Deixe-se encantar pelo centro-oeste do Brasil e visite cachoeiras, cavernas e trilhas pelos caminhos da Chapada de mais fácil acesso no país

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães fica a 70 km de Cuiabá, a capital do Estado do Mato Grosso, e se estende por mais de 30.000 hectares. São mais de 150 km de paredões rochosos que dividem espaço com a vegetação nativa, cachoeiras, lagos e cavernas. Tudo isso a apenas 11 km da cidade de Chapada dos Guimarães.

De todas as Chapadas do Brasil, a dos Guimarães é a de mais fácil acesso pela proximidade com a capital do Estado e estradas asfaltadas. Criado em 1989, o parque passou por um período sem muitas regulamentações, o que fez com que muitos turistas desrespeitassem a natureza. Depois de ficar dois anos fechado, em 2010 o espaço foi reaberto com regras rígidas de proteção ambiental e desde então as visitas têm funcionado bem e em sintonia com a natureza.

A entrada no parque da Chapada dos Guimarães é gratuita, mas todos os passeios têm que ser feitos acompanhados por guias locais, dessa forma, além de assegurar a preservação desse paraíso no centro-oeste brasileiro, a passagem pelos pontos de interesse também fica garantida. Algumas das principais paradas são: a Cachoeira do Véu da Noiva, o Mirante Alto do Céu e o circuito de cachoeiras, que passa pelas piscinas naturais que permitem mergulho nas águas cristalinas.

A pequena cidade base para quem vai curtir a natureza da região não tem muitos atrativos, mas oferece opções para todos os bolsos de pousadas, hotéis, bares e restaurantes. O principal ponto de encontro é a praça da Igreja de Santana, onde acontece uma feira de artesanato durante o final de semana.

O que fazer na Chapada dos Guimarães


Foto: Flavio André / MTur

Cachoeira do Véu da Noiva

O mirante dessa cachoeira é o ponto mais procurado para fotos! São 86 metros de queda d’água que escorre por um paredão de granito até formar uma piscina cristalina.

Circuito das Cachoeiras

A caminhada dura um dia inteiro e passa por quatro principais cachoeiras que dão as boas vindas aos turistas para um mergulho refrescante em pleno sol do Mato Grosso. O fim da trilha dá na caverna chamada de Casa de Pedra.

Cavernas Aroe Jari

Esse é um passeio que fica um pouco fora da rota por não ser dentro do parque, por isso não recebe muitos visitantes. A Fazenda Água Fria oferece diversas trilhas para explorar as muitas cavernas da região e, de quebra, piscinas naturais para um bom mergulho.

Morro de São Jerônimo

A trilha até o topo dos 800 metros de altura tem 16km, cerca de sete horas ida e volta. O caminho é íngreme e cansativo, mas a vista do ponto mais alto do parque tem um visual de tirar o fôlego.

Mirante Alto do Céu

O acesso é muito fácil, já que são apenas 15 minutos de caminhada. Além dos paredões rochosos e da mata nativa, no fundo é possível enxergar a cidade de Cuiabá.

Outros lugares para conhecer na Chapada dos Guimarães:

  • Piscinas naturais de Geladeira e Marimbondo
  • Casa de Pedra
  • Cidade das Pedras
  • Vale do Rio Claro
  • Crista do Galo
  • Mirante do Centro Geodésico da América do Sul
  • Morro dos Ventos

Como chegar na Chapada dos Guimarães


Foto: Flavio André / MTur

De avião

A maneira mais rápida de chegar até lá é pegar um avião até Cuiabá, a capital do Mato Grosso, e depois carro ou ônibus até o município de Chapada dos Guimarães (70km). O Aeroporto Internacional de Cuiabá, fica a 80 km da chapada e recebe voos diariamente de diversas capitais do país. 

De carro

Essa é a melhor alternativa para chegar ao destino, pois além de percorrer o trajeto até a cidade, o carro é importante para conhecer as principais atrações do parque nacional sem necessidade de contratar pacotes turísticos na cidade.

De ônibus

A partir de Cuiabá é possível acessa a cidade de Chapada Guimarães em diversos horários por dia. A Expresso Rubi oferece o trecho de hora em hora para ambos sentidos.

Melhor época para visitar a Chapada dos Guimarães


Foto: Flavio André / MTur

Mesmo sendo calor o ano todo, os melhores meses para conhecer o local são aqueles com menos chuva e quando a temperatura está mais amena. Dezembro, janeiro, fevereiro e março são os meses que mais chovem pela região. Em épocas de chuva, oriente-se com a administração do parque sobre a possibilidade de ocorrência de trombas d’água, pois elas inviabilizam o acesso às cachoeiras.

A melhor época para curtir a região é no período de seca, entre os meses de abril e setembro.

Onde se hospedar na Chapada dos Guimarães


Foto: Ednei Fialho Lopes / Wikimedia Commons

Encontre hospedagens na Chapada dos Guimarães aqui.

» Chapada dos Guimarães recebe primeiro Santuário de Elefantes da América Latina
» Principais chapadas do Brasil reúnem diferentes espetáculos naturais
» Lugares para conhecer em Cuiabá
» Dolina da Água Milagrosa encanta turistas em Mato Grosso

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Lugares para conhecer no Jalapão

Artigo anterior

15 destinos nacionais baratos para viajar nas férias

Artigo seguinte

Você pode gostar