Passeios no Atacama: Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama

O Deserto do Atacama é uma das regiões mais visitadas do Chile e conhecidas do mundo. Suas paisagens surreais misturadas com animais e plantas exóticos atraem visitantes de toda parte do globo que buscam explorar uma das áreas mais áridas e excêntricas das Américas. O Atacama, está localizada na região norte do Chile, que faz fronteira com a Bolívia e Perú.

É fácil entender o motivo dessa região ser tão famosa entre os turistas. O local é cheio de características peculiares que vão da altitude do local, variando desde os 2.300m de altitude na cidade de San Pedro do Atacama, até 4.300 nos Géiseres del Tatio ou os 6.000m ultrapassados nos picos dos muitos vulcões que existem por lá, à temperatura, que durante o dia é de 30°C e à noite pode despencar para até -2°C em casos extremos.

O pequeno vilarejo de San Pedro do Atacama é o ponto de partida ideal para quem deseja explorar todas as atrações. Com pouco mais de 5 mil habitantes, San Pedro não se entregou a modernidade dos tempos atuais, preservando suas ruas de terra e as casinhas bem rústicas erguidas com adobe, como nos velhos tempos em que os primeiros atacamenhos viviam na região, há 11 mil anos.

Foto: Osmar Valdebenito

Leia também:

Os destinos turísticos mais procurados no Chile
9 lugares sensacionais que você precisa conhecer no Chile
Roteiros para fazer um mochilão pela América do Sul
O que fazer em Pucón: passeios e lugares para conhecer

O tour Lagunas Altiplânicas e Salar do Atacama é um dos passeios mais populares do Deserto do Atacama, um tour imperdível oferecido por todas as agências de turismo da cidade. A primeira parada é a Laguna Chaxa, localizada a 62 km de San Pedro. A lagoa é um verdadeiro santuário natural da faúna atacamenha. Nela é possível ver diversos flamingos e outras aves andinas. A Chaxa está na parte oriental do Salar do Atacama, o terceiro maior do mundo (atrás apenas de Uyuni, na Bolívia e Salt Lake City, nos EUA).

Foto: Ulrich Peters / Flickr

A segunda parada é Socaire, um outro povoado atacameño que está a quase 3.000 metros de altitude. A cidade já foi muito importante no passado por causa das minas de oro espelhadas pelas redondezas. Hoje o povoado conta com 300 habitantes e uma igrejinha bem charmosa feita de barro e argila tombada pelo patrimônio nacional.

Foto: Rogerio Camboim / Flickr

Foto: Marcos Escalier / Flickr

A 18 km de Socaire, a aproximadamente 4.000 metros de altitude encontra-se o auge dos passeio, são as Lagunas Miscanti e Meñiques, aos pés de uma cadeia de vulcões cobertos com neve, cujas margens são preenchidas por uma vegetação rasteira e de cor dourada.

Formadas pelas águas provenientes do degelo dos vulcões de mesmo nome. As águas, que antes escorriam livremente até o Salar do Atacama, tiveram seu curso interrompido por uma forte erupção do Vulcão Meñiques ocorrida há mais de 1 milhão de anos. E assim nasceram essas duas lagoas.

Foto: James Harris / Flickr

Foto: pixculture / Flickr


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *