Veja quais são os documentos necessários para embarcar em um cruzeiro marítimo

Viajar de cruzeiros marítimos significa viver experiências tão incríveis quanto nas viagens por terra ou ar. Mas, você sabia que é preciso se atentar, e muito, à documentação e alguns detalhes antes da viagem? Alguns requisitos extras podem aparecer nesse tipo de viagem e é importante saber exatamente como isso funciona para se prevenir da melhor forma.

Sim: os documentos exigidos para quem irá viajar de cruzeiros na Europa, por exemplo, não são os mesmos para quem irá ficar pelo território brasileiro. Veja mais abaixo e separe tudo o que for importante para não ter imprevistos na hora de embarcar.

Quais documentos providenciar para viajar de cruzeiros marítimos


Documentos necessários para viajar de cruzeiro dentro do Brasil: 

Se a sua viagem de cruzeiro é dentro do território brasileiro, ótimas notícias: você precisa portar somente um documento original, escolhendo entre:

  •         Carteira de Identidade (RG);
  •         Carteira de Habilitação;
  •         Passaporte com validade de pelo menos 6 meses até a data do desembarque;
  •         Carteira de Identidade Militar, entre outros, desde que bem conservados.

Documentos necessários para viajar de cruzeiro pelo Mercosul

Já quem viaja de cruzeiro pelo Mercosul pode escolher somente entre o RG e o passaporte (com validade mínima de 6 meses), mas o ideal é portar os dois documentos na hora do embarque. Mas, caso tenha somente a Carteira de Identidade, sem problemas, pois todos os países integrantes desse bloco aceitam que brasileiros entrem somente com ela, e sem visto.

Esses países são: Argentina; Equador, Bolívia; Peru; Chile; Paraguai; Uruguai; Colômbia; Venezuela.

ATENÇÃO: ao viajar para a Argentina somente com seu RG é necessário preencher duas vias do formulário de entrada e saída do país, que pode ser acessado pelo site oficial do governo, na aba Migraciones – Argentina.

Saiba quais são os documentos necessários para viajar em cruzeiros. Foto: Silversea/Divulgação

Documentos necessários para viagens internacionais de cruzeiro

Para viagens internacionais de cruzeiro, o passaporte se torna de porte obrigatório, e em alguns casos também é preciso correr atrás do visto de turista. A União Europeia permite a permanência de brasileiros no território por até 90 dias, mas para outros países é fundamental checar a lista de documentos exigidos, que podem incluir ainda comprovantes de vacina.

E vale lembrar que é comum que o passaporte fique retido no momento de embarque, o que é feito para facilitar os trâmites legais, sendo devolvido a tempo do desembarque.

Silver Cloud, o navio da Silversea que navega pelas águas da Antártida. Foto: Silversea/Divulgação

Documentos que uma pessoa menor de idade precisa ter para viajar de cruzeiro marítimo


Os documentos acima mencionados são direcionados a adultos, sendo que as listas sofrem pequenas alterações quando estamos falando de menores de idade fazendo uma viagem de cruzeiro.

Menores de 18 anos que estejam viajando com os pais dentro do Brasil devem ter o RG, a Certidão de Nascimento ou o passaporte com validade de 6 meses. Já para viagens internacionais, fora do Mercosul, o passaporte é obrigatório (bem como o visto, a depender do país), valendo a pena também ter a certidão por perto.

Os pais que deixarem seus filhos com menos de 18 anos viajarem sozinhos precisam fazer uma autorização por escrito, com firma reconhecida, para ser apresentada pelo passageiro na hora do embarque.

Outro público que também precisa se atentar à documentação exigida em cruzeiros são os estrangeiros:

Estrangeiros que moram no Brasil

Para viajar de cruzeiro pelo território nacional, precisam portar o Registro Nacional de Estrangeiros e um passaporte, ambos dentro da validade, sendo que esse último deve ser válido por pelo menos 6 meses.

Para viagens pelo Mercosul, é importante portar os mesmos documentos, além de verificar a obrigatoriedade de visto.

Estrangeiros que não residem no Brasil

Estrangeiros que não moram no Brasil, mas desejam fazer um cruzeiro por aqui, precisam portar passaporte que dure pelo menos mais 6 meses após a viagem e o cartão de entrada no país devidamente carimbado. No que diz respeito ao visto, é importante se informar com antecedência sobre a obrigatoriedade, antes de sair do seu país de origem.

O mesmo é exigido de quem vem para o Brasil tendo algum país do Mercosul como destino na viagem de cruzeiro.

Todos esses documentos são relativamente fáceis de serem obtidos (afinal, alguns são obrigatórios, a depender do contexto), então não há desculpas para ficar adiando a sua tão sonhada viagem de cruzeiro.

» MSC lança novo itinerário para o seu cruzeiro de volta ao mundo
» Cruzeiro no Egito: Mayfair Cruises oferece viagens pelo Rio Nilo

» Santiago é o destino mais desejado por brasileiros em 2019
» Navimag: navegando pelos fiordes da Patagônia  

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Adrenalina em alto mar: conheça o primeiro navio do mundo com montanha-russa a bordo

Artigo anterior

Governo libera a concessão de 12 aeroportos no Brasil

Artigo seguinte

Você pode gostar