Um dinamarquês descobriu a fórmula de como viajar pelo mundo gastando pouco

Com apenas 28 anos, o jovem Henrik Jeppesen conseguiu viajar por todos os países do mundo reconhecidos pela ONU. No total, foram dez anos de muitas aventuras, sendo que ele já pegou voos de 200 companhias aéreas diferentes, passeou em 4 das melhores viagens de trem do mundo e ainda experimentou mais de 200 restaurantes espalhados pelo planeta.

Na sua vinda para o Brasil, o dinamarquês disse que ficou encantando com as belezas do Rio de Janeiro. Mas até hoje, seus países favoritos são Nova Zelândia, África do Sul, Itália e as Maldivas.

No entanto, o que realmente impressiona é que Henrik gastou apenas 20 dólares por dia para conseguir viver tudo isso. Ou seja, ele descobriu como viajar pelo mundo gastando pouco e compartilhou algumas de suas experiências com o público:

Como viajar pelo mundo gastando pouco?

Foto: Divulgação

A primeira dica do viajante que já conheceu todos os países do mundo é acompanhar as promoções das companhias aéreas. Você não precisa necessariamente viajar nas mais caras, pelo contrário, conforme as experiências de Henrik, ele já conseguiu viajar em voos lowcosts da Dinamarca para a África por apenas 6 euros, equivalente a menos de 30 reais.

Além disso, outra dica valiosa desse aventureiro é esquecer os meios de transporte caros, como táxis e ubers. Nada disso, não pense em alugar carros de forma alguma, o segredo de verdade é pedir carona. Para ser um bom turista, você precisa aprender como se virar de maneiras alternativas.

Outro ponto que vale a pena considerar é fazer trabalhos voluntários em troca de hospedagem em hostels. Assim, tem como viajar pelo mundo gastando pouco, porque você acaba dividindo hospedagem com outras pessoas. Claro que em muitas ocasiões o conforto pode estar incluso.

Viajar pelo mundo dá muitos problemas?

Foto: Divulgação

Depende, se você não souber se organizar alguns problemas podem surgir. Mas algumas dificuldades são comuns para todos, mesmo os que têm tudo pronto. Por exemplo, Henrick contou que nessa vontade de viajar gastando pouco passou por alguns momento inesperados, como ser assaltado em algumas capitais européias.

Ao contrário do que muitos pensam, nessa sua volta pelo mundo, o viajante conseguiu quebrar alguns estereótipos e mostrou que até mesmo em lugares considerados seguros como a Europa, imprevistos podem acontecer.

» Os melhores destinos para fazer um mochilão
» Roteiros para fazer um mochilão pela América do Sul
» As cidades mais baratas da América do Sul para mochilar em 2019
» 70 lugares para conhecer na América do Sul

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Parada do Orgulho LGBT de São Paulo espera receber mais de 3 milhões de pessoas

Artigo anterior

Quais países podemos trabalhar e estudar no exterior

Artigo seguinte

Você pode gostar