Lugares para conhecer em Huacachina

Oásis natural em meio as dunas do Deserto de Ica, na costa peruana, é um dos destinos mais concorridos e impressionantes do país

Foto: Clotina / Pixabay

Huacachina é uma pequena aldeia localizada em meio as dunas do deserto de Ica próximo a costa litorânea do Peru. Habitado por aproximadamente cem pessoas, a pequena aldeia encontra-se a apenas 8 km da cidade de Ica, capital da região.

Construída em torno de uma maravilhosa lagoa, o pequeno vilarejo de Huacachina é um destino bem popular e possui atividades turísticas como sandboard e passeios de buggy pelas dunas douradas do incrível deserto. O destino floresceu no anos 40 como refúgio para a elite peruana e só começou a ser divulgado em campanhas de turismo do país, na década de 90.

Uma lenda local diz que a lagoa foi criada quando um jovem caçador curioso perturbou uma linda princesa enquanto ela estava tomando banho. Ela fugiu, deixando para trás a piscina de água natural, a qual se tornou a lagoa de Huacachina.

O pequeno povoado possui um pouco mais de 10 ruas a poucos metros das gigantescas dunas e pode ser conhecido inteiramente a pé. Rodeada por palmeiras, eucaliptos e huarangos, a lagoa é o grande chamariz de Huacachina, mas o destino oferece outras atrações tão impressionantes quanto.

Além de conhecer as belezas únicas do imenso deserto peruano, quem se hospeda em Huacachina tem a possibilidade de conhecer outras maravilhas do país. A localização próxima com Paracas fornece opções de tours para a Reserva Nacional de Paracás e as Ilhas Ballestas, dois importantes habitats naturais dos animais que vivem no litoral peruano.

Leia também:
A Terra dos Incas: descubra os principais atrativos turísticos peruanos
Hotel no Peru oferece quartos transparentes pendurados em montanha
Linhas de Nazca a atração mais misteriosa do Peru
Lago Titicaca e suas ilhas – Peru e Bolívia
Atrações imperdíveis pra conhecer na Bolívia

O que fazer em Huacachina:

Foto: Cyril Bèle / Flickr

– Entardecer nas dunas

Um programa típico e imperdível no destino é contemplar o pôr do sol em cima de alguma duna que rodeia o vilarejo. Todos os finais de tarde os turistas que estão hospedados ou apenas de passagem por Huacachina, buscam o melhor local entre as altas montanhas de areia para apreciar o fenômeno.

– Buggy e sandboard

Essa é a atividade mais buscada entre os visitantes de Huacachina. Todas as agências e hostels oferecem essa atividade turística, que consiste em explorar as dunas mais altas da região. Durante o passeio com emoção os motoristas do Buggy fazem paradas em mirantes incríveis com vista para uma boa parte do deserto, onde também é realizado o sandboard (uma espécie de snowboard na areia).

– Passeio ao redor da lagoa

Caminhe com calma ao redor da charmosa lagoa e encontre os melhores ângulos para a foto perfeita. Você pode aproveitar e descansar um pouco em alguma área aberta que remetem a pequenas praias

– Reserva Nacional de Paracás

A proximidade com a reserva natural merece um bate-volta. A atração está localizada em Pisco e é uma das reservas mais protegidas da costa peruana. Durante o passeio, os turistas observarão algumas espécies de animais que vivem na região, como pelícanos, gaivotas, condores e até mesmo pinguins! Outro destaque são as incríveis formações rochosas esculpidas pelos ventos fortes da região.

– Ilhas Ballestas

Para fazer o tour até as Ilhas Ballestas é necessário reservar um dia inteiro para a atividade. As ilhas servem de refúgio para diversos animais marinhos (pinguins de Humboldt, leões marinhos e golfinhos), além de ser rota de migração de diversas espécies de aves, que pousam em suas pedras e encontram o local ideal para acasalamento. A ilha abriga tanto animais que foi apelidada como poor man’s Galapagos / Galápagos econômica. Os passeios de barcos saem diversas vezes por dia do píer de Paracas e tem duração média de 1h30m.

Como chegar em Huacachina:

Foto: Alex Proimos / Wikimedia Commons

Huacachina é tão pequena que não oferece terminal de ônibus. O transado para o incrível vilarejo é feito na capital da região. Algumas agências oferecem opções de tour full day, mas você pode optar em chegar de táxi e passar uma noite no destino. Outra opção para quem sai de Lima é viajar até a cidade de Ica em ônibus de viagem e depois seguir ao oásis. O trajeto dura em média 4 horas de viagem.

Melhor época para visitar Huacachina:

Foto: Diego Delso / Wikimedia Commons

O destino é uma ótima opção de visita durante todo o ano. Huacachina tem clima altamente seco e dificilmente recebe chuva. Os meses mais quentes estão entre abril e outubro.

Onde se hospedar em Huacachina:

Ao redor da lagos existe uma modesta variedade de alojamentos onde é possível se hospedar no destino. O Hostel Desert Nights fica em frente a lagoa e oferece quartos com banheiros compartilhados, zonas comuns, wifi gratuito, restaurante e sua própria agência de viagens que ajudam a conduzir os turistas até as principais atrações de Huacachina.

Já o Banana’s Adventure, oferece piscina para se refrescar das temperaturas altas do deserto e quartos equipados com banheiros privativos. Outras opções são o Hotel El Huacachinero e o Desert Nights Ecocamp.

Encontre outras opções de hospedagens em Huacachina aqui.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com a Latam, MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.