Base dos turistas que desejam visitar as ruínas incas de Machu Picchu, a cidade de Cusco é rodeada de atrações imperdíveis e concentra um majestoso acervo arquitetônico que está entre os mais belos da América do Sul

Um dos países mais curiosos e misteriosos do mundo está na America do Sul e fica bem pertinho do Brasil. Apelidado como “A Terra dos Incas” a cidade de Cusco foi conquistada e colonizada pela Espanha no século 16. Hoje, o país é um dos destino mais procurados por aventureiros e curiosos, que desejam conhecer os vestígios deixados por uma das civilizações mais impressionantes da história.

A enigmática cidade de Cusco, está entre os destinos mais visitados da América do Sul e é a grande base dos aventureiros que visitam o país, buscando experiência únicas nas montanhas sagradas do Peru. Cusco significa “Umbigo do Mundo” em Quechua, e já foi a capital do império inca, hoje, é o mais importante centro administrativo do Peru.

Cusco é o ponto base dos turistas que desejam visitar o sítio arqueológico de Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo. Declarada como Patrimônio da Humanidade em 1983 pela UNESCO, a cidade encanta os turistas com seu imponente conjunto de casarões históricos, igrejas, palácios e praças, que formam o centro antigo da cidade.

Para conhecer bem a capital inca, é necessário tirar ao menos dois dia para caminhar pelas ruelas e becos de pedras do centro e outros pontos da cidade, como o charmoso bairro San Blás. O antigo bairro concentra a grande maioria dos artesões, artistas plásticos e boêmios que vivem na cidade. Além das lojas de souvenirs e ateliês, Cusco oferece numerosas opções de restaurantes, que servem pratos da gastronomia local e de diferentes nacionalidades. Pubs, bares super interessantes e um leque variado de baladas, são os pontos favoritos dos turistas que buscam curtir a vida noturna da cidade.

Além de Machu Picchu é possível conhecer outras regiões turísticas à partir de Cusco, como o Vale Sagrado dos Incas, onde você pode compreender melhor a dimensão da cultura pré colombiana, visitando outros importantes sítios arqueológicos do país como Chinchero, Ollantaytambo e Pisac.

O que fazer em Cusco


Foto: Christian Vinces / Shutterstock

Bairro San Blas

O bairro de San Blas é marcado pelas ruas estreitas de paralelepípedos, pela quantidade de bons restaurantes e por suas lojinhas de artesanato. Não deixe de conhecer a Igreja de San Blas e o mirante do bairro, que possuí uma das melhores vistas da cidade.

Pedra de 12 ângulos

Os incas trabalhavam com as pedras de maneira impressionante, sendo cortadas com diferentes formas que eram empilhadas de forma perfeita, sem necessitar de nenhum tipo de argamassa para selar as construções, esses edifícios são tão bem construídos que permaneceram firmes até hoje.

Qoricancha

O lugar foi o tempo mais importante do império inca e significa “Lugar de Ouro ou gabinete de Ouro”. O local foi construído para o criador do sol e se tornou um local onde a classe mais alta do império inca ia para adorar o sol e observar as estrelas. Depois da conquista espanhola, foi construída uma igreja no mesmo lugar. Hoje o espaço conta com um museu que abriga diversos elementos pré históricos.

Museu Inca

Localizado ao lado da Praça das Armas, o museu reúne uma gigantesca coleção de artefatos do período Inca, como tecidos, peças de ouro, armas, ferramentas e até mesmo múmias!

Mercado Central de San Pedro

Mercado tradicional da cidade, possuí todos os aromas e sabores do país. Uma caminhada de poucos minutos no mercado e você conhecerá iguarias, comidas e bebidas tipicas do Peru.

Praça das Armas

Ponto inicial para começar um city tour, a praça está rodeada de ótimos restaurantes, bares, agências de turismo e outras atrações indispensáveis da cidade como a Catedral de Cusco e o Museu Inca.

Parque Arqueológico de Saqsaywaman

Conhecida também como fortaleza de Saqsaywaman, o valioso sítio arqueológico construído com pedras gigantescas está localizado no topo da cidade de Cusco e durante muitos anos funcionou como centro cerimonial.

Salinas de Maras

As Salinas de Mara é compostas por mais de três mil salinas e têm mais de dois milênios de existência. Mesmo depois de tantos anos, o local continua sendo fonte de renda de muitas famílias que vivem na região e retiram o sal para venda.

Vale Sagrado dos Incas

O Vale Sagrado como um todo abrange várias cidades e sítios arqueológicos às margens do Rio Urubamba, passando pelas cidades de Pisac, Urubamba e Ollataytambo, cada uma com ruínas incas impressionantes.

Outros lugares para conhecer em Cusco:

  • Museu Quechua
  • Museu do Chocolate
  • Catedral de Cusco
  • Igreja de San Blás
  • Igreja San Sebastian
  • Convent Santo Domingo
  • Convento de Santa Catalina
  • Planetário de Cusco

Como chegar em Cusco


Foto: Pocholo Calepre / Shutterstock

Avião

O aeroporto Internacional Alejandro Velazco Astete em Cusco recebe diversos voos diários de diferentes países e cidades peruanas.

Via terrestre

Cusco está conectada com inúmeras rodovias importantes do país, sendo possível chegar a partir de Lima, Nazca, Arequipa, Puno no Lago Titicaca e Porto Maldonado na região da amazônia peruana.
Distância das principais cidades:
Cusco a Lima (Capital): 1,153 km
Cusco a Ayacucho: 597 km
Cusco a Abancay: 198 km
Cusco a Arequipa: 623 km
Cusco a Puno: 389 km
Cusco a Puerto Maldonado: 532 km

Trem

Existe um serviço de trem que une as cidades de Cusco, Puno e Arequipa. A rota é Arequipa, Juliana, Puno e Cusco, completando 750km de ferrovia com duração média de 17 horas aproximadamente.

Melhor época para visitar Cusco


Foto: kolibri5 / Pixabay

Cusco tem basicamente duas estações principais: durante o verão, de novembro a março, o clima costuma ser um pouco mais úmido, já durante os meses de abril a outubro, a região fica mais seca e as temperaturas estabilizam em torno dos 10°C durante o dia, mas a noite, o termômetro baixa drasticamente chegando a sensação térmica de até 0ºC durante a madrugada.

Durante o verão a região costuma receber muitas nuvens carregadas e as pancadas de chuva são mais constantes. A indicação para quem pretende visitar o destino entre os meses de junho e agosto é reservar o hotel com antecedência. A cidade recebe turistas dos quatro cantos do mundo que chegam aos montes devido as férias.

. Outra época muito procurada para visitar em Cusco é no mês de junho, quando é realizado o festival religioso Inti Raymi – comemorado desde a época dos Incas.

Onde se hospedar em Cusco

Encontre hospedagens em Cusco aqui.

» A Terra dos Incas: descubra os principais atrativos turísticos peruanos
» Muito além de Machu Picchu: ruínas incas próximas de Cusco
» Trilha de Salkantay a Machu Picchu, um dos trekkings mais belos do Peru
» Linhas de Nazca a atração mais misteriosa do Peru
» Huacachina, um oásis no meio do deserto no Peru

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Patagônia argentina é destino de inverno para brasileiros

Artigo anterior

7 lugares poucos conhecidos que você precisa visitar no Peru

Artigo seguinte

Você pode gostar