Lugares para conhecer em Ouro Preto

Seja para resgatar o passado ou para viver o presente, são muitos os lugares para conhecer em Ouro Preto. Confira os principais pontos turísticos e atrações na cidade.

Foto: Gigi Peis / SHutterstock

Um grande museu a céu aberto, Ouro Preto atrai muitos turistas por conta de seu conjunto arquitetônico incomparável e pela história que apresenta a cada rua. Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e parte do caminho do ouro na Estrada Real, a cidade fascina ao apresentar pontos marcantes e expressivos como as igrejas que expõe incríveis obras da arte da fase barroca mineira, além dos museus que resgatam memórias importantes do nosso país.

Mas o lugar que tanto atrai pela história não vive só de passado. A cidade e seus estudantes que habitam tradicionais repúblicas oferecem um dos carnavais mais famosos e agitados do país. Em suas ruas, Ouro Preto apresenta a cada paralelepípedo um charmoso restaurante, um bar, uma feirinha de artesanato, um ateliê ou outra atração que envolva o turista em um clima mágico.

Não há como falar em Ouro Preto e não lembrar de suas históricas igrejas. A cidade possui inúmeras, das mais simples às mais imponentes, e conhecer todas parece uma tarefa impossível. Importante lembrar que, às segundas-feiras todas as igrejas de Ouro Preto permanecem fechadas. Além disso, todos os dias, entre às 12h e 13h, algumas também fecham para almoço.

Alguns moradores costumam apelidar a cidade de “queijo suíço” por conta das antigas minas abertas na busca pelo ouro – estima-se que, sob toda a área urbana de Ouro Preto, existam por volta de 2.500 minas escavadas. Algumas delas seguem abertas para visitação.

No auge do Ciclo do Ouro, a cidade foi construída por artistas e escravos, inspirados nos modelos europeus, criando um estilo nacional diferenciado. Com a diminuição da atividade garimpeira, no final do século XVIII, a cidade mudou suas principais características: de grande centro econômico da mineração para sede administrativa do governo.

A cidade que nasceu sob o nome de Vila Rica, baseado nas riquezas que existente na região, que fazia a grande movimentação econômica da região bem como do país, está a apenas 95 km de Belo Horizonte. Hoje as ruas históricas são abrigadas por museus, antiquários, lojas de artesanato, cafés e restaurantes voltados tanto para os turistas quanto os estudantes da Universidade Federal de Ouro Preto que alegram a cidade.

Seja para resgatar o passado ou para viver o presente, são muitos os lugares para conhecer em Ouro Preto. Basta disposição e força nas pernas para subir as ladeiras!

Leia também:

Viaje de carro pela Estrada Real em Minas Gerais
Lugares para conhecer em São João del Rei
30 cidades coloniais no Brasil que você precisa conhecer
5 roteiros rápidos para fazer saindo de Belo Horizonte

O que fazer:

Praça Tiradentes. Foto: Pedro Vilela / Mtur

– Matriz Basílica Nossa Senhora do Pilar

Foi uma das mais importantes igrejas na época em que a cidade era conhecida por Vila Rica. Também é uma das mais imponentes: seus altares são completamente cobertos de ouro. Outra riqueza que a igreja carrega são os detalhes e obras que apresentam diferentes fases do barroco mineiro.  

– Igreja de São Francisco de Assis

Uma das mais belas igrejas da cidade e uma verdadeira obra-prima de Aleijadinho, a Igreja São Francisco de Assis apresenta elementos rococó inseridos na arte barroca. Seu teto é encantador com uma linda pintura que reproduz o céu, obra que o Mestre Ataíde demorou dez anos para finalizar.

– Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Uma das mais antigas igrejas da cidade, é muito importante pois guarda o túmulo de Aleijadinho e de seu pai, Antônio Francisco Lisboa. A igreja passa por um longo processo de restauração e segue fechada par visitantes que, por enquanto, podem observar sua bela fachada. No local também está o Museu de Aleijadinho, também fechado temporariamente.

– Igreja Santa Efigênia dos Homens Pretos

Dizem que foi construída pelo escravo alforriado Chico Rei e sua tribo. A igreja fica em um dos pontos mais altos da cidade e, apesar de não ser rica em detalhes como outras, seu interior e história são belíssimos. É uma das poucas igrejas que apresenta imagens de santos negros.

– Igreja Nossa Senhora do Carmo

A autoria é de Manuel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho – alguns dizem que o projeto foi finalizado pelo próprio Aleijadinho, mas a informação não é certa. Uma das mais belas construções da cidade, conta com a parte externa repleta de belos detalhes e anjos barrocos. Seu altar apresenta uma linda pintura do Mestre Ataíde.  

