A cidade de Cusco, no Peru, é um dos destinos mais visitados da América do Sul. O motivo é o fácil acesso até o sítio arqueológico de Machu Picchu e os vestígios que antiga capital dos incas carrega até hoje dessa incrível civilização.

Muitos turistas não sabem, mas a cidade está localizada em uma região cercada de sinais dos povos incas que viviam na região. Em apenas poucos quilômetros de Cusco já é possível conhecer ruínas imponentes que ajudam a compreender um pouco mais da história e os costumes Incas.

Tambomachay


Foto: via Flickr jelbo64

Conhecido como El Banho del Inca, o sítio contém banheiras e canais para escoamento das nascentes de água que brotam pela região.

Puka Pukara


Foto: Benjamin Dumas

Funcionava como um enorme forte que protegia Tambomachay. O nome significa forte vermelho em função a coloração das pedras que estão no local. Da ruína é possível está localizada em cima de um morro pequeno com uma bela vista da região.

Q´enqo


Foto: via Flickr dasar

Um pequeno labirinto de Pedras que servia de local para cerimônia para os Incas, dentro da ruína há uma gruta com um altar que servia supostamente para fazer sacrifício.

Saqsayhuamán


Foto: Rodrigo Alvarez

A ruína mais preservada e próxima de Cusco, possui paredões e portais formados pelo encaixe perfeito de rochas esculpidas milimetricamente corretas, sendo um impressionante exemplo da arquitetura feita pelos incas. Algumas dessas rochas chegam a pesar até 350 toneladas e foram trazidas para Sacsayhuamán por caminhos de dezenas de quilômetros.

Moray


Foto: Luis Wouters

As ruínas de Moray eram um dos lugares onde os incas tentavam fazer experiências agrícolas. A área de experimentos possuí uma imponente construção em formato circular de um modo que interagem com as montanhas da região.

Ollantaytambo


Foto: via Flickr Thibault Houspic

Localizado em meio ao Vale Sagrado dos Incas, na província de Urubamba, a 60 km em linha reta da cidade de Cusco, Ollantaytambo possuí um dos sítios arqueológicos mais importantes do Peru. As ruínas contam com complexos religiosos, urbano, astronômico e agrícola que servia como uma cidade alojamento com posição estratégica para dominar o território.

Pisac


Foto: Marcelo Jaramillo Cisneros

Outra ruína na região do Vale Sagrado dos Incas bem interessante para fazer uma visita é Pisac. As ruínas estão localizadas a 33km de distância de Cusco a 2972 metros de altitude! A cidade foi construída como um posto militar para combater invasores até se tornar um centro residencial e cerimonial. Uma das atrações imperdíveis para conhecer dentro do sítio arqueológico é o Templo do Sol, área que antes era utilizada como um observatório astronômico.

» A Terra dos Incas: descubra os principais atrativos turísticos peruanos
» Hotel no Peru oferece quartos transparentes pendurados em montanha
» Linhas de Nazca a atração mais misteriosa do Peru
» Huacachina, um oásis no meio do deserto no Peru
» Como chegar em Machu Picchu

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Como chegar em Machu Picchu

Artigo anterior

Peru tem 1º trem de luxo da América do Sul

Artigo seguinte

Você pode gostar