A animada e descola BH é cheia de encantos! Além de sua gastronômica autêntica, a capital de Minas Gerais possui inúmeras construções históricas, belos parques e ótimas opções de lazer noturno

Foto: Pedro Vilela/MTur

A cidade que serviu de inspiração para Brasília possui quase 2,5 milhões de habitantes e possuí jóias da arquitetura. Obras do arquiteto Oscar Niemeyer podem ser encontradas por toda Belo Horizonte. Urbana e ao mesmo tempo bucólica, Belo Horizonte tem pão-de-queijo, cachaça, parques e botecos; além de intensa programação cultural, lojas sofisticadas e restaurantes estrelados. A Igreja de São Francisco de Assis na região da Lagoa da Pampulha é um dos cartões postais mais famosos da capital mineira e merece uma visita.

Com a Serra do Curral como plano de fundo, ruas planejadas e seus prédio imponentes rodeados de verde, Belo Horizonte faz um convite para passeios ao ar livre. São inúmeros os lugares para conhecer, na Praça da Liberdade com palmeiras imperiais e chafarizes que chamam a atenção dos visitantes encontram-se museus e centros culturais da cidade. A Lagoa da Pampulha e os bairros Savassi e Lourdes também são ótimas opções já que a região concentra a maior parte dos bares e restaurantes da capital.

Apesar do glamour e da expansão da alta gastronomia, Belo Horizonte não abre mão de seus tradicionais botecos. A cidade se orgulha de ter o maior índice de bares por habitante do país, o que incentivou a criação, em 2000, do festival Comida di Buteco. O evento acontece nos meses de abril e maio, quando os clientes escolhem os melhores petiscos servidos na capital. Delícias incrementadas com lingüiça, lombinho ou torresmo sempre saem na frente e fazem ainda mais sucesso quando acompanhadas por um chopp gelado ou uma típica branquinha.

Leia também:
5 roteiros rápidos para fazer saindo de Belo Horizonte
Inhotim, o maior museu a céu aberto do mundo
Lugares para conhecer em Ouro Preto
2 dias conhecendo as belezas de Capitólio

O que fazer em Belo Horizonte


Belo Horizonte. Foto: Aleksandar Todorovic / Shutterstock

Praça da Liberdade

Conjunto arquitetônico formado pela Praça da Liberdade e as atrações do seu entrono, reunindo oito prédios antigos que foram transformados em ateliês, bibliotecas, museus, espaços de cursos e oficinas. Na praça jardins inspirados em Versailles, prédios neoclássicos e pós moderno nos remetem a uma viagem no tempo.

Conjunto Arquitetônico da Pampulha

Ao redor da Lagoa da Pampulha estão só mais belos conjuntos arquitetônicos de Belo Horizonte, sendo três deles assinadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Memorial Minas Gerais Vale

Ocupando uma edificação histórica de 1897, o Memorial Minas Gerais Vale tem como finalidade modernização turística e cultural do estado e cada vez mais se consolida como um espaço de lazer, cultura, conhecimento e turismo de Belo Horizonte.

Palácio Das Artes

O Palácio das Artes é um complexo cultural que difunde a arte e a cultura proporcionando uma multiplicidade de experiências para o público que visita o local.

Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte

Com ampla e dinâmica programação cultural, o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte recebe criações em artes visuais, cênicas e shows musicais. O espaço também conta com uma sala multimeios voltada ao audiovisual e ações educativas permanentes.

Mirante Mangabeiras

O Mirante das Mangabeiras proporciona ao visitante uma visão panorâmica privilegiada da capital mineira. O movimento é intenso na região, justamente pelo fato do local ser considerado um dos pontos turísticos de Belo Horizonte. Além de apreciar um belo pôr-do-sol, é possível avistar a Lagoa da Pampulha e o Parque das Mangabeiras.

Mineirão – Estádio Governador Magalhães Pinto

Os apaixonados por futebol não podem deixar de visitar o Mineirão, o estádio oferece visitas guiadas todos os dias que não tem jogos. Durante o passeios os visitantes conhecem as arquibancadas e áreas de uso exclusivo, como vestiários e gramado.

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

Abriga importante acervo sobre mineração e metalurgia, documentando duas das principais atividades econômicas de Minas. O Museu utiliza, de forma lúdica e criativa, da tecnologia de ponta para mostrar o universo das rochas, os processos de transformação dos minérios e a importância deles para a vida humana e o desenvolvimento social, econômico e cultural.

Igreja São Francisco De Assis

Conhecida como Igrejinha da Pampulha, foi inaugurada em 1943 por Oscar Niemeyer, seu interior abriga a Via Sacra, com 14 painéis de Portinari. Os jardins são assinados por Burle Marx.

Parque das Mangabeiras

Localizado ao pé da Serra do Curral, patrimônio cultural de Belo Horizonte, o Parque das Mangabeiras, projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx. Os visitantes podem usufruir de recantos naturais, quadras de peteca, tênis e poliesportivas, pista de skate, brinquedos e atividades culturais.

Outros atrativos turísticos em Belo Horizonte

  • Palácio da Liberdade
  • Igreja São José
  • Museu De Artes & Ofícios
  • Basílica Nossa Senhora de Lourdes
  • Igreja Batista da Lagoinha
  • Gruta Rei do Mato
  • Parque Municipal Américo Reneé Giannetti
  • Museu Histórico Abílio Barreto
  • Mercado Central de Belo Horizonte
  • Serra da Moeda
  • Presépio do Piripipau
  • Minascentro
  • Praça Israel Pinheiro
  • Museu de Ciências Naturais

Como chegar em Belo Horizonte


Praça da Independência. Foto: Aleksandar Todorovic / Shutterstock

De avião

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves é um dos principais aeroportos em operação do Brasil e recebe vôos diários partindo das principais capitais do país.

De carro

Do Rio de Janeiro, acesso pela BR-040
De São Paulo, acesso pela BR-381
Do Espírito Santo, acesso pela BR-262

De ônibus

A cidade recebe ônibus diários de diversas capitais brasileiras. Para informações atualizadas de quais companhias operam até Belo Horizonte, vale ligar na rodoviária da capital mineira.
Rodoviária de Belo Horizonte
Tel: (31) 3271-8933

Melhor época para visitar Belo Horizonte


Parque Municipal da Serra do Cural. Foto: Pedro Vilela/MTur

Belo Horizonte é uma opção de destino que pode ser visitada durante o ano inteiro, tudo depende da finalidade da sua viagem. Se você gosta de curtir a manhã e tarde dos grandes centros urbanos, indicamos os meses de abril e maio quando a cidade recebe uma injeção de animação extra graças ao renomado festival Comida di Buteco. Uma incrível competição onde os principais bares e restaurantes da cidade disputam para saber quem oferece o melhor petisco da cidade.

O período de chuva na capital mineira é durante o verão, entre Outubro e Março, sendo os meses de Dezembro e Janeiro os mais chuvosos. Nessa época o recomendado é desfrutar mais das atrações fechadas como museus, galerias e mercados públicos.

Onde se hospedar em Belo Horizonte


Encontre hospedagens em Belo Horizonte aqui.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas e Skyscanner.
» Ganhe R$130 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Lugares para conhecer em Curitiba

Artigo anterior

Turistando em São Paulo: lugares para conhecer com entrada gratuita

Artigo seguinte

Você pode gostar