Bem pertinho da capital catarinense, a Ilha do Campeche é uma ótima opção para quem deseja curtir um cenário paradisíaco próximo de Florianópolis

Um paraíso de águas cristalinas e calmas. Quem chega a Praia da Enseada (a única praia da Ilha do Campeche), logo se surpreende com a beleza ornamentada do verde da mata que envolve a pequena ilhota isolada, que se destaca com o azul turquesa que banha calmamente as areias brancas da ilha.

Passeio para Ilha do Campeche

O mar calmo e geladinho – como todas as praias do sul do país, convida o turista a se refrescar do calor intenso que marca presença entre os meses de dezembro a abril no litoral catarinense. A presença constante de peixinhos coloridos próximos às pedras da praia fazem a diversão da criançada e dos adeptos de esporte aquático de mergulho e snorkel.

Uma curiosidade da Ilha do Campeche são os sítios arqueológicos que ela abriga. São diversos monumentos em rochas, ruínas de ocupação e mais de 100 gravuras rupestres talhadas nas pedras ao redor da pequena ilhota. Esse rico vestígio histórico de povos que viveram há milhares de anos nesse pedacinho do Brasil, transformou a ilha em um local protegido pelo IPHAN,o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Quem deseja conhecer as trilhas, costões e sítios arqueológicos, precisa contratar o serviço de guias credenciados pelo Iphan. Para realizar essas trilhas também é necessário pagar uma pequena taxa de manutenção e conservação da Ilha do Campeche.

Apesar de receber uma média grande de turistas, a Ilha do Campeche é um local intocado e não possui nenhuma estrutura. Existe apenas um restaurante pequeno na ilha, por isso é recomendado levar sua água, lanche e sacolinha plástica para armazenar todos os resíduos produzidos e trazê-los de volta com você no barco. Outro artigo que não pode faltar na mochila é o protetor solar e repelente caso você decida fazer uma caminhada pelas trilhas da ilha.

Há quatro maneiras de chegar a Ilha do Campeche, a primeira é saindo da praia de mesmo nome, localizada em frente a ilha. O trajeto é feito botes infláveis que fazem o percurso em 15 minutos. Para quem está hospedado próximo a Lagoa da Conceição, a maneira mais rápida é sair do porto da Barra da Lagoa, nos barcos de passeios que levam em média 1h20 de passeio. Durante o percurso os turistas passam em frente a outras atrações da ilha, como a Praia da Galheta e a Praia Mole, proporcionando uma vista privilegiada de alguns pontos da ilha.

O terceiro ponto de saída é a Praia da Armação, mais ao sul da ilha. O meio de transporte são os tradicionais barquinhos de pescadores que chegam em 40 minutos na Ilha do Campeche. A última opção é alugar uma lancha em alguma agência, além de curtir as águas transparentes da Ilha do Campeche é possível fazer um roteirinho personalizado com o marinheiro e aproveitar o resto do dia para conhecer outros pontos da ilha.

Foto: Rodrigo Soldon

Foto: Rodrigo Soldon

Foto: Rodrigo Soldon

Como chegar na Ilha do Campeche?

A ilha está localizada em frente a Florianópolis e é interligada em três pontos de partida saindo da capital catarinense. Vale lembrar que cada ponto oferece um tipo embarcação diferente do outro e os preços costumam sofrer variações conforme a estação do ano, principalmente no verão e nas férias escolares.

Partindo da Praia do Campeche

O acesso por essa via é feita em pequenos botes infláveis e a viagem dura em média de a 15 minutos, dependendo das condições climáticas.

Partindo da Praia da Armação

O ponto de acesso via Praia da Armação é ideal para quem sai do extremo sul de Florianópolis. O trajeto é feito por barcos de pescadores, próximo à Igreja Santana e dura 40 minutos.

Partindo da Barra da Lagoa

A opção mais distante e mais divertida é feita em escunas e demora cerca de 1h20min. O legal dessa opção é o trajeto feito pelas embarcações que partem dessa área da ilha, beirando o litoral e proporcionando uma vista maravilhosa das praias de Floripa.

Leia também:

» Lugares para conhecer em Florianópolis
» Diário de Bordo – 3 ou 5 dias em Florianópolis
» Ilha da Magia: opções de hospedagem em Florianópolis

» Melhores praias e atrações para visitar Bombinhas em Santa Catarina

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Principais atrações turísticas para você visitar na Patagônia argentina

Artigo anterior

Patagônia argentina: roteiro de até 6 dias em Ushuaia

Artigo seguinte

Você pode gostar