Descubra os lugares mais incríveis para visitar nesta charmosa cidade portuária da Itália

Uma cidade portuária cheia de encantos, história e arte. Assim é Gênova, capital da região da Ligúria e a sexta maior cidade italiana em número de habitantes. Próxima a Milão e Turim, é moderna e ao mesmo tempo possui muito de seu patrimônio preservado. Importante centro naval e conhecida como “Porta da Europa”, teve um papel fundamental no transporte e comércio de mercadorias do Oriente Médio.

Com um centro histórico repleto de lugares interessantes, como incríveis palácios, Gênova também foi a cidade natal do famosos explorador Cristóvão Colombo, que descobriu acidentalmente a América. Por suas charmosas ruelas há muita cultura, bares e restaurantes, proporcionando uma atmosfera charmosa e boêmia.

Situada entre o Mar Mediterrâneo e belas montanhas, a cidade é o destino de muitos cruzeiros, por isso é cada vez mais procurada por turistas que viajam para a Itália. E há lugares incríveis para visitar como museus, igrejas e até mesmo o segundo maior aquário de toda a Europa. Descubra lugares para conhecer em Gênova.

O que fazer em Gênova


Foto: Sergey Dzyuba / Shutterstock

Aquário de Gênova

Maior aquário da Itália e um dos mais famosos de toda a Europa, o Aquário de Gênova possui uma enorme área de 27 mil metros quadrados e abriga 71 tanques com diversas espécies de animais. Corais coloridos, anêmonas, peixes palhaço, águas vivas, pinguins, golfinhos e tubarões reproduzem o ambiente marinho e diferentes ecossistemas pelo mundo.

Porto Antigo de Gênova

Um dos principais símbolos da cidade, o Porto de Gênova carrega muito da história da cidade. A área antiga do lugar tem mais de mil anos e foi de extrema importância para as atividades comerciais dos primeiros navios mercantis da Europa. O espaço foi revitalizado em 1992 por Renzo Piano e atualmente é um centro importante de visitação, reunindo várias atrações ao seu redor.

Lanterna de Gênova

A Lanterna de Gênova é o farol e o maior símbolo da cidade. Construído para sinalizar a entrada dos navios que circulavam pelo porto da cidade, possui 77 metros de altura. Junto ao farol há o Museu da Lanterna, que oferece um acervo multimídia que aprofunda melhor os detalhes sobre sua construção.

Via Garibaldi (Palazzi dei Rolli)

Via Garibaldi, também conhecida como Via Aurea, é uma das ruas mais charmosas e bonitas para se visitar no mundo. Foi inaugurada em 1550 e reunia, por toda sua extensão, as casas das famílias mais ricas e importantes da cidade, apresentando imponentes e esplendorosos edifícios, inclusive antigos palácios, como os Palazzi dei Rolli.

Basílica di Santa Maria di Castello

Localizada no topo de uma colina, a Basílica Santa Maria di Castello é uma das igrejas mais importantes de Gênova. Além de abrigar um complexo religioso incluindo um convento e um museu, a basílica românica abriga importantes obras de artistas da cidade, como pinturas e esculturas.

Catedral de Gênova (São Lourenço)

Considerada a mais bela igreja da cidade, a Catedral de Gênova foi construída por volta de 1098 e passou por diversas reformas. Essas modificações ao longo dos anos lhe garantiram diferentes estilos em sua arquitetura, como românico, neoclássico, gótico, barroco, entre outros. Além de apresentar belos afrescos, altares e uma galeria de figuras bíblicas, a catedral guarda as cinzas do padroeiro da cidade, São João Batista.

Piazza de Ferrari

A Piazza de Ferrari é a principal praça de Gênova e reúne alguns dos principais eventos da cidade. É dedicada a Raffaele De Ferrari, Duque de Galliera, um nobre que ajudou na expansão do porto da cidade. A praça apresenta uma belíssima fonte de bronze, projetada pelo arquiteto Cesare Crosa di Vergagni, outro cartão postal de Gênova. Ao seu redor estão suntuosos prédios históricos bem conservados.

Palácio Real

Uma residência nobre e imponente, o Palazzo Balbi, hoje conhecido como Palazzo Reale (Palácio Real), foi construído no século XVII por uma nobre família e depois transformada em um lindo edifício de estilo barroco, semelhante a um palácio romano.  Agora, o prédio abriga o museu Galleria di Palazzo Reale, composto por uma série de quartos elegantes, decorados e mobiliados, além de obras raras em exposição. Não deixe de ir até o jardim do palácio, repleto de plantas exóticas.

Cada de Cristóvão Colombo

Gênova é a terra do famoso explorador Cristóvão Colombo e a casa onde viveu foi transformada em um museu. O edifício de dois andares, datado do século XV, apresenta representações da época em que era habitado, escadarias e um memorial que explica a história e a vida do ilustre cidadão genovês.

Outras atrações para conhecer em Génova

  • Museu Diocesano
  • Chiesa del Gesu
  • Chiesa di San Donato
  • Cemitério de Staglieno
  • Museu do Mar

Como chegar a Génova


Foto: trabantos / Shutterstock

De avião

Gênova possui um aeroporto, o Cristoforo Colombo, que fica bem próximo ao centro histórico da cidade. Diversas companhias aéreas operam das principais cidades europeias para o destino. Do Brasil, voos com escalas partem de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza para Gênova.

De trem

Gênova possui duas estações ferroviárias, Genova Brignole e Genova Principe. A cidade possui uma boa malha ferroviária, assim como boa parte das cidades italianas. Partindo de Milão, por exemplo, basta embarcar na estação Milano Centrale com destino a Genova Piazza Principe. Já de Turim, embarque na estação Porta Nova para o mesmo destino.

Via transfer

Algumas empresas, como a Elmocar, oferecem serviço de transfer entre as principais cidades e regiões italianas com guias que falam português. Além de confortável, essa opção também evita problemas para turistas que não conhecem muito bem o país.

Melhor época para conhecer Gênova


Foto: francesca79 / Pixabay

A Riviera Italiana é conhecida por apresentar temperaturas amenas em qualquer época do ano. Com clima temperado e influências do Mediterrâneo, o mês mais quente é em julho, com temperatura média de 24ºC. Já em janeiro, vá mais preparado para o frio, já que os termômetros atingem uma média de 8ºC, ainda assim nada rigoroso se comparado a outros destinos europeus. As estações mais chuvosas são o outono e o inverno.

Transfer e guia em Gênova


Foto: trabantos / Shutterstock

Para serviços de transfer e guia em Gênova, indicamos a Elmocar, que recebe brasileiros na Itália há mais de 20 anos e oferece os melhores tours pela região com guias que falam português. Para contratar esses serviços, basta entrar em contato e planejar um roteiro personalizado de acordo com as suas preferências.

+ Info:

Elmocar
Guia em português na Itália
Tel: +39 06 52 27 92 15
WhatsApp: +39 346 754 55 18
Site: www.elmocar.com

» Brasileiros não precisam de visto para entrar na Itália
» Burano a cidade mais colorida da Itália
» 11 cidades apaixonantes para visitar na Itália
» Como contratar um transfer de Milão para Veneza

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Hotéis no centro de Veneza

Artigo anterior

Conheça os principais museus de Madrid

Artigo seguinte

Você pode gostar