Contemplar a natureza pode trazer uma vida com menos vaidade e proporcionar mais sensações de felicidade.

Em uma viagem realizada rumo aos Lençóis Maranhenses pude experimentar um dos momentos únicos em minha vida. Boa parte do trajeto ocorre por bugs ou 4×4 em direção a primeira colina de areia. Quando os carros param temos uma subida bastante íngreme, e é a primeira vez que colocamos nosso pé na areia. Ao terminar de subir a colina observamos a imensidão de dunas e pequenos lagos formados pela chuva. É unânime: todos aplaudem quando chegam no topo!

Essa experiência condiz com a pesquisa e estudos realizados em 2018 por Amie Gordon, pesquisadora da Universidade da Califórnia – São Francisco, no Laboratório de Emoção, Saúde e Psicofisiologia, e pela assistente do Departamento de Psicologia da Universidade de Toronto, Jennifer Stellar. De acordo com as pesquisadores pessoas que relataram sentir admiração com mais frequência são consideradas mais humildes por seus amigos.

Admiração, para as pesquisadoras, tem um significado diferente de emoção. Está associado a uma sensação de humildade, colocando-se em uma posição inferior ao objeto admirado – em sua maioria a natureza – e reduzindo, assim, as nossas práticas narcísicas e permitindo um envolvimento e conexão maior com os outros. “Gastamos muito do nosso tempo olhando para nosso próprio umbigo e para o que está nos afetando diretamente. A experiência do admirar muda isso, nos faz enxergar que somos apenas um pequeno pedaço de algo maior”.

Foto: asmuSe / Pixabay

Outros benefícios estão diretamente relacionados à admiração. Stellar e Gordon descobriram que pessoas que disseram admirar mais frequentemente a natureza teriam mais saúde. Entre 94 estudantes – grupo no qual foi relatado a pesquisa – aqueles que apresentaram tendências menores para inflamações e infecções relataram sentir emoções positivas com mais frequência.

Vale notar as recomendações realizadas pelas pesquisadoras Stellar e Gordon. De acordo com suas pesquisas as pessoas com mais contato com a natureza se admiram mais. Neste caso, recomenda-se fazer trilhas, escaladas e estar em contato maior com ambientes naturais que modifiquem, ou sejam diferentes do cotidiano.

A novidade também é algo importante. Portanto, viajar para lugares desconhecidos pode ser uma receita boa receita para uma saúde melhor. Alterar o itinerário cotidiano também pode ser uma saída. Assim como conhecer melhor pessoas que se admira – ou uma conversa trivial com um desconhecido – por meio de biografias.

Para essas práticas é essencial praticar a escuta. Ouvir mais permite uma relação de conhecimento melhor do que falar. Até porque ao falar, a maioria dos temas é sobre si mesmo. Escutar está associado, também, aquele primeiro indicativo da pesquisa: humildade. Reconhecer que não se conhece ou se sabe de tudo pode ser uma experiência inovadora.

A última recomendação é Ousar Mais. Muitas vezes deixamos de realizar algo diferente por um certo receio do desconhecido, mas, como dito anteriormente, a novidade pode resultar em uma sensação de admiração e o inesperado desejado sempre é uma novidade.

Assim como a chegada às Dunas dos Lençóis Maranhenses é uma beleza natural que gera uma admiração única, um céu estrelado, uma cidade com arquiteturas inusitadas e diferentes ou históricas proporcionam essa sensação que causa tão bem estar aos seres humanos, bem como um bom exercício para o nosso ego! Portanto se permita viajar mais…

» Quais os documentos necessários para viajar de avião com crianças?
» Guia de praias indicadas para crianças no Brasil
» Viagens para fazer no Brasil com crianças
» Paris com crianças: quais passeios fazer e onde ir?

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

Quarto de Maria Antonieta em Versalhes é reaberto ao público

Artigo anterior

Brasileiros preferem investir em viagens e em experiências pessoais

Artigo seguinte

Você pode gostar