O que visitar em Istambul na Turquia

Istambul é divididade em duas partes: de um lado o tradicionalismo e a história do oriente, do outro a modernidade ocidental. Isso porque o Estreito de Bósforo que liga o Mar de Mármara ao Mar Negro divide a cidade, entre Europa e Ásia. Enquanto a parte oriental continua mantendo seu conservadorismo histórico, a área europeia oferece semanas de moda, shows de jazz, peças de teatro e e surpreende os turistas com a vasta opção de restaurantes, cluber noturnos e galerias de arte.

A cidade que se reinventa ao longo dos séculos começou como Bizâncio, assentamento grego posicionado na união entre o Mar Negro e Mediterrâneo, possibilitando rotas comerciais entre a Ásia e a Europa. Anexada ao Império Romano no ano de 73 e transformada em sede oriental a cidade foi rebatizada como Nova Roma pelo imperador Constantino mas o nome não pegou.

Hoje Istambul mantém sua beleza e vive uma eferveção cultural, graças aos jovens que estudaram em outras cidades europeias e trouxeram para a cidade natal um modo descolado de viver. Apesar de 95% da população da Turquia morar no lado asiático do país, Istambul é considerada europeia.

Istambul atrai turistas atrás de passeios e paisagens exuberantes e exóticas, chamada também de antiga Constantinopla, a cidade reúne seus importantes pontos turísticos relativamente próximos uns dos outros. Prova disso, são a Basílica de Santa Sopia (Hagia Sophia), que passou de templo a museu, e a Mesquita Azul construída exatamente na sua frente. Já o Palácio TopKapi, parada obrigatória para conhecer detalhes dos antigos costumes locais, garante surpresas no famoso harém, ambiente com mais de 400 cômodos onde centenas de mulheres tinham a função de satisfazer os prazeres dos homens.

Além de momentos únicos de lazer e de vivência que o destino oferece, Istambul também encanta os visitantes com sua gastronomia. Cores, sabores e aromas são características marcantes da cidade. Não deixe de degustar o tradicional Kebab e o Lüfer, peixe típico do Bósforo com coloração azul. Em momentos mais casuais não deixe de provar os populares mezes, aperitivos servidos quente ou frios perfeitos para beliscar acompanhado do raki, a bebida mais típica do país.

Atrações:

Mesquita Azul

Famosos por seus azulejos pintados à mão, a Mesquita Azul foi construída entre 1606 e 1616, por ordem do Sultão Ahmet I e na época, a construção deu o que falar por seus seis minaretes (configuração só permitida à Mesquita de Maomé, em Meca).

Foto: Pixabay

Palácio de Topkapi

Construído pelo sultão do Império Otomano, Mehmet II, entre 1459 e 1465, esse imenso palácio serviu como residência de vários sultões durante muitos anos. Atualmente, virou um museu que guarda peças como o maior diamante do mundo.

Foto: Pixabay

Santa Sofia

Uma vez que uma igreja, em Istambul, em seguida, tornou-se uma mesquita e agora um Museu.Provavelmente um dos pontos mais interessantes de Istambul .Santa Sofia é a quarta maior Catedral do mundo, com sua cúpula de 56m de alta, depois de Saint Paul em Londres, São Pedro em Roma e Duomo em Milão. No entanto, o fato principal é, foi construído mais de 1000 anos atrás dos outros.O interior do museu de Santa Sofia é decorada com esplêndidos mosaicos bizantinos.

Foto: Pixabay

Grande Bazar

O Grande Bazar (Kapalicarsi em turco) é um dos maiores mercados cobertos do mundo, com suas 4400 lojas em 64 ruas e com 22 portas. É lá que você irá encontrar todos os temperos, artesanato e iguarias do país.

Foto: Pixabay

Cisternas de Yerebatan

Sustentada por 336 colunas, a maior cisterna de Istambul foi construída pelo Imperador Justiniano em 532 para atender à demanda do Palácio Topkapi. Atualmente desativada, fica aberta à visitação para turistas todos os dias da semana. Em algumas ocasiões a cisterna também é palco de exposições de arte e concertos.

Foto: Pixabay

Outras atrações turísticas para conhecer em Istambul:

  • Mesquita Süleymaniye
  • Mesquita de Eyüp Sultan
  • Mesquita de Rüstem Paşa
  • Galata Tower
  • Palácio de Dolmabahce
  • Museu Rahmi M. Koc
  • Museu de Arte Moderna de Istambul
  • Museu de Arqueologia de Istambul
  • Museu Kariye
  • Praça Sultanahmet
  • Parque Gulhane

Como chegar:

Todos os dias saem voos diretos ou com conexões que partem das principais capitais brasileiras com destino ao Aeroporto Internacional de Ataturk, o mais movimentado de Istambul.

Se estiver pela Europa e quiser chegar ao destino de trem é possível chegar através de Bucareste, na Romênia. O desembarque acontece na estação Sirkeci (gar, em turco), que fica bem no centro da cidade.

Qual a melhor época para visitar Istambul?

A cidade fica lotada entre os meses de abril a agosto, quando há muitas flores e o clima está quente. Nos meses mais frios, o número de visitantes diminui e alivia as filas formadas para entrar nos museus, mesquitas, e também diminui o fluxo de gente nos grandes mercados e restaurantes.


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.