Com diversas opções de trilhas, o parque fica a uma hora da capital paulista e abriga o último grande remanescente de cerrado preservado na região metropolitana

Situado entre os municípios de Caieira e Franco da Rocha, na Grande São Paulo, o Parque Estadual do Juquery é uma reserva de 3 hectares que resguarda o último fragmento de cerrado da região Metropolitana de São Paulo.

São seis trilhas sinalizadas com diversos níveis de dificuldades que levam a mirantes e belos cenários intercalando os biomas de cerrado e Mata Atlântica pelo caminho. A mais famosa delas – e a mais longa – é a trilha do Ovo da Pata. Com mais de 13 quilômetros, o trajeto alcança um morro de 900 metros de altitude e permite ao apreciar a vista panorâmica das cidades vizinhas, do Vale do Rio Juquery, da Serra da Cantareira e do Parque Estadual do Jaraguá.

A Trilha dos Lagos, de três quilômetros, conta com cinco lagos para contemplação uma área que contrasta com o marrom típico do cerrado e forma um cenário encantador. A trilha yu-kery, com seus 750 metros, é o local onde é possível observar a plantinha que dá origem ao nome do parque. A yu-kery era encontrada pelos índios na região e servia como condimento para temperar os alimentos. Também conhecida como Dorme Maria, a planta fecha suas folhas ao ser tocada e logo depois as abre novamente.

Há, também, uma trilha com 14 quilômetros de extensão para quem gosta de pedalar. A trilha de mountain bike tem nível médio de dificuldade, mas exige algum esforço físico em certos trechos.

Foto: Fundação Florestal/ Divulgação

Durante o trajeto nas trilhas não é difícil avistar seriemas, aves que se tornaram símbolos do parque, além de corujas, cachorro do mato, sagui, teiú, entre outros animais. Também é possível encontrar espécies da flora como ipê amarelo, cedro, pequi e barbatimão.

Há, espalhadas em pontos estratégicos do parque, duas torres de observação. De cima dessas estruturas, que medem aproximadamente 30 metros de altura, é possível ter uma visão privilegiada da região.  Elas são também são usadas como mirantes para a prevenção de incêndios.

O Parque Estadual do Juquery foi criado em junho de 1993 em razão de sua importante função de preservar as áreas de Mananciais do Sistema Cantareira. Há muito tempo, o espaço abrigava o Hospital Psiquiátrico do Juquery, projetado por Ramos Azevedo e fundado por Franco da Rocha em 1895. O local ainda mantém a estrutura de seu antigo prédio, sendo possível avistá-la em muitos pontos das trilhas.

Foto: RonanW / Wikimedia Commons

Para quem pretende se aventurar pelo Parque Estadual do Juquery, uma dica é levar chapéu e água para beber, pois o parque é uma área aberta e com poucas árvores para sombra.

+ Info
Parque Estadual do Juquery
Rua Miguel Segundo Lerussi, s/n°
Parque Industrial – Franco da Rocha
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8h às 17h

Leia também:

» 4 barcos para alugar no litoral de São Paulo e chamar de seu
» 20 lugares no estado de São Paulo que vão impressionar você
» Olímpia tem praia com ondas em pleno interior de São Paulo
» Como ir para a Serra da Canastra partindo de São Paulo

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.
» Faça o seu visto e antecipe seu passaporte com a Visto Fácil.

11 países seguros para viajar sozinho pela primeira vez

Artigo anterior

Emoções em alto mar: Roberto Carlos se apresenta a bordo do MSC Fantasia em 2020

Artigo seguinte

Você pode gostar