– Igreja Nossa Senhora do Rosário

Diferente das demais, sua construção apresenta formatos ovais. Por incrível que pareça, uma das mais belas igrejas de Ouro Preto tem seu autor desconhecido, ninguém sabe quem a projetou. Possui seis lindos altares que, sem dúvida, valem a visita.

– Museu da Inconfidência

Visita obrigatória para quem quer compreender melhor o desenvolvimento da cidade até o período da inconfidência, o museu funciona no mesmo local que abrigava a antiga Casa de Câmara e a Cadeia. O prédio, um dos mais notáveis da cidade, apresenta diversas salas com exposições impecáveis de móveis, coleções de arte sacra e objetos que pertenciam a Tiradentes. É lá também que estão os túmulos dos inconfidentes.

– Museu Aleijadinho

Um espaço dedicado ao grande mestre da arte barroca no Brasil. Fundado em 1968 pelo então pároco Francisco Barroso Filho, o museu passou por completa revitalização e modernização museológica e museográfica em 2007. Para visitação, o Museu do Aleijadinho integra um circuito que abrange outras três igrejas históricas de Ouro Preto: Igreja Nossa Senhora da Conceição do Antônio Dias, onde estão as salas do Museu, Igreja de São Francisco de Assis, considerada uma das obras-primas do barroco brasileiro, além de ser uma das maiores realizações do Aleijadinho; e Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões, que atualmente encontra-se em reformas. O ingresso é válido para a visitação do Museu do Aleijadinho, Igreja Nossa Senhora da Conceição do Antônio Dias, Nossa Senhora das Mercês e São Francisco.

– Casa dos Contos

O museu é um espaço de grande importância histórica e apresenta memórias do ciclo do ouro no Brasil, contando todo o curso das moedas que já circularam no país. Além disso, é um dos poucos locais que ainda preservam uma senzala em seu subsolo com uma exposição de itens da época da escravidão.

– Praça Tiradentes

É nela que se concentram pontos turísticos importantes, como o Museu da Inconfidência. No centro da praça está um monumento em homenagem a Tiradentes. Em sua proximidade também estão charmosos restaurantes, bares, lojinhas e ateliês da cidade. Lá também está o Centro de Informações Turísticas, que fornece mapas e orienta o visitante para conhecer as principais atrações da cidade. É possível contratar um dos diversos guias que circulam pela praça para acompanhar os passeios.

– Casa da Ópera (Teatro Municipal)

A Casa de Ópera é a mais antiga da América Latina – funciona desde 1770 –  e ainda conta com uma intensa agenda. Você pode visitar o local e também conferir uma das peças em cartaz.

– Minas da Passagem

Maior mina de ouro aberta à visitação do mundo, a Minas da Passagem fica entre Ouro Preto e o município de Mariana e leva o visitante a suas galerias subterrâneas, salões e colunas a bordo de um trolley, um antigo carrinho utilizado por mineradores. O percurso da descida, com seus 315 metros de extensão, lembra muito alguns filmes antigos. O cenário impressiona e há alguns aquíferos que ocuparam os túneis. Mergulhadores costumam explorar as profundezas dessas águas por lá.

– Mina do Chico Rei

A Mina do Chico Rei apresenta a oportunidade de descobrir um pouco mais sobre a lenda que envolve o famoso escravo que comprou a própria alforria e libertou outros escravos. Em certos pontos é necessário se curvar, as paredes são úmidas e o chão irregular exige cautela.

– Passeio de Maria Fumaça

Que tal fazer uma viagem no tempo encantadora a bordo de uma locomotiva que liga as cidades de Ouro Preto e Mariana? A Maria Fumaça, fruto da revitalização de uma antiga ferrovia construída em 1883, percorre caminhos incríveis que podem ser admirados pela janela. Fique atento, pois os trens partem em horários específicos das cidades. Para saber mais sobre este passeio, clique aqui.

– Feira de Artesanato do Largo Coimbra

Popularmente conhecida como “A Feirinha de Pedra Sabão”, a Associação de Expositores do Largo do Coimbra se reúne desde 1995 em frente à igreja de São Francisco de Assis, para comercializar e expor suas obras. A feira conta hoje com mais de 50 bancas para atender, da melhor forma, turistas de todos os lugares do Brasil e do mundo. Neste espaço são vendidas jóias, como colares, brincos, anéis e pulseiras, camisetas e bonés bordados, pedras preciosas e peças decorativas em pedra sabão. Um ótimo espaço para comprar presentes e guardar recordações de Ouro Preto.

