As paisagens inóspitas da Patagônia argentina atraem brasileiros que buscam um destino de aventura fora do comum

Montanhas nevadas, glaciares, clima aconchegante, gastronomia farta, ski, snowboard e várias atividades na neve – não tem jeito, a Patagônia argentina tem tudo aquilo que o brasileiro busca em um destino de inverno. Além dos trekkings e das atrações para os aventureiros, a Patagônia também pode ser um destino para as famílias que querem um lazer diferente, contemplando algumas das paisagens mais belas e exóticas da América do Sul. E o melhor, essa maravilha nem está tão longe assim do Brasil.

A Patagônia, conhecida também como Tierra del Fuego é um arquipélago que abrange partes do Chile e Argentina, fica exatamente no fim do mundo – no extremo sul do continente. Seguindo o mapa, depois da Patagônia só as geleiras da região da Antártida a milhares de quilômetros de distância do outro lado do globo. A Patagônia também é regada de histórias e foi um dos destinos de Charles Darwin (1809-1882) criador da teoria da evolução, quando viajou durante 4 anos e 9 meses em uma embarcação que partiu da Inglaterra, mapeando a América do Sul.

Leia também:

Patagônia argentina: descubra Ushuaia em 16 fotos surpreendentes
Turismo na Argentina: Buenos Aires a cidade do tango
Dicas de turismo: roteiro de 5 dias em Buenos Aires
Dicas de passeios pelo Delto do Tigre na Argentina
Mendoza, Bariloche, Ushuaia e outros destinos para você conhecer na Argentina

A Patagônia é mágica, e sem dúvidas, um dos destinos mais encantadores da Argentina. Os principais passeios da Patagônia são feitos dentro dos parques nacionais. A região é refúgio de viajantes que querem desbravar essa parte do planeta. Os passeios partem de várias cidades, no lado argentino estão San Carlos de Bariloche, Neuquén, Rio Grande, El Calafate e Ushuaia, que são as cidades mais conhecidas e também porta de entrada para os principais passeios da Patagônia. O clima inóspito e a localização isolada criam uma paisagem única com várias possibilidades de tours. Ushuaia é a última cidade da América do Sul e é nessa parte que saem as excursões marítimas para a Antártida. A Patagônia é grande, e o mais recomendado para aproveitar a viagem da melhor forma é utilizar uma dessas cidades como ponto base.

A agência Ushuaia Extremo oferece  roteiros exclusivos para brasileiros com guia em português, e contam com estrutura completa para passeios de bike na neve, trilhas, tours para práticas de ski, snowboard, acampamentos, entre outras atividades. A localização privilegiada da agência, no coração da Tierra del Fuego, permite saídas regulares para quem quer visitar os principais atrativos da região.

O que fazer na Patagônia

São várias as atrações que permitem desfrutar dessa pérola Argentina. Durante o inverno os passeios de ski, snowboard e outras atividades na neve são o que predominam e costumam agradar a família toda. No verão passeios de bicicleta, trilhas e visita aos bosques e lagos argentinos preenchem os roteiros que buscam contemplar as paisagens locais. Mesmo sendo uma terra inóspita, não é difícil encontrar mais da fauna local. Devido ao clima frio e seco, é comum avistar animais que se adaptam mais facilmente nessas regiões como pinguins, focas, raposas, baleias e outras espécies. São vários os motivos que atraem os turistas para a Patagônia, veja alguns lugares imperdíveis para conhecer na sua viagem:

Fitz Roy

Fitz Roy, em El Chaitén. Foto: Therese Beck / Flickr

Trekking Laguna Esmeralda

Lagoa Esmeralda durante o inverno. Foto: Ushuaia Extremo

Glaciar Vinciguerra

Glaciar Vinciguerra, em Ushuaia. Foto: Miguel Rigoni / Flickr

Glaciar Martial

Glaciar Martial, cartão postal da Patagônia argentina. Foto: Flávio Paulino / Flickr

Navegando no Canal Beagle

Observação de pinguins no Canal de Beagle, em Ushuaia. Foto: Pablo Rodriguez Flickr

Tour de Bicicleta

Passeio de bicicleta na neve, um dos principais passeios em Ushuaia. Foto: Ushuaia Extremo

Trem do Fim do Mundo

O trem do fim do mundo é a última linha ferroviária do continente. Foto: Excursoes_/Flickr

Aulas de ski e snowboard

Aulas de ski e snowboard na Patagônia. Foto: Jordi Solé Joval / Flickr

Melhor época para visitar a Patagônia 

Assim como no Brasil e no restante do Hemisfério Sul, a Patagônia tem as estações do ano bem demarcadas e costumam variar mais durante o verão e extremo inverno. Os meses mais frios do ano são de junho a setembro, e os mais quentes, de dezembro a março, mas, mesmo no verão é possível ver neve na Patagônia, entretanto a frequência é bem maior durante o inverno. Nessa região do globo, nas cidades mais quentes a máxima é de 20 (graus celsius) durante o verão, podendo chegar em até -15 durante o frio extremo.

Durante todo o ano há passeios para conhecer os atrativos locais, vale considerar qual o perfil da sua viagem e escolher a época certa para aproveitar ao máximo.

+Info
Ushuaia Extremo
Tel: +54 2901 433816
info@ushuaiaextremotravels.com
www.ushuaiaextremoevt.tur.ar
Facebook | Instagram

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Como viajar o mundo de carona em veleiros e embarcações

Artigo anterior

Lugares para conhecer em Cusco

Artigo seguinte

Você pode gostar