Inspirada no Caminho de Santigado da Compostela, rota percorre 200 quilômetros em cinco municípios, unindo os santuários de Canela e Farroupilha

Quem aprecia caminhadas de longa distância e de peregrinação, passando por belas paisagens e igrejas quase centenárias, agora tem um grande novo roteiro para percorrer. Inspirada no famoso e místico Caminho de Santiago de Compostela, a recém-inaugurada rota turística, batizada de “Caminhos de Caravaggio”, percorre 200 quilômetros por diversas cidades serranas do Rio Grande do Sul.

Além de paisagens incríveis, passando por morros, rios, pontes, vales, planícies e estradinha de terra, os peregrinos farão o trajeto que une os santuários de Caravaggio de Canela e Farroupilha, passando por mais de 20 igrejas ao longo do caminho. A proposta, além do deslumbramento com as paisagens impressionantes, visa proporcionar a elevação espiritual e a superação de desafios.

Foto: Divulgação

Estrutura turística


Pelo caminho, os peregrinos poderão contar com pousadas para se hospedar ao longo dos dias, além de pontos de apoio com comida e água. Além disso, a rota já está marcada com placas e sinalização horizontal. Um guia também será lançado com todas as informações e suporte necessário para turistas.

O trajeto percorre zonas urbanas e rurais dos municípios de Farroupilha, Caxias do Sul, Nova Petrópolis, Gramado, Canela e leva, aproximadamente, 10 dias para ser finalizado, considerando a média de 18 a 25 quilômetros de caminhadas diárias. Quem preferir, também poderá realizar o caminho de bicicleta.

Foto: Divulgação

O ponto de partida pode ficar a critério do peregrino, que pode iniciar o percurso partindo de Farroupilha ou de Canela. A orientação é que os caminhantes levem um bastão de caminhada, mochila e que avisem parentes e familiares já que, em alguns pontos da rota, não há sinal de celular. O roteiro passa por regiões turísticas já conhecidas como a da Uva, do Vinho e das Hortênsias na região.

O projeto “Caminhos de Caravaggio” foi idealizado pelas prefeitura das cidades por onde a rota passa, além do apoio da Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela do Estado do Rio Grande do Sul.

Foto: Divulgação

Em um primeiro momento, quem quiser participar da rota poderá encontrar mais informações nas Secretarias de Turismo dos municípios participantes e, em breve, em um site e página do Facebook, além de instalações em pontos estratégicos das cidades.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Roma: 9 dicas importantes para não cair em roubadas

Artigo anterior

5 trilhas acessíveis para deficientes físicos em São Paulo

Artigo seguinte

Você pode gostar