– Cachoeiras

Ouro Preto concentra muito da história do nosso país, mas o que muita gente não sabe é que a cidade também reserva muitas belezas naturais, como a Cachoeira das Andorinhas, Cachoeira dos Prazeres e a Cachoeira Véu da Noiva, entre outras. As águas, apesar de geladas, rendem banhos cristalinos aos turistas.

– Mirantes

Há vários mirantes espalhados na cidade, procure os mirantes como o do Morro São Sebastião, da UFOP, da Casa dos Inconfidentes ou na Igreja S. Francisco de Paula que oferece ao visitante uma visão exclusiva do bairro Pilar e da Praça Tiradentes, além de alguns outros pontos como a Rua Direita, que são vistos de um ângulo mais alto. Com certeza os melhores lugares para tirar uma ótima foto.

– Outros atrativos turísticos em Ouro Preto

  • Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas/UFOP
  • Museu de Arte Sacra de Ouro Preto (Junto à Basílica Nossa Senhora do Pilar)
  • Museu da Mineralogia
  • Museu Casa dos Inconfidentes
  • Museu Aleijadinho (Segue fechado para restauração)
  • Casa de Tomás Antônio Gonzaga
  • Cine Vila Rica
  • Cachoeira do Pocinho
  • Cachoeira do Falcão
  • Feira de Artesanato
  • Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões
  • Igreja de São Francisco de Paula
  • Igreja de São José
  • Igreja do Padre Faria
  • Igreja Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia
  • Mina Jejê
  • Mina du Veloso
  • Mina de Santa Rita

Como chegar a Ouro Preto:

Igreja de São Francisco de Assis. Foto: Pedro Vilela / Mtur

De avião
O acesso a Ouro Preto por avião pode ser realizado via Aeroporto Internacional Tancredo Neves, no município de Confins (cerca de 40 km de Belo Horizonte) ou no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

De carro
Partindo de Belo Horizonte, o trajeto dura menos de duas horas pela BR-365 até Ouro Preto.
Do Rio de Janeiro o caminho leva cerca de seis horas via BR-040.
Saindo de São Paulo é necessário seguir até Belo Horizonte pela BR-381 e depois seguir até Ouro Preto pela BR-356.

De ônibus
Da rodoviária de Belo Horizonte partem ônibus para Ouro Preto pela empresa Pássaro Verde. Clique aqui para conferir horários e valores.

Melhor época para visitar Ouro Preto:

Lavras Novas. Foto: Pedro Vilela / Mtur

Não existe um período ideal para visitar Outo Preto, isso vai depender muito das suas preferências e do que você espera fazer na cidade. Algumas datas atraem mais turistas para a região, outras são mais tranquilas e reservam valores mais em conta de hospedagem.

O Carnaval de Ouro Preto é um dos mais famosos do Brasil. Durante o feriado, os foliões tomam as ruas da cidade e festejam em bloquinhos organizados pelas repúblicas estudantis. Durante o período os valores de hospedagem costumam subir e é necessário fazer as reservas com antecedência.

Durante o verão, especialmente de dezembro a fevereiro, a cidade recebe muitos turistas por conta do período de férias. O feriado de Corpus Christi também costuma atrair muitas pessoas que participam das celebrações religiosas que acontecem na cidade. Para quem gosta de cinema, a tradicional Mostra de Cinema de Ouro Preto acontece de 13 a 18 de junho e exibe importantes filmes nacionais.

Quanto ao clima, Ouro Preto costuma não ter muitas variações de temperaturas. Durante o dia, o clima é mais quente e agradável. Quando anoitece, surge um friozinho gostoso e perfeito para curtir as montanhas e os pontos históricos ao redor da cidade. Entre os meses de outubro e maio a incidência de chuvas é maior, já de abril a setembro o clima permanece mais seco e frio.

Onde se hospedar:

Encontre hospedagens em Ouro Preto aqui.

Dicas para planejar sua viagem:

- Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels: descubra os melhores preços e a localização ideal para a sua viagem. Acesse o Booking.com e faça sua reserva parcelada em até 10x.

- Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto e total segurança. Economize na sua próxima viagem com as ofertas publicadas diariamente no site oficial da Latam, MaxMilhas e Skyscanner.

- Está buscando pacotes de viagens em promoção? Encontre os melhores preços para a sua viagem com as ofertas promocionais da CVC e viaje muito mais.

- Não sabe para onde viajar? Confira nossos Guias de Viagem e descubra diferentes lugares para conhecer no Brasil e no mundo.


NOME