turístico da África e está bem próximo da Europa. Foto: Gustavo Albano

Tapetes, especiarias, louças, luminárias, narguiles, você encontra de tudo nas lojas de Marrocos. Foto: Gustavo Albano

Gostou dessas dicas? Leia mais na nossa categoria Marrocos. * Essa viagem foi feita à convite da Delegação Oficial de Turismo de Marrocos em colaboração com a companhia aérea Royal Air Maroc Brasil.


